domingo, 5 de julho de 2009

Recado ao pessoal da RCC.







É patente o interesse dos membros da RCC por uma espiritualidade viva.

Também é fácil reconhecer o seu desinteresse por uma liturgia sem sabor, ensinamentos mornos, homilias sem vigor, decadência na arte sacra, catequese pobre, etc..

Tudo isso é fruto do Concílio Vaticano II.

Isso também frustra qualquer católico, mesmo os mais tradicionais, cujos desgostos são os mesmos dos "carismáticos". Qual a diferença, então?

A diferença é que os "tradicionais" voltaram ao ponto de partida, as raízes da Igreja ( antes do Concílio ), terreno seguro em termos de ensinamentos, liturgia e espiritualidade.

Já os "carismáticos" resolveram continuar a "renovar" e a se perder cada vez mais em terreno perigoso e desconhecido, inspirando-se nos protestantes: palavreado (cheios de "amém" e "glória a Deus"), literatura (livrinhos imitando "crente"), música ( "gospel", bem "pop" e inadequada à liturgia ), orações ( que tal rezar do jeito católico? ), cultos (é isso que a Igreja sempre ensinou? ), puritanismo ( heresia ), "batismos no espírito" ( candomblé? ), "repousos no espírito"( baixou o exu! ), "orar em línguas" (= espiritismo, não o orar no cenáculo em Pentecostes ), falatório ( em quantidade e volume de som ), histerias, manipulações psicológicas e emocionalismo típicos de protestantes pentecostais ( os do pior tipo ).

Carismático, pratique a leitura orante, base de toda a tradição contemplativa da Igreja.

Aprenda a se inspirar e a fortalecer-se na oração, meditação e contemplação ensinadas pelos santos ( S. Inácio de Loyola e seus Exercícios Espirituais já "curaram" muitas pessoas do carismatismo - aliás, só esse tipo de oração contemplativa regenera carismáticos ou os expulsa de vez da Igreja, já que não há barulheira nem falação ).

Descubra a beleza e a sacralidade dos ritos litúrgicos antigos da Igreja ( missa tridentina - rito extraordinário , ofício divino da liturgia das horas - não aquela zorra marxista do "ofício das comunidades", etc.). Mantenha a calma na missa, adore ao Santíssimo em silêncio, use gestos estáticos e sem agitação.

Deslumbre-se com o canto gregoriano dos salmos a pacificar sua alma e a lhe inspirar para a oração.

Ouça o que O Espírito tem a lhe dizer na oração contemplativa e na leitura orante da Bíblia e também dos autores espirituais ( S. Francisco de Sales, S.Inácio de Loyola, S.João da Cruz, S.Teresa de Jesus, S.Pedro de Alcântara, S. Luís Maria Grignion de Montfort, Thomas de Kempis, S. Catarina de Siena, Padres do Deserto e da Igreja - Patrística, etc.). Gaste tempo, acalme-se, escute mais e pare com o falatório. E sinta-se fortalecido e orientado para agir ( e aja! ) segundo a vontade de Deus revelada a você nesses momentos orantes. "Ora et labora", seja um contemplativo em ação, seja como os santos!

Estude o catecismo ( ler a Bíblia sem o catecismo aproxima você dos hereges e cismáticos protestantes, e também o afasta da Igreja ) e tome cuidado com as heresias protestantes ( o carismatismo é uma ramificação perigosa do pentecostalismo protestante norte-americano - o puritanismo também ). Todos os males e violências deste mundo partiram de heresias e do paganismo. O Brasil que deixou de ser católico tornou-se violento, desumano, egoísta, animalesco, materialista, frio, desonesto ( muito mais do que sempre foi - sempre houve fariseus ).

Aprenda a doutrina da sua Igreja: essa doutrina formou santos, pessoas virtuosas, equilibradas e corajosas que todos gostaríamos de ser. Leia biografias desses santos e dos fundadores de ordens e institutos religiosos para ter um modelo de vida, converter-se e até despertar vocações.

Troque a piedade mariana mercantilista ("me dá isso e aquilo..."), supersticiosa ("faça 3 disso ou 7 daquilo..."), piegas ( "mãezinha...") e sentimental por uma meditação séria e um vigoroso seguimento do exemplo de vida da corajosa, fiel e obediente Bem-Aventurada Virgem Maria. O mesmo vale para a piedade dos santos. Não seja interesseiro, santo não é despachante, parente rico e poderoso, nem juiz. Não rezamos para Deus escutar a nossa vontade, mas para que consigamos a graça de cumprir a vontade do Altíssimo.
Cuidado com o ecumenismo sem discernimento. Os protestantes querem que rezemos como e com eles mas eles nunca aceitam rezar conosco e como nós, nem aparecem em nossas capelas. Para eles, nós é que temos de mudar! E ainda nos criticam pelas costas e dizem que somos os anticristos e igreja do demônio! Não dá para misturar com esse pessoal! Pare de imitá-los.

Não rompa com a tradição da Santa Madre Igreja: Lutero fez o mesmo e deu no que deu - inúmeras seitas, cada qual mais podre e materialista. Há tanta riqueza de ensinamentos e espiritualidade na Tradição e no Magistério da Igreja ! Seja obediente e pare de passar por cima das regras que sua Mãe e Educadora lhe propõe.
Por que os carismáticos dizem ser da RCC, e não simplesmente católicos? Por que a RCC gosta tanto de se impor à Igreja e não de obedecê-la? Falta-lhes humildade? Por que o orgulho de ser "renovado" e diferente (!!! ) dos outros católicos? Vocês fundaram outra igreja? Por que a "Canção Nova" é a liderança da RCC no Brasil, e não os Papas? Dá menos trabalho?
Por que essa "Toca de Assis", uma versão pentecostal dos "Hare Krishna"? Rebeldia juvenil sem discernimento nem conversão verdadeira ( apesar de algumas boas intenções ) ?
Que loucura é essa? Pare para pensar.

Você verá que "Igreja fria" não é a Santa Igreja Católica,

mas sim a igreja modernista e tolerante do concílio,

a igreja materialista da teologia comunista e totalitária da libertação ( CNBB ),

a igreja dos fariseus ( que rezam "de boca" e não com a profundidade da alma, dando um baita mau exemplo de vida e de atuação na Igreja, espantando os bem-intencionados do templo e atraindo as críticas justas de ateus ou de outras religiões),

a igreja dos mercantilistas e capitalistas(que só se lembram de Deus para conseguir graças e vantagens via adulação)...

...e a igreja carismática, que propõe ressurreição sem cruz, cura sem conversão profunda, libertação sem entrega a Deus e à Santa Madre Igreja, fuga dos tormentos interiores com agitação exterior e cantorias, e inspiração do Espírito sem fazer silêncio para escutá-lo na oração, do jeitinho que os protestantes pentecostais gostam!

Mude de vida! A Tradição é a solução!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Infelizmente, devido ao alto grau de estupidez, hostilidade e de ignorância de tantos "comentaristas" (e nossa falta de tempo para refutar tantas imbecilidades), os comentários estão temporariamente suspensos.

Contribuições positivas com boas informações via formulário serão benvindas!

Regras para postagem de comentários:
-
1) Comentários com conteúdo e linguagem ofensivos não serão postados.
-
2) Polêmicas desnecessárias, soberba desmedida e extremos de ignorância serão solenemente ignorados.
-
3) Ataque a mensagem, não o mensageiro - utilize argumentos lógicos (observe o item 1 acima).
-
4) Aguarde a moderação quando houver (pode demorar dias ou semanas). Não espere uma resposta imediata.
-
5) Seu comentário pode ser apagado discricionariamente a qualquer momento.
-
6) Lembre-se da Caridade ao postar comentários.
-
7) Grato por sua visita!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar: