terça-feira, 3 de janeiro de 2017

PROFECIAS DE SANTA HILDEGARDA VON BINGEN.

Santa Hildegarda von Bingen (1098-1180), Liber Divinorum Operum, terceira parte, quinta visão. Tradução livre nossa do espanhol. 

FONTE: 


http://www.oprincipedoscruzados.com.br/2014/05/s-hildegarda-von-bingen-profetiza-i-no.html

Os negritos são nossos, o resto é da Santa.

Naqueles tempos, abundância de frutos, isto é, o avanço tecnológico


Quando os homens atribuirão a si mesmos e não a Deus aquela serenidade de paz e aquela abundância de frutos, começarão de novo a ser indolentes na religião, e sofrerão outra vez tribulações como nunca houve no mundo.


XXI. Contudo, naquele tempo, tenderão a decair progressivamente entre os homens a justiça e a devoção de que temos falado, por causa das dificuldades que elas apresentam, mas logo recobrarão as forças. As vezes ainda se manifestará a iniquidade, mas desaparecerá em seguida. As vezes se encarnicerarão em guerras, escassez, epidemias e mortes para desvanecerem-se em um momento, as coisas não ficarão então sempre no mesmo estado nem manterão o mesmo curso, senão se moverão por aqui e por acolá, mostrando-se, ou desaparecendo.

Decadência dos costumes, paixões desenfreadas e vaidades virão junto com esse avanço
Naquele tempo, como ensina o cavalo no livro Scivias, entre todos estes acontecimentos crescerão nos homens a arrogância dos costumes e a soberba dos espíritos, as paixões e a vaidade sem nenhum tipo de moderação, porque estarão tranquilos na placidez da paz gozando da abundância das messes, e no terão medos que estalem guerras nem que haja escassez. Mas, atribuindo isto a si mesmos, não darão as honras devidas por estes bens a Deus, de Quem procede todas as coisas. 


Castigos como nunca houve antes no mundo virão 

Portanto, desta paz e abundância seguirão desastres tão grandes como nunca se viu antes. Com efeito, quando os homens estiverem nesta paz sem temer nenhum perigo, virão dias diferentes cheios de dor, nos quais se cumprirão as doloridas palavras dos profetas e a do Filho de Deus.

Desse castigo virá homicídios, canibalismo, suicídios

Os homens desejarão morte por temor que as penas não se acabem nunca e se perguntarão: "Por que nascemos ?" e desejarão que as montanhas caiam sobre eles. Nas épocas anteriores as dores e as desgraças tinham de vez em quando descanso e consolo, mas naquele tempo estará tão cheio de tormentos e iniquidade que os sofrimentos serão incessantes, e dor se somará a dor, e iniquidade a iniquidade. Em toda ocasião o homicídio e a injustiça serão consideradas coisas sem importâncias, e do mesmo modo que se mata animais para comer, assim também os homens daquele tempo se atacarão e se matarão uns aos outros.

Os bárbaros, aqui denominados pagãos, não só farão guerra mas se infiltrarão na Igreja


Por outro lado, os povos pagãos, vendo os cristãos viverem em paz e abundância, e tendo uma desconfiada confiança em suas próprias forças, dirão: "Façamos guerra a todos os cristãos, eles estão desarmados e sem defesa, portanto podemos pegá-los e matá-los como um rebanho de ovelhas". E assim de regiões distantes, se juntarão gentes completamente bárbaras e imorais, que se unirão no pecado carnal e em toda imoralidade e malícia, e por todas as partes se lançarão sobre o povo cristão como rapinas e combaterão e destruirão muitas cidades e regiões. Contaminarão as normas eclesiásticas com inumeráveis vaidades e imoralidades e corromperão assim tudo que seja possível.

Os santos e profetas daquele tempo anunciarão que ainda não é o fim do mundo
Então, naquele tempo se anunciará que está por vir outro tempo no entanto pior e se revelará que o homem da perdição está chegando. E como este é imoral e vive no lama da iniquidade sem saciar-se nunca, assim aqueles dias não se saciarão nunca de sua iniquidade. Deste, Davi falo quando disse em clara voz:

Naquele tempo, as instituições seculares sairão do âmbito doutrinal católico, e o poder temporal da Igreja acabará em todas as formas. Cumpriu-se na queda dos Estados Pontifícios, e depois na progressiva decadência da influência da Igreja na sociedade
Palavras de David no Salmo 21 que denuncia as perseguições dos malvados sobra a pessoa de Cristo e sobre a Igreja , e como tem de ser interpretadas.

XXII. "Repartem entre eles minhas vestes, tiram sorte sobre a minha túnica" (Sl. 22, 19). Ainda que ao lê-la se interprete com segurança que ela fala do passado, contudo deve ser entendida como uma afirmação relativa ao futuro. Os incrédulos, entre os muitos desastres que provocarão por sua falta de fé, dividirão segundo a sua vontade as dignidades das instituições seculares, com as quais Eu, como vestidos, havia coberto a Igreja. E dirigirão muitas lisonjas sobre aqueles que me foram mais próximos na vida espiritual, que eram como uma túnica, os tirando do reto caminho, e destruindo toda forma de justiça na Igreja. E depois de haver promulgado leis injustas, os triturarão.


Mas a estes males contesta Davi, com estas palavras: "Tu em realidade, ó Senhor, não apartes de mim a sua ajuda, acude em minha defesa" (Sl. 22, 20). Para compreender estas palavras é necessários interpretá-las assim: Ó Pai celestial, eu, a Igreja, que havia de ser a noiva de Seu Filho, ainda que debilitada dirijo a vós meu grito, ó Pai de todos, para que vós naõ tardes em acudir em meu socorro, porque meus membros, que são os membros de Seu Filho, estão destroçados e dispersos, portanto volte com rapidez para mim Seus olhos misericordiosos e defende-me, porque se me esquecer vou ser arruinada completamente.

E de novo o Filho se dirige ao Pai para que libere seu corpo, que é a Igreja.

XXIII. Também o Filho fala ao Pai com estas palavras: "Ó Pai, tenho estado sempre contigo e Vós me mandaste vestir-me de carne, e assim tenho caminhado sobre a terra e todo o que tem mandado eu tenho cumprido, porque Sou a Sua verdade. Por isto tens posto todos os meus inimigos de baixo dos meus pés e Eu me elevo acima deles, já que eles estão à sua esquerda e não te pertencem. Com efeito sua verdadeira obra está a sua direita. Cumpro contigo em toda aquela obra que tens prestabelecido desde antes do príncipio dos tempos, e julgo aos meus inimigos como o Senhor, que os pisa como pó de seus pés. Portanto vem em minha ajuda e vinga-me de meus inimigos, já que Eu, seu Filho, piso com os meus pés a víbora e o basílico. E me olha, para proteger-me e para proteger aos meus membros, porque todas as obras que tens querido e me tens mandado as tenho levado a perfeição, porque Eu estou em Ti, e tu em Mim, e somos um só".


“VIII. “E vi aparecer um cavalo esverdeado. Seu cavaleiro tinha por nome Morte; e a região dos mortos o seguia. Foi-lhe dado poder sobre a quarta parte da terra, para matar pela espada, pela fome, pela peste e pelas feras” (Ap 6,8).

Libertinagem dos costumes

“Isto se interpreta assim: o cavalo descrito deste modo é o tempo em que todas as coisas conformes com a lei e cheias da justiça de Deus serão consideradas nada, como as coisas sem cor, e então os homens dirão: ‘Não sabemos o que fazemos e os que nos deram estas ordens não sabiam o que diziam’.

“E assim, sem medo nem temor pelo julgamento de Deus, desprezarão todos os bens, persuadidos pelo diabo a fazer estas coisas. 


Deus se vingará destruindo tudo, o Castigo de Deus, castigos de corpo e alma
“Mas Deus em sua cólera julgará estas obras e se vingará destruindo-as completamente, porque dará morte àqueles que não se arrependam e os condenará ao inferno. Nesse tempo, haverá por todas as partes da terra combates com a espada, os frutos da terra desaparecerão, e os homens morrerão de morte súbita ou pelas mordidas das feras.

“IX. A antiga serpente se regozija com todos estes castigos com os quais o homem se vê castigado na alma e no corpo. Ela que perdeu a glória celeste, não quer que o homem a alcance. Na verdade, quando percebeu que o homem ouviu seu conselho, começou a planejar fazer guerra a Deus, dizendo: ‘Através do homem, levarei a cabo todos os meus propósitos’.

“Pois, em seu ódio, inspirou todos os homens a se odiarem com o mesmo mau sentimento, para que se matassem uns aos outros. E disse: ‘Farei com que os homens morram, perdê-los-ei mais do que a mim mesma, que já estou perdida, porque eu estou viva, mas eles não estarão’.


“E enviou seu sopro para que a sucessão dos filhos dos homens se extinguisse, e então os homens se tomaram de paixão por outros homens, perpetrando atos vergonhosos.
 

As pervesões sexuais, o homossexualismo aflorado 

“E a serpente, sentindo gozo nisso, gritou: ‘Esta é a suprema ofensa contra quem deu o corpo ao homem, que a forma deste desapareça, por ter evitado a relação natural com as mulheres’.

“É, pois, o diabo quem os persuade a se tornarem infiéis e sedutores, para se odiarem e se matarem, convertendo-se em bandidos e ladrões, porque o pecado da homossexualidade leva às mais vergonhosas violências e a todos os vícios. 


Crise na Igreja e depois na sociedade, queda das monarquias
 

“E quando todos estes pecados tiverem se manifestado ao mesmo tempo no povo, então a vigência da Lei de Deus será quebrada e a Igreja será perseguida como uma viúva.

“E os príncipes, os aristocratas e os ricos serão despojados de suas posses pelas pessoas de menor condição, e serão expulsos de cidade em cidade, sua nobreza será aniquilada e os ricos se verão reduzidos à pobreza.

A imoralidade nas roupas 


“Todas estas coisas acontecerão quando a antiga serpente instilar no povo a vontade de mudar de roupas e costumes.

“Os homens obedecerão a ela, acrescentando aqui um detalhe, tirando outro em outro lugar, ansiosos de novidades e mudanças constantes.

“O antigo inimigo e todos os outros espíritos malignos, que perderam sua beleza, mas não o sopro da racionalidade, por medo de seu Criador não mostram a nenhuma criatura mortal a forma de sua perdição tal como ela é.

“Mas com suas sugestões infundem insídias entre todos os homens, a cada um de um modo diferente, porque em todas as criaturas acham algo de sua malícia.

“Entretanto, Deus iniciou uma grande batalha contra a sua impiedade através da razão do homem que resiste aos raciocínios diabólicos e os confunde.

“Esta luta durará até o fim dos tempos, quando serão confundidos em tudo e por tudo, e o homem que os tiver vencido obterá como recompensa a vida eterna.”

-------------------
Fonte: 

Santa Hildegarda, Livro das Obras Divinas. Liber Divinorum Operum ,Segunda parte, Primeira Visão

---------------------------------------------------------------------------------------------------

Deus estabeleceu uma ordem de que o mundo terá que alcançar o auge da cristandade

XXIII.
 (...) E ainda disse o Filho, dirigindo-se ao Pai: "Recorda que a plenitude que havia no princípio não deveria ter sido secada, porque no princípio do mundo tem previsto seu fim e não tem entregado ao esquecimento, como entregará ao esquecimento os que se encaminham à perdição. Também recorda que a plenitude das gerações dos homens, que tem sido previstas no principio dos tempos e que no primeiro homem tem sido postas à prova, não tem que esgotar-se nunca nem diminuir, já que tu desejou que a geração dos homens não deveriam terminar antes do tempo estabelecido por Ti. E também por isso, quando criaste os homens , decidiste em teu coração que os teus olhos, isto é, tua ciência, que previu a plenitude de todas as coisas e as dispôs retamente, não se apartará nunca da ordem que estabeleceste, isto é, que o homem, apesar de suas desordens, não pereceria nunca completamente, nem o mundo desaparecesse* até que vejam o meu corpo com seus membros cheios de pedras preciosas, já que tem disposto que os fiéis sejam meus membros, a saber, perfeitos em tudo os que crerão em ti por minha causa e te adorarão resplandescentes como pérolas de virtudes.

Castigo da nuvem densa sobre os inimigos da Igreja, seriam os dias de trevas profetizados por outros ?

 Naquele tempo, quando o povo cristão se prontificar a fazer de novo penitência e se flagelar com muitos castigos por seus próprios pecados, a graça divina virá em seu socorro com muitos milagres, como fez com seu antigo povo e, derrotados os inimigos, se converterão uma grande multidão de pagãos.

XXIV. E por fim, quando aquelas gentes incrédulas e malvadas invadirem por todas as partes as terras e possessões da Igreja, quando buscarão todos os modos de destruí-la e exterminá-la, como os abutres e os gaviões apertam suas presas debaixo das asas e das garras, e quando o povo cristão intentar resistir com armas, sem temer a morte do corpo, depois de se submeterem à penitência de todas as maneiras para pagar por seus pecados, virá do norte um vento espesso acompanhado de uma nuvem densa, com um denso pó, e soprará contra eles como o executor do juízo divino, de foram que suas gargantas se encheram da nuvem e seus olhos do pó, até que eles renunciem a sua ferocidade golpeados com um torpor extremo.


Deus fará milagres em defesa dos cristãos, se converterão muitos pagãos
 
Então a santa divindade fará no povo cristão sinais e milagres, como fez Moisés na coluna de nuvem e como o Arcanjo Miguel combateu em defesa dos cristãos contra os infiéis, e deste modo, os fiéis filhos de Deus, protegidos por Ele, se lançarão sobre os inimigos e os vencerão com a ajuda da força divina, matando uns e expulsando outros para fora dos confins da terra. Como consequência, una multidão imensa de pagãos se unirá aos cristãos na verdadeira fé, aclamando-os com estas palavras: "O Deus dos cristãos é o Deus verdadeiro, porque tem feitos neles estes sinais". 


A restauração virá 
 
E os vencedores, que Deus terá dado sua proteção, louvarão a Deus dizendo:

"Louvamos o Nosso Senhor, Deus nosso, em verdade ele se manifesta em nós, porque somos vencedores em seu nome. Nossa força é o seu louvor, já que em seu nome temos vencido os inimigos seus e nossos, porque temos crido fielmente nele". E contudo dirão: "Prestemos atenção as palavras de Deus no Evangelho: se lançaram povos pagãos contra povos cristãos, como assim sucedeu. Portanto reedifiquemos as cidades e as aldeias que foram destruídas, e façamos elas mais fortes e protegidas do que antes, de modo que não venham mais a destruir-nos, tal como estamos agora". E nós terminaremos com todas as forças e com todas as riquezas, com vigor e generosidade.

 ----------------------------------------
* O original desta parte em espanhol é assim, caso alguns tenham uma melhor tradução."


es decir que el hombre, a pesar de todos sus desórdenes, no pereciera nunca completamente, ni el mundo faltase hasta que no vieras mi cuerpo con sus miembros lleno de gemas, ya que has dispuesto que los fieles sean mis miembros, es decir, perfecto en todos los que creen en ti por causa mía y te adoran resplandecientes como gemas de virtud."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Infelizmente, devido ao alto grau de estupidez, hostilidade e de ignorância de tantos "comentaristas" (e nossa falta de tempo para refutar tantas imbecilidades), os comentários estão temporariamente suspensos.

Contribuições positivas com boas informações via formulário serão benvindas!

Regras para postagem de comentários:
-
1) Comentários com conteúdo e linguagem ofensivos não serão postados.
-
2) Polêmicas desnecessárias, soberba desmedida e extremos de ignorância serão solenemente ignorados.
-
3) Ataque a mensagem, não o mensageiro - utilize argumentos lógicos (observe o item 1 acima).
-
4) Aguarde a moderação quando houver (pode demorar dias ou semanas). Não espere uma resposta imediata.
-
5) Seu comentário pode ser apagado discricionariamente a qualquer momento.
-
6) Lembre-se da Caridade ao postar comentários.
-
7) Grato por sua visita!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar: