sábado, 5 de abril de 2014

Modéstia no vestir: motivos para as mulheres não usarem mais calças.

Cinco bons Motivos para não usar mais Calças!

Bom, alem dos artigos que já citamos de que a Calça "feminina" fere a Modéstia, e também outros artigos que tratam do tema, como a notificação do Cardeal Siri, que condena o uso de roupas masculinas sendo usada por mulheres, e ainda citações de Santos, como São Padre Pio de Pietrelcina, Modéstia e Padre Pio, dentre outros, vamos citar agora nesse artigo, outros bons motivos para você mulher, não usar mais calças. Além de deixar a mulher masculinizada, imodesta (por que a grande maioria são colantes), também fazem muito mal à sua saúde.



Existem duas maneiras que as Mulheres usam calças hoje:

- Coladas: Fazem mal à tua saúde, como vamos citar algumas comprovações neste artigo. Além de serem indecentes, pois mostram o corpo: Coxas, glúteos, e regiões genitais.

- Folgadas: Algumas pessoas dizem que assim a mulher fica modesta, e eu digo: DEPENDE. Mesmo folgadas, elas delineiam os glúteos, se assim não fosse não seriam calças. E se for cobrir com uma outra peça? Você consegue imaginar uma calça folgada com um blusão por cima que coisa feia pareceria! Pareceria uma mulher vestida de homem, e é realmente o que é.

O que fazemos então é usar saias e vestidos modestos, nos deixam mais graciosas, femininas, além de serem "roupa de mulher". É o mais correto, aqui você encontra algumas instruções do Padre Daniel. P. Pinheiro do IBP sobre a os padrões das vestimentas femininas.

A Calça além de imodesta, masculina, também prejudica a Saúde da Mulher.

1. Calças justas demais elevam a temperatura nas partes íntimas da mulher, o que ocasiona em muitos casos em Corrimento vaginal. Com a umidade e a temperatura alta, a região genital torna-se propícia ao desenvolvimento de fungos e bactérias que podem causar doenças como a candidíase. "Apesar de não ser grave, a candidíase é uma urgência para a mulher, pois incomoda demais", observa o dr. Vladimir Taborda, ginecologista do Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

2. Calças apertadas podem dificultar o retorno do sangue venoso, que passa muito tempo nos membros inferiores. Essas roupas geram compressões, ao longo da perna e na região abdominal, sem uma graduação adequada, aumentando a chance de ter varizes por exemplo. Ou quem já tem de piorar o quadro. Outra consequência da falta de circulação sanguínea é a Lipodistrofia ginóide (popularmente chamada de celulite).

3. Usar calças muito apertadas, pode provocar também dores nas Costas: Faça você mesmo o teste, e compare, marcando suas sensações por dois dias seguidos. Num, use uma combinação bem justa e, no outro, escolha um modelo que deixe seu corpo bem à vontade como um vestido. A diferença é notável: vestindo peças que restringem seus movimentos, você é obrigado a sobrecarregar os músculos e as vértebras para realizar atividades que, normalmente, nem exigiriam tanto esforço. Com o quadril comprimido, sua coluna sofre para dar suporte aos movimentos.

4. Aquela sensação de formigamento ou queimação na coxa pode indicar danos nos nervos, um resultado das calças coladas. O nome médico da condição é meralgia parestésica, encontrada em inúmeras pacientes que usavam roupas extremamente apertadas. A condição causa sintomas como formigamento, entorpecimento e dor na lateral da coxa. A enfermidade ocorre quando o nervo que passa pela lateral da coxa é pressionado e sai da pélvis. Usar salto alto e calça skinny jeans pioram os sintomas, pois pressionam ainda mais a pélvis. Algumas mulheres descrevem a sensação como uma “flutuação” que as deixam fracas, segundo o DailyMail. Mulheres acima do peso que usaram calças apertadas por mais de 6 meses são as mais afetadas pelo problema. Sensações de queimação na coxa é uma sinalização de que as coisas não vão bem entre a sua calça e sua perna.

5. Calças apertadas deformam o corpo da mulher, ocasiona marcas que ficam para a vida toda. O tecido adiposo que deveria se distribuir de forma uniforme pelo corpo (abdômen, glúteos, quadril e coxas), acumulam-se apenas na parte lateral do abdômen, formando os famosos "pneus". Veja na Imagem abaixo:


Esse tipo de modelo de calça aperta linearmente uma área que deve ter liberdade para o crescimento. "Por exemplo, se uma menina de 11 anos comprar uma calça assim, e usar somente esse modelo até os 14 anos de idade, não terá no lugar do quadril um crescimento de forma correta, devida a pressão que ocorre sobre esta região.” Afirma o alerta Cirurgião Plástico, Dr. Raul Gonzalez, um dos mais experientes cirurgiões de Remodelagem Glútea e de Próteses Corporais do país.

Bom como podemos ver, a calça jeans é inimiga das mulheres! Se você optou por mudar seu guarda-roupas parabéns! Fez a melhor escolha! Aqui damos algumas dicas para as meninas que estão começando agora o caminho da modéstia e quer renovar seu guarda-roupas. Acesse: Mudando o guarda-roupas.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar: