terça-feira, 19 de junho de 2012

Tudo isso acontece em Betim-MG: desobediência ao Papa e ao Bispo, favorecimentos ao protestantismo e às heresias, sacrilégios e profanações, perseguição aos católicos tradicionais.

Nota de esclarecimanto - Missa Tridentina em Betim/MG
Prezados amigos,

Salve Maria!

Gostaríamos de fazer uma nota explicativa a respeito da missa tridentina em Betim que foi celebrada neste sábado, 16 de junho.

Desde janeiro deste ano, estamos sendo ATORMENTADOS pelos padres locais por causa da Santa Missa no Rito Tridentino e pelo ensinamento tradicional da Igreja.

Sabem por que estamos sendo atormentados aqui em Betim/MG? Deixa-nos explicar: Porque não estamos dispostos de defender heresias tais como “ecumenismo” nos moldes atuais, “liberdade religiosa” de qualquer espécie, tampouco a “colegialidade” imposta pelos bispos conciliares. Não estamos a fim de defender profanações na Santa Missa como vem ocorrendo nas paróquias de Betim/MG, com menininhas dançando com roupas transparentes pelo Templo; musiquetas protestanosas, heréticas e heretizantes e comunistas nas missas; teatrinhos idiotas (e mesmo os não-idiotas); instrumentos musicais mundanos e profanos nos Templos; pactos com pastores protestantes para “o bem comum”; agradar aos homens e desagradar a Deus; sermões e homilias protestantes que negam vários dogmas da Igreja; profanações contra o Santíssimo Sacramento e etc.

Estamos sendo perseguidos porque não estamos a fim de nos curvar a tantas atrocidades que vem acontecendo nas paróquias desta cidade (conforme sobredito).

Outro dia, alguém chegou a nos perguntar se nesta arquidiocese não tem bispos (sic!). Eu disse que temos ARCEBISPO e mais 4 BISPOS auxiliares...!

Dito isso, precisamos narrar alguns fatos que ficaram ocultos até a presente data por questões pessoais que agora precisam ser revelados:

Os padres desta cidade (daqui a pouco listo o nome e a paróquia de TODOS) se reúnem numa famigerada “reunião dos padres da forania” (Forania Nossa Senhora do Carmo – e ainda usam o nome da Virgem...) e nestas afamadas reuniões ficou decidido, entre os padres, que não mais teria missa tridentina aqui em Betim/MG (tivemos apenas uma missa aqui pública. Vejam mais aqui, aqui e aqui). Não sabemos o que os padres de Betim pretendem, mas sabemos que ACHAM que tem maior autoridade que o Sumo Pontífice.

Todo mundo já está calejado de saber que o Santo Padre Gloriosamente Reinante, a saber, Bento XVI (Ei padres de Betim! Nós temos um Papa e se chama Bento XVI, não sei se vocês o conhecem...) que, desde 2007 (dois mil e sete – é preciso escrever por extenso porque parece que tem gente que não entendeu) promulgou um MOTU PROPRIO SUMMORUM PONTIFICUM LIBERANDO A MISSA TRIDENTINA EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO (quem quiser saber mais sobre o documento que procure na internet!) onde haja fiéis que queiram. Talvez os padres de Betim pensem que esta cidade não está sob a Jurisdição do Sumo Pontífice.

Com isso, estamos lutando desde a referida data para termos missas aqui. Nunca encontramos tamanha resistência como estamos encontrando agora por parte do clero local.

Desde janeiro deste ano, ficou decidido na “reunião dos padres da forania” que em Betim não haverá mais missa tridentina, contrariando EXPRESSAMENTE a ordem do Sumo Pontífice.




Foto em audiência com D. Luiz Gonzaga Fechio
no dia 03 de maio de 2.012

Com isso, no dia 03 de maio deste ano, conseguimos uma audiência com o Sr. Bispo D. Luiz Gonzaga Fechio, responsável pela nossa região, que ORDENOU que o Pe. Adilson Leite, vigário forâneo (como se fosse o presidente dos padres da forania), Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Rosário e São Sebastião, em Vianópolis, Betim/MG, nos acolhesse e resolvesse o problema posto.

O referido padre, simplesmente disse que não poderia nos ajudar em nada e que ia reportar a ordem aos padres da forania na “reunião dos padres da forania” Nossa Senhora do Carmo.

Em reunião, os padres reiteraram a proibição da Santa Missa no rito antigo e disseram que “é preciso dar um basta nisso!” (nestes termos!). Nisso, os padres desobedeceram a ordem do Santo Padre, o Papa Bento XVI e do seu Bispo que estão umbilicalmente subordinados!

Não sabemos o que os padres desta cidade pretendem. Não se sabe até onde esta história irá e quando ela vai acabar, o que sabemos é que existe em Betim/MG uma revolta e desobediência aberta por parte dos padres contra o seu Bispo local e contra o Sumo Pontífice.

Semana passada, programando a missa tridentina para sábado, 16/06, entramos em contato com um fiel desta cidade que tem uma capela particular em seu sítio e que estaria disposto a emprestar a capela para a realização de Missas no rito antigo. Com isso, ele foi conversar com o seu pároco, Padre Adilson Leite, que o desaconselhou a emprestar a sua CAPELA PARTICULAR em seu SÍTIO PARTICULAR para a realização de missa no rito antigo sob o velho argumento de que “os padres da forania já proibiram este tipo de missas aqui” (nestes termos!). Temendo uma suposta desobediência, o senhor que, de bom grado iria emprestar a SUA capela PARTICULAR, decidiu não mais fazer o empréstimo para que continuasse “em plena comunhão com a Igreja”.

Tendo em vista a negativa induzida acima, procuramos um lugar digno para a celebração da Missa no rito Tridentino e encontramos o endereço de uma família muito piedosa aqui em Betim/MG e por este motivo as missas serão celebradas nesta CASA, como era na era apostólica quando os apóstolos eram perseguidos pelos judeus e pelos pagãos.

Tendo em vista as normas dos artigos 5º, 7º e 8º do Motu Proprio Summorum Pontificum e o cânon 212 do Código de Direito Canônico, VAMOS RECORRER ÀS INSTÂNCIAS SUPERIORES visto que nem o bispo local conseguiu resolver o caos de desobediência religiosa que se instalou na cidade de Betim/MG.

Enfim, eis aqui o nome e a paróquia dos padres que compõe a tal “forania Nossa Senhora do Carmo” conforme informação da Arquidiocese de Belo Horizonte:

1. Pe. Pablo Luiz Ramos Vieira – Paróquia de Nossa Senhora Aparecida (bairro Filadélfia);

2. Pe. Willamy Moreira Feijó – Paróquia de Nossa Senhora do Carmo (bairro Centro);

3. Pe. Pedro de Souza Silva – Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (bairro Bom Retiro);

4. Pe. Adilson Leite – Paróquia de Nossa Senhora do Rosário e São Sebastião (bairro Vianópolis);

5. Pe. Dinamar Gomes Pinto – Paróquia do Sagrado Coração de Jesus (bairro Novo Horizonte);

6. Fr. Basilio Sylvério Bosco de Resende, OFM – Paróquia Santa Isabel (bairro Citrolândia);

7. Pe. Hidelbrando Marques Ferreira – Paróquia de Santa Teresinha (bairro Cidade Verde);

8. Pe. Daniel Custódio Antunes – Paróquia de São Cristóvão (bairro São Cristóvão);

9. Pe. Afonso de Fátima Ribeiro – Paróquia de São Francisco de Assis (bairro Centro);

10. Pe. Antônio Carlos Ferreira de Souza – Paróquia de São Judas Tadeu (bairro Cj. Hab. Olímpia Bueno Franco);

11. Pe. Francisco Carlos Rodrigues da Silva, MSC – Paróquia de São Judas Tadeu e Frei Galvão.

FONTE: http://auxiliodoscristaos.blogspot.com.br/2012/06/nota-de-esclarecimanto-missa-tridentina.html

Nota da Confraria: esses padres devem ser os mesmos que, desobedecendo a ordens legítimas e justas de seus superiores, querem lançar campanhas contra políticos que não obedecem às leis deste país ou contra os ricaços que só obedecem à própria vontade (padres ativistas da teologia da libertação). Ou talvez sejam relativistas cheios de tolerâncias pelos erros religiosos e pela "diversidade". Que contradição!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Infelizmente, devido ao alto grau de estupidez, hostilidade e de ignorância de tantos "comentaristas" (e nossa falta de tempo para refutar tantas imbecilidades), os comentários estão temporariamente suspensos.

Contribuições positivas com boas informações via formulário serão benvindas!

Regras para postagem de comentários:
-
1) Comentários com conteúdo e linguagem ofensivos não serão postados.
-
2) Polêmicas desnecessárias, soberba desmedida e extremos de ignorância serão solenemente ignorados.
-
3) Ataque a mensagem, não o mensageiro - utilize argumentos lógicos (observe o item 1 acima).
-
4) Aguarde a moderação quando houver (pode demorar dias ou semanas). Não espere uma resposta imediata.
-
5) Seu comentário pode ser apagado discricionariamente a qualquer momento.
-
6) Lembre-se da Caridade ao postar comentários.
-
7) Grato por sua visita!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar: