sexta-feira, 17 de julho de 2009

Mais sobre conspirações maçônicas. Nisto todos os autores concordam...até os não-católicos.


Todos os autores sobre o tema concordam com estas informações. Leia!


Encontrei isto num site protestante ( portanto nem tudo é digno de crédito por causa de nossas diferenças doutrinais, especialmente porque não perdem a chance de atacar a Igreja ).

O próprio autor do livro ( e o livro ) precisam ser lidos com cuidado.

Mas repare como até autores não-católicos procuram desmascarar a farsa maçônica.

Scarlet and the Beast (Escarlate e a Besta) — Vol. 1


Uma História Sobre a Guerra entre a Maçonaria Inglesa e a Maçonaria Francesa


Autor: John Daniel 3ª edição


30 capítulos, 20 apêndices, notas, bibliografia, índice, 1300 páginas



"Tudo, desde controle mental em massa, escravidão econômica, controle político, controle da mídia e controle militar, está sendo usado para implementar um programa para concretizar o domínio completo sobre o mundo." = guerra, fome e peste



Relação do Conteúdo



Introdução: O Que é a Maçonaria?





Maçom é a forma abreviada de franco-maçom (ou Pedreiro Livre). Franco-maçom é a forma abreviada de "maçom livre e aceito", um nome adquirido e resultante dos sucessos em guerras e revoluções políticas e religiosas; para esconder o envolvimento e o fomento de revoluções ao longo da história pela Maçonaria. A história secular se refere aos maçons como "homens livres". Maçonaria não é cristianismo, mas uma religião universal de salvação por meio da prática das obras, sem Cristo; na maçonaria, o Templo de Salomão representa secretamente a Torre de Babel, de forma que a Maçonaria é duplamente antissemítica e anticristã. Uma discussão acerca do amargo conflito entre a Maçonaria Inglesa (panteísta) e a Maçonaria Francesa (ateísta). Nas lojas maçônicas, em ambos os lados, existem membros composto por homens e mulheres. Graus de iniciação e conhecimento. Maçonaria e conspiração. Propaganda maçônica. Como os cristãos são enganados.



Capítulo 6: Música e Revolução. Efeitos psíquicos da música. Música maçônica usada na França para promover revolução (1785). O moderno Rock and Roll usado pela Maçonaria Inglesa para promover revolução. Lúcifer, o deus da música maligna.



Capítulo 7: A Conexão Judaica. Após a metade do século 18, a Maçonaria gentílica desprezando a Maçonaria judaica, promove uma revolução por meio de Moses Mendelssohn. Jacob Frank ataca o judaísmo ortodoxo. Início da reforma do judaísmo (1800). O judaísmo reformado faz um pacto com o Grande Oriente maçom. Rothschild e a Maçonaria Inglesa (1801). A Maçonaria templária coloca Napoleão no poder (1799); Sião e a Maçonaria Inglesa se opõem a Napoleão. Rothschild financia Napoleão contra os monarcas e financia os monarcas contra Napoleão. A Grande Loja e o Grande Oriente franceses aderem aos graus do Rito Escocês (1801). O Rito Escocês, também chamado de Rito Judaico, é a Sinagoga de Satanás mencionada em Apocalipse 2:9 e 3:9. De acordo com as Escrituras, o Rito Escocês não é controlado por judeus, mas por gentios que se dizem judeus e não o são.



Capítulo 8: A Conexão Jesuíta. A supressão dos jesuítas em 1773 instigada pela Maçonaria. Infiltração maçônica na Igreja Católica. Voltaire, Maçonaria, e anticatolicismo (1726-1778). Desinformação atrai os cristãos para a Maçonaria, minando protestantes contra católicos e desacreditando o clero. O papa João XXIII (1958) — um papa maçom. Após o Concílio Vaticano II (1962-1965), os dirigentes jesuítas aliam-se à Maçonaria. Os jesuítas sul-americanos e a Maçonaria do Grande Oriente, cooperam na Teologia da Libertação. A Maçonaria assassina o papa João Paulo I (1978). A Maçonaria realiza tentativa de assassinato do papa João Paulo II (1981).


Capítulo 9: Educação Secular: Uma Cópia Maçônica. Karl Marx, uma cria maçônica (1844). Legado educacional de Marx. Escolas públicas maçônicas na América (1820). A Maçonaria funda a Associação Nacional de Educação (NEA), em 1857. A Maçonaria, a força por trás da criação do Departamento de Educação e a consolidação das escolas. A Maçonaria funda o Conselho Nacional de Igrejas. Um deus andrógino e castrado. Lista de igrejas e pastores sem fé. A Maçonaria planeja a destruição do cristianismo na América por intermédio de pastores maçons. Cópia idêntica usada contra a igreja durante a Revolução Maçônica na França, em 1789.



Capítulo 10: Controle Maçônico da Mídia. Adam Weishaupt controla a mídia para propagar a revolução (1780). Comprovação de que a Maçonaria controlava a mídia antes e depois da Revolução Francesa. Comprovação de que a maçonaria controlou a mídia durante toda a revolução. Comprovação de que a Maçonaria controla a mídia na America atualmente. O maçom Voltaire lista os dez passos necessários para destruir o cristianismo na velha França do século 18 e que têm obtido sucesso na América desde 1940.



Capítulo 12: Maçonaria Francesa Tenta, Tenta e Tenta Novamente. A Revolução Francesa de 1830. Maçonaria e a Revolução Italiana (1834-1860). Teriam Weishaupt e Mazzini uma conexão? Giuseppe Mazzini, revolucionário italiano e fundador da Máfia, funda a Maçonaria internacional (1871) para espalhar e revolução pelo mundo. O Grande Oriente francês desenvolve o conceito de comunismo (1840s). Revolução Comunista Francesa de 1848. Revolução Comunista Francesa de 1871. França, um Estado completamente maçom.



Capítulo 15: Lúcifer: Deus da Maçonaria. Rito Luciferiano é adotado pelo Supremo Concílio. Albert Pike, maçom do Grau 33, apresenta a doutrina luciferiana (1889). Relato bíblico da queda de Lúcifer. Fé versus Razão. Paladianismo — Rito Superluciferiano. O Luciferianismo torna-se doutrina universal da Maçonaria. A Nova Era, um movimento luciferiano da Maçonaria nos dias de hoje.



Capítulo 16: Maçonaria e o Movimento Nova Era. Ateus, espíritas e luciferianos reunidos no grande Congresso em Paris (1889). Sublojas maçônicas da Nova Era. Construindo o movimento da Nova Era. Aleister Crowley, maçom do Grau 33 e líder de duas sublojas da Nova Era executa assassinatos rituais satânicos e fomenta o uso de drogas ilícitas.



Capítulo 17: O Movimento de Nova Era Unifica a Maçonaria Inglesa e Francesa. A Maçonaria Inglesa funda a Loja Quatuor Coronati para investigação maçônica (1886). A Quatuor Coronati organiza a Ordem da Alvorada Dourada (Golden Dawn, em 1887). A Alvorada Dourada utiliza a suástica como símbolo e pratica sexo livre sob a influência de drogas. A Quatuor Coronati organiza a Ordem dos Templários do Oriente (OTO) em 1902. A OTO pratica sacrifícios humanos. A Alvorada Dourada e a OTO cooperam para a criação da contracultura das drogas, música Rock e sexo nos anos 1960s. A OTO, mãe do Movimento de Nova Era, tenta a unificação da Maçonaria inglesa, americana e francesa. A Lucis (Lúcifer) Trust, de Nova York, financia o Movimento de Nova Era nos EUA. Lista de americanos proeminentes que são membros da Lucis Trust.



Capítulo 20: A Primeira Guerra Mundial Maçônica. Durante a última metade do século 19, o Supremo Conselho da Maçonaria Universal no plano dos 60 anos para provocar uma guerra mundial e derrubar todos os tronos e altares de uma vez só. Fase Um — dividir o mundo em duas partes antagônicas (monarquistas contra republicanos) por intermédio de tratados de paz negociados pela Maçonaria ao longo de um período de mais de 50 anos. Fase Dois — dar início a uma guerra mundial criando incidentes na Europa, cujas causas iriam provocar o efeito desejado. De 1908 até 1913, sete incidentes instigados pela Maçonaria fracassam. Em Sarajevo (1914), o assassinato maçônico do arquiduque Francisco Ferdinando, da casa dos Habsburgos, herdeiro do trono austro-húngaro, provoca a Primeira Guerra Mundial. Detalhes da conspiração maçônica. Trechos extraídos de depoimentos dão a certeza de que havia maçons envolvidos no assassinato do arquiduque Ferdinando.



Capítulo 22: A Revolução Maçônica na Rússia. A Maçonaria planeja testar o comunismo. A Rússia volta-se em 1843 para a experiência comunista. Século da intriga maçônica na Rússia. Grande Oriente Maçônico e o satanista Mikhail Bakunin (1814-1876) preparam a Revolução Comunista na Rússia. O maçom do Grande Oriente Vladimir Lênin levanta a bandeira de Bakunin. O maçom e rosa-cruz Joseph Stalin assalta bancos (1903-1905) para financiar a Revolução Leninista. O maçom do Grande Oriente Leon Trotsky em disputa com Lênin. Duas Revoluções Russas em 1917, a socialista em fevereiro e a comunista em outubro. Os comunistas chacinam 50 milhões de russos das classes média e alta entre 1919 e 1938. URSS, o primeiro Estado do Grande Oriente Maçônico. A Maçonaria Inglesa e o plano de 59 anos para derrubar a União Soviética. O maçom inglês Kim Philby vai para a Rússia (1962) com instruções de levar ao poder um comunista que venha a dissolver a União Soviética. A URSS é dissolvida pelo maçom Mikhail Gorbachev (1991).



Capítulo 24: Competindo Pela Governabilidade Mundial — A Mesa Redonda Versus Liga das Nações. A estirpe patriota inglesa. O maçom Cecil Rhodes e a Bolsa de Estudos Rhodes (1902). Mesa Redonda (1909), um apêndice da Maçonaria Inglesa. A Maçonaria Francesa funda a Liga das Nações. A Mesa Redonda funda em 1921 o Conselho de Relações Exteriores (CFR) para infiltrar a política americana. A Mesa Redonda conspira contra a Liga. O CFR cria a ONU.



Capítulo 25: Maçonaria Inglesa e o Projeto Hitler. Frentes místicas da Maçonaria Inglesa (Alvorada Dourada e OTO) criam Hitler. O maçom Edward George Bulwer-Lytton (morto em 1872), padrinho do nazismo. Suástica, símbolo da Alvorada Dourada. A Alvorada Dourada funda em Berlim a Sociedade Thule. Maçonaria Inglesa cria o mito do Santo Graal para a Thule. A Sociedade Thule e o antissemitismo. Hitler e o misticismo em torno do Graal. Hitler e o antissionismo. A Maçonaria Inglesa financia Hitler com o intento de destruir a Maçonaria Francesa.



Capítulo 26: Hitler e a Destruição da Maçonaria Francesa. A Itália Fascista bane a Maçonaria em 1925. Maçonaria italiana trama o assassinato de Mussolini. Centenas de maçons são banidos para as Ilhas Líparas para morrerem de fome. A Alemanha nazista bane a Maçonaria em 1935. A Maçonaria é abolida da Áustria em 1938 e 90% dos maçons são enviados para campos de concentração — muitos eram judeus. Fechamento de todas as lojas maçônicas da Tchecoslováquia em 1939, aprisionamento de seus membros, execução de seus líderes — em sua maioria judeus. Fechamento de todas as lojas na Grécia e Holanda em 1940 e detenção de centenas de líderes maçons. Maçons sofrem igual punição na Bélgica, Noruega, Dinamarca, Polônia, Romênia, Iugoslávia, França, Espanha, Japão, China, Filipinas, Cingapura, Malásia, Birmânia, Tailândia e Indochina.



Capítulo 27: Yalta, Maçonaria do Pós-Guerra e as Nações Unidas. Os EUA provocam o Japão a atacar Pearl Harbor. Hitler planeja a "solução final" contra os judeus. Políticos maçons do pós-guerra, substituem os líderes vencidos da Europa e do Japão. Governos mundiais do pós-guerra, reorganizados sob o controle maçônico. Os maçons negociam com Stalin em Yalta. Restauração das lojas alemãs e italianas no pós-guerra. Maçons são protegidos nos julgamentos de Nuremberg. Ex-nazistas são contratados para construir a Inteligência no Ocidente; a CIA; o nazismo internacional e as drogas em países sul-americanos. Maçonaria inglesa, ONU, FMI e as drogas.



Capítulo 28: O Endereço da Escarlate. Revoluções modernas da Maçonaria, profetizadas por Ezequiel. Mistérios babilônios existentes na igreja romana durante a Inquisição. De Roma para Londres. Apocalipse 17-18 lança luz sobre a Maçonaria Inglesa e os mistérios babilônios. Os juramentos identificam os mistérios babilônios com a Maçonaria. Apocalipse 18,23b mostra os maçons ingleses como traficantes de drogas. Londres está construída sobre sete colinas (Comissão Trilateral das Sete Nações). Jeremias descreve Londres como a moderna Babilônia. A Maçonaria americana nomeou a rainha Elizabeth II "Rainha da Babilônia.".



Scarlet and the Beast — Vol. 3Maçonaria Inglesa, Bancos e o Comércio Ilegal de Drogas.


Autor: John Daniel 8 Capítulos, notas, bibliografia, índice — 221 páginas
Relação do Conteúdo



Introdução: Drogas, Ocultismo e Engano. A Cabala judaica contém os antigos mistérios e tradições herdadas pelos rabinos judeus, que eles adquiriram durante o cativeiro babilônio (606-536 AC). A Cabala estava presente no Jardim do Éden, Adão e Eva ingeriram drogas alucinógenas para adquirir conhecimento. Existe, no livro de Gênesis, alguma indicação acerca desse relato? O que o livro de Apocalipse fala sobre o uso de drogas nos dias finais?



Capítulo 1: Antigos Mistérios Babilônios e as Drogas. Os antigos mistérios religiosos faziam uso de drogas em seus rituais, como: bebidas sagradas, pastilhas de ópio, doces com haxixe e bolos de maconha. Drogas usadas como afrodisíacos durante os ritos religiosos pagãos, durante as missas negras e durante encontros sexuais com Satã.



Capítulo 2: Modernos Mistérios Babilônios e as Drogas. A Companhia Britânica das Índias Ocidentais (BEIC) — o distribuidor ilegal de drogas para o mundo de 1603- 1873. A BEIC foi um estabelecimento das lojas maçônicas para proteger o comércio ilegal de drogas. A Guerra do Ópio entre Inglaterra e China. A China cede Hong Kong para Londres para estabelecer um banco de drogas. A Sociedade da Tríade Chinesa vence a revolução maçônica com Chiang Kai Shek. Da democracia para o comunismo.



Capítulo 3: A Maçonaria Inglesa e a Agenda Secreta para o Controle Político da América. A Maçonaria Inglesa usa os diamantes e o ouro extraídos da África do Sul para financiar os fabricantes de ópio do sul da Ásia. O maçom Cecil Rhodes e as Bolsas de Estudo Rhodes. Como as sociedades semissecretas inglesas foram usadas como fachadas para o comércio ilegal de drogas.



Capítulo 4: Maçonaria e o Banco Central. A ascensão da casa maçônica de Rothschild. Correspondências falsificadas, comércio interior e o Banco Central. A Maçonaria Inglesa centraliza suas riquezas na Suíça. Assassinato de presidentes americanos que resistiram ao Banco Central. Londres planeja dividir os EUA por meio da guerra civil. O maçom John Brown incita a guerra civil. As jurisdições do sul e do norte do Rito Escocês e a Guerra Civil Americana. Os Cavaleiros do Círculo Dourado — um front maçônico. Maçonaria e a Confederação Sulista. Bancos maçônicos em Wall Street. Lincoln luta contra o Banco Central.



Capítulo 5: Gradualmente: Ouro, Dólares, Dívidas e Drogas. O maçom de grau 33 John Wilkes Booth é contratado por Londres para assassinar Lincoln. Cavaleiros da Ku Klux Klan — um front do Rito Escocês. Jesse James, maçom de Grau 33, rouba bancos para financiar a segunda guerra civil na América. Londres e o seu papel na criação do Federal Reserve em 1913. Londres e o seu papel na quebra da Bolsa de Valores em 1929. Londres cria o Banco Mundial em 1930 para pilhar as reservas de ouro das nações europeias. O Federal Reserve confisca ouro de cidadãos americanos em 1933. Gastos e déficits, a estrada para o enriquecimento dos bancos maçônicos ingleses. A Maçonaria Inglesa obtém sucesso no plano para assaltar o ouro de Fort Knox. Os Estados Unidos e as drogas.



Capítulo 6: A Maçonaria e os Terroristas. Braço direito dos terroristas sul-americanos e europeus, controlado pela Maçonaria. Provas da morte do banqueiro italiano Roberto Calvi ter sido um assassinato ritual maçônico. Maçonaria inglesa, CIA, FBI e as drogas ilegais. Provas de que John F. Kennedy foi assassinado por causa de interesses maçônicos ingleses. A Comissão Warren, uma ocultação maçônica. O assassinato maçônico do papa João Paulo I. Lojas maçônicas europeias e sul-americanas e as drogas. A guerra das drogas nas Ilhas Falklands.



Capítulo 7: Londres e a Guerra das Drogas Contra a América. Maçonaria e a Máfia. Maçonaria realiza atentado contra o papa João Paulo II. Mafiosos étnicos e a Maçonaria. Quatuor Coronati — uma loja maçônica para pesquisa com drogas. O maçom George Orwell expõe os planos da Maçonaria Inglesa para destruir os EUA por meio das drogas ilegais. A contracultura maçônica das drogas. Grupos britânicos de Rock and Roll abrem novos mercados de drogas para a Maçonaria Inglesa.



Capítulo 8: Vietnã e a Guerra das Drogas. De 1949 a 1950, Chiang Kai Shek e a Tríade perdem a corrida das drogas para o comunismo. Chiang e seu exército fogem para Birmânia para construir um império de ópio. A China Vermelha apoia o Vietnã do Norte em sua tentativa de recuperar o comércio birmanês de ópio. A Inteligência britânica treina a CIA para financiar a guerra secreta contra o comunismo e o dinheiro das drogas birmanesas. Após os anos 1950, a CIA se movimenta na Birmânia para ajudar os barões do ópio em sua luta contra o controle comunista. A CIA transporta drogas para os barões do ópio. A guerra das drogas no sudeste asiático uma escala da guerra do Vietnã. Fidel Castro vence a revolução comunista em Cuba e expulsa a máfia. John F. Kennedy é assassinado por tentar interromper a guerra das drogas no Vietnã e a operação da Baía dos Porcos. A cooperação entre a CIA e o cartel sul-americano de drogas no uso do aeroporto de Mena, no Arkansas.



http://www.espada.eti.br/escarlate.asp ( o site dos protestantes ).



Após a Sociedade de Thule selecionar Adolf Hitler como líder da Nova Ordem Mundial, enfrentou o problema da implementação prática desse objetivo. Eles perceberam que seus planos para domínio mundial requeriam o controle do poder militar alemão; no entanto, os militares são controlados por aqueles que detêm o poder político e a Alemanha era uma democracia. Portanto, a Sociedade de Thule criou o Partido Nazista. Os espíritos-guia da Sociedade de Thule tornaram-se os espíritos-guia do Partido Nazista. Em apenas dez tumultuosos anos, Hitler galgou até o mais alto cargo político, a partir do qual se catapultou para a posição de ditador absoluto em 1933. Em 1938, Hitler iniciou sua Solução Final para o problema judaico, dando início ao Holocausto. Em 1939, ele iniciou a Segunda Guerra Mundial, que durou até meados de 1945. Enquanto leio os resultados, lembre-se das palavras emTiago 1:15: "Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte." Por volta de 1945, o pecado oculto concebido pela Sociedade de Thule tinha chegado à sua total conclusão. Estes são os resultados: [A fonte é The Webster Family Encyclopedia, volume 19, 1984, pg 492-3].
* Exércitos enormes foram mobilizados em todo o mundo:
Rússia: 12,5 milhões de homens
EUA: 12,4 milhões de homens
Alemanha: 10 milhões de homens
Japão: 6 milhões de homens
França: 5 milhões de homens
Grã-Bretanha: 4,7 milhões de homens
Itália: 4 milhões de homens
China: 3,8 milhões de homens
Canadá: 1,1 milhão de homens
Total mundial de homens mobilizados: 59,5 milhões.
O número total de mortos foi quase incompreensível:
Rússia: 10 milhões de soldados e 10 milhões de civis
Alemanha: 3 milhões de soldados e 500 mil civis
Japão: 2 milhões de soldados e 500 mil civis
Itália: 330 mil soldados e 80 mil civis
Grã-Bretanha: 350 mil soldados e 60 mil civis
França: 200 mil soldados e 200 mil civis
China: 1,3 milhão de soldados, não há estimativas sobre o número de civis
Polônia: 600 mil soldados e 5 milhões de civis
Estados Unidos: 390 mil soldados (a perda de vidas de civis foi muito pequena)



Total em perdas de vidas humana: 18,2 milhões de soldados e 16,3 milhões de civis, somando mais de 34 milhões de mortes. Quando você acrescenta os 18 milhões de mortes nos campos de concentração, verifica que mais de 52 milhões de pessoas pereceram como resultado final das práticas ocultistas e dos objetivos da Nova Ordem Mundial dessa Irmandade Alemã de Sociedade da Morte, a Sociedade de Thule. Os seis milhões de judeus que morreram com a Solução Final de Hitler, representavam dois-terços da população judaica mundial.



Hitler chegou perto de ganhar a Segunda Guerra Mundial, mas o tempo de Deus ainda não estava esgotado. Entretanto, alguns dos efeitos resultantes da Segunda Guerra Mundial serviram para preparar o palco para o ímpeto atual em direção à Nova Ordem Mundial.



Em seu livro The Externalization of the Hierarchy [A Exteriorização da Hierarquia], Alice Bailey diz que o mundo precisa ser unido regionalmente antes de poder ser unido globalmente. Stalin repetiu esse conceito pouco antes de morrer, em 1953. A Segunda Guerra Mundial certamente forneceu o ímpeto para esse tipo de reorganização. O mundo foi reorganizado militarmente com a OTAN na Europa, o Pacto de Varsóvia na Europa Oriental, e a SEATO, na Ásia. A regionalização econômica também ocorreu seguindo o mesmo padrão. Diversas regionalizações culturais, econômicas e religiosas foram criadas desde a Segunda Guerra Mundial.



O Governo Global foi criado como a Organização das Nações Unidas, em 1948. Um esforço similar foi orquestrado após a Primeira Guerra Mundial com a Liga das Nações, mas fracassou. Uma das primeiras ações das Nações Unidas foi criar a nação de Israel, cumprindo assim as profecias de Deus sobre o retorno de seu povo à Terra Prometida nos últimos dias.



Progressos tecnológicos tremendos foram alcançados como parte do esforço de guerra. A bomba atômica foi criada, o avião a jato, o foguete e as telecomunicações modernas. O autor de nova era Allen Neuharth, em seu livro Nearly One World, diz que essas invenções levaram o mundo para o limiar do governo, economia e religião globais, isto é, a Nova Ordem Mundial.



Essa breve revisão dos efeitos pós-Segunda Guerra mostra claramente que muito foi feito para armar o palco para a Nova Ordem Mundial. Vamos agora revisar alguns dos objetivos que as sociedades secretas têm para a Nova Ordem Mundial. Tenha em mente que a Caveira e Ossos é a força motriz e é a "primeira entre as iguais" entre todas as outras sociedades secretas e todas as outras organizações abertas que estão compromissadas com essa nova ordem.



Um governo mundial — a única resposta para os problemas do homem.



Uma economia mundial.



Uma religião mundial — As ações malignas do homem são historicamente atribuídas às divisões em muitas diferentes religiões. Portanto, muita ênfase está sendo colocada na reunificação em uma única religião. O atual movimento ecumênico está liderando as ações em busca desse importante objetivo. Em um seminário em Boston, em agosto de 1991, o diretor da Sociedade Teosófica da Nova Inglaterra afirmou que no momento apropriado na história, o papa católico romano viajará a Jerusalém para participar de uma conferência religiosa mundial. Em seu discurso, ele declarará que todas as religiões do mundo devem ser unificadas em uma só. Assim, o plano de Alice Bailey, definido há mais de 50 anos, será cumprido, isto é, o Grande reinstituirá a Antiga Religião de Mistérios como a Religião da Nova Ordem Mundial. "Esses mistérios, quando restaurados, unificarão todas as fés." [The Externalization of the Hierarchy, pg 573, escrito em 1946.].



Um dos planos mais básicos após a implantação da Nova Ordem Mundial é a redução drástica da população, dos atuais 6 bilhões para somente 2 bilhões, por volta do ano 2000 [Constance Cumbey, Hidden Dangers of the Rainbow (leia a resenha)]. Assim, o aborto e o controle da natalidade foram identificados desde cedo como necessários para iniciar a redução da população. A ênfase atual sobre os efeitos devastadores do homem sobre a Terra, sobre o aquecimento global e sobre a poluição destina-se a convencer as pessoas que somente unidos, a ação drástica das Nações Unidas poderá salvar o planeta do colapso.



Entretanto, o ano 2000 está próximo [Nota do tradutor: Este artigo foi escrito em 1996.] Como essa redução drástica será obtida em um prazo de tempo tão curto? A resposta básica é guerra.



Alice Bailey, em seu livro The Externalization of the Hierarchy, pg 548, diz que a bomba atômica será entregue ao Governo Global e será usada contra qualquer nação que se recusar a seguir a Nova Ordem Mundial.
Bill Cooper, em seu livro Behold a Pale Horse, cita um documento da sociedade secreta Bilderberg, que é um braço da Caveira e Ossos. "Como a maior parte do público não exercitará restrição econômica... precisamos tomar o controle do mundo pelo uso das armas silenciosas da economia em uma forma de guerra silenciosa e reduzir os níveis perigosos de consumo do mundo até um nível seguro por meio de um processo benevolente de escravidão e de genocídio." [pg 49].



Como alguém pode pensar que escravidão e genocídio sejam benevolentes? Esse era exatamente o pensamento de Adolf Hitler quando estava planejando sua Nova Ordem Mundial. Ele iria livrar o mundo de tudo o que era indesejável por meio da guerra benevolente. Vimos os resultados horríveis anteriormente; entretanto, os números são pequenos quando comparados com a morte planejada de 4 bilhões de pessoas.

Neste ponto, você pode protestar dizendo que a Nova Ordem Mundial está sendo obtida pacificamente. É verdade, e quando estiver totalmente implementada, cumprirá a profecia bíblica que diz: "Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão." [1 Tessalonicenses 5:3].



Além disso, esses planos, se executados, também cumprirão a profecia bíblica em Apocalipse 6:4, que diz: "E saiu outro cavalo, vermelho; e ao que estava assentado sobre ele foi dado que tirasse a paz da terra, e que se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada."



Em outro portal:



As pessoas não se rebelam contra o fato de não serem livres quando elas pensam que são! A Illuminati têm trabalhado para uma agenda longamente planejada e coordenada para criar um governo mundial, um banco central, um exército, e uma população micro-controlada ligada a um computador global. Qualquer um com um cérebro operacional pode ver que todas estas coisas estão emergindo agora, sempre mais rapidamente.





Debaixo deste edifício de poder global, super estados são projetados como a União européia (evoluída da CEE), a União Americana (a ser evoluída do NAFTA), e a União do Pacífico (a ser evoluída da APEC). a OTAN (fundindo-se com a operação de pacificação da ONU) é planejada para ser o exército mundial, a força policial mundial, para manter na linha os países que não desejam conceder sua soberania ao governo mundial da Illuminati, o qual é planejado para evoluir através das Nações Unidas. A estrutura de controle global consiste em pirâmides dentro de pirâmides. Muito parecido com bonecas russas, uma boneca dentro da outra. Se você olhar para qualquer organização hoje você verá que é estruturada como uma pirâmide. Aqueles na base da pirâmide não têm nenhuma idéia do que a organização para a qual eles trabalham está realmente fazendo. Eles apenas fazem o seu trabalho e vão para casa todo dia. Eles não sabem como o que eles fazem se conecta com a contribuição de outras pessoas para criar um padrão e direção muito óbvio e sinistro. Só os poucos no topo sabem disso. Desse modo, poucos podem manipular milhares em uma organização para avançar uma agenda que esses milhares nem sabem que existe.





Há uma versão global disto que manipula bilhões da mesma maneira. Essas organizações "individuais", sejam elas bancos, corporações trans-nacionais, impérios de mídia, OTAN, etc., ajustam-se então em pirâmides até mesmo maiores. assim, por exemplo, você descobre que no topo da pirâmide bancária global, todos os bancos são, no final das contas, controlados pelas mesmas pessoas - os Illuminati. O mesmo com as corporações transnacionais, mídia, e assim por diante. Há uma pirâmide global que cerca as pirâmides dos bancos, dos negócios, da mídia, do exército, da política, e das outras instituições que movem o planeta. No topo desta pirâmide você encontra a elite da Illuminati que orquestra a sua agenda para o controle global através de todas as suas organizações aparentemente desconectadas. É por isso que houve um movimento incessante para a centralização do poder global em todas as áreas de nossas vidas, bancos, negócios, mídia, política, o que quer que seja. Isto é orquestrado pelas MESMAS pessoas em conformidade com a MESMA agenda. Você achará uma corrente de artigos neste site que lhe dará um pano de fundo detalhado para esta agenda e há informações infinitas em meus livros que você poderá encomendar do meu website.





A Illuminati manipula a humanidade pela mente e pelas emoções. Há muitas pessoas e poucos Illuminati para controlá-las fisicamente, exceto em uma escala pequena. Eles têm que manipular o modo que as massas pensam e sentem, assim nós vivemos nossas vidas e vemos o mundo do modo que a Illuminati quer que nós vejamos.





Por exemplo, a mais poderosa das técnicas de manipulação é uma que eu chamo Problema-Reação-Solução. Ela funciona assim: Você quer introduzir algo que você sabe que as pessoas não vão gostar. Esse algo pode ser mais poder para a polícia, uma erosão adicional de liberdades básicas, até mesmo uma guerra. Você sabe que se você oferecer estas políticas abertamente as pessoas reagirão contra elas.





Assim você cria primeiro um PROBLEMA, uma taxa de crime ascendente, mais violência, um atentado terrorista, um colapso do governo, ou você pega uma de suas marionetes, como Saddam Hussein, para ir à guerra. Você assegura-se que outra pessoa seja culpada por este problema e não você (que na verdade é quem está por trás de tudo). Assim você cria um "bode expiatório", como eles os chamam na América, um Timothy McVeigh ou um Lee Harvey Oswald. Então, você usa sua mídia para dizer as pessoas o que eles devem pensar sobre seu evento fabricado e quem eles devem culpar por isto.





Isto nos traz para o estágio dois, a REAÇÃO das pessoas: "Isso não pode continuar, o que ELES vão fazer sobre isto? Então, isto permite que ELES ofereçam abertamente a SOLUÇÃO aos problemas que eles criaram - nova legislação que avança a agenda deles de centralização do poder global ou a erosão de mais liberdades básicas.





Esta técnica está sendo usada todo o tempo na mente e nas emoções humanas, não menos com uma corrente de crianças e adultos mente-controlados que enlouquecem com armas ao redor do mundo e imediatamente incitam leis de controle de armas.





Eu digo isto como alguém que não tem armas e acredita apaixonadamente em não-violência. Mas se nós vamos ser sábios, nós precisamos olhar além de nossas próprias convicções e perceber que a Illuminati está buscando sistematicamente desarmar aqueles que USARIAM armas contra eles. Logo antes de Adolf Hitler começar a encher os campos de concentração ele introduziu a mesma legislação anti-arma que nós estamos vendo hoje no mundo inteiro. Nós estamos agora em um momento crucial na história desta agenda. Tantas cartas estão esperando para serem jogadas pela Illuminati nos próximos 12 meses.





Nós estamos em uma encruzilhada na história humana. Nós podemos escolher liberdade ou cair sobre o controle de um estado global fascista, uma versão global da Alemanha nazista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Infelizmente, devido ao alto grau de estupidez, hostilidade e de ignorância de tantos "comentaristas" (e nossa falta de tempo para refutar tantas imbecilidades), os comentários estão temporariamente suspensos.

Contribuições positivas com boas informações via formulário serão benvindas!

Regras para postagem de comentários:
-
1) Comentários com conteúdo e linguagem ofensivos não serão postados.
-
2) Polêmicas desnecessárias, soberba desmedida e extremos de ignorância serão solenemente ignorados.
-
3) Ataque a mensagem, não o mensageiro - utilize argumentos lógicos (observe o item 1 acima).
-
4) Aguarde a moderação quando houver (pode demorar dias ou semanas). Não espere uma resposta imediata.
-
5) Seu comentário pode ser apagado discricionariamente a qualquer momento.
-
6) Lembre-se da Caridade ao postar comentários.
-
7) Grato por sua visita!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar: