quarta-feira, 2 de maio de 2012

O perigo dos amuletos: a mão do demônio!


A mão do demônio

O Padre Miguel Pedroso (já falecido) foi um grande exorcista no bairro da Moóca, na capital de São Paulo. A pequena paróquia de São Miguel Arcanjo ficava lotada de pessoas, para receber sua benção e ouvir suas palavras. Meu irmão, esteve presente num desses dias em que o Padre Miguel estava dando uma palestra para os jovens.

Relato feito pelo próprio Padre Miguel Pedroso:

Estava em minha paróquia, quando umas pessoas vieram me procurar para exorcizar uma mulher grávida que estava no hospital e que estava assustando até os médicos. Imediatamente me arrumei e fui com a família para o local.

No caminho eles me contaram que ela havia freqüentado um centro espírita e que depois disso, jamais teve sossego: brigas em família, desajustes com filhos, marido perdera o emprego...

Ao chegar no hospital, sem mais demora me dirigi ao quarto onde a grávida estava, já quase para dar à luz. Ao me ver, a mulher começou a se contorcer e a dar urros misturados com choro e gritos.

Coloquei minha estola, e com a cruz nas minhas mãos iniciei as orações exorcísticas. Ao colocar minha mão sobre a cabeça dela ela gritou com voz bem gutural:

- Tira sua mão, pois ela é minha...

- Deixe esta criatura de Deus em paz – respondi.

E se contorcia toda na cama, com a face toda esbranquiçada e olhos de ódio dizia:

- Eu, legião, quero ela... se não puder leva-la vou levar o que tem no seu ventre.

Minha única resposta, só podia ser:

- Você não pode levar a criança, ela é uma criatura de Deus e a Deus pertence - e continuei com minhas orações, ordenando que esse espírito maligno deixasse a mulher.

Foi então que cuspindo na minha face o demônio deu uma gargalhada estrondosa e urrou:

- Eu não saio dela enquanto minha mão estiver nela...

Estranha essa afirmação. Então ordenei:

- Em nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, deixe essa criatura, você é um espírito e não tem mão...

O demônio dava gargalhadas e se contorcia de todos os lados.

Ocorre que nessas viradas de cá e de lá a blusa da mulher grávida estava um pouco aberta e eu vi uma corrente no seu pescoço. E nessa corrente havia pendurado uma figa.

Pedi que imediatamente retirassem a figa daquela mulher.

Tão logo retiraram a figa, o demônio a deixou. Eis a mão do demônio.

Todos ficaram aliviados e a mulher pode fazer seu parto normalmente.

Ao confessarmos, precisamos fazer sempre o exame de consciência. E para fazermos bem feito, convém que consultemos sempre um bom livro de catecismo. Amar a Deus sobre todas as coisas significa também que devemos repudiar toda a espécie de superstição.

Postagem cedida pelo Blog Almas Castelos. Para quem quer ler mais:
http://almascastelos.blogspot.com.br/2012/03/imagem-de-sao-miguel-que-presenciou.html

http://almascastelos.blogspot.com.br/2011/03/mao-do-demonio.html

FONTE: http://ograndecombate.blogspot.com.br/2012/05/mao-do-demonio.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Infelizmente, devido ao alto grau de estupidez, hostilidade e de ignorância de tantos "comentaristas" (e nossa falta de tempo para refutar tantas imbecilidades), os comentários estão temporariamente suspensos.

Contribuições positivas com boas informações via formulário serão benvindas!

Regras para postagem de comentários:
-
1) Comentários com conteúdo e linguagem ofensivos não serão postados.
-
2) Polêmicas desnecessárias, soberba desmedida e extremos de ignorância serão solenemente ignorados.
-
3) Ataque a mensagem, não o mensageiro - utilize argumentos lógicos (observe o item 1 acima).
-
4) Aguarde a moderação quando houver (pode demorar dias ou semanas). Não espere uma resposta imediata.
-
5) Seu comentário pode ser apagado discricionariamente a qualquer momento.
-
6) Lembre-se da Caridade ao postar comentários.
-
7) Grato por sua visita!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar: