quinta-feira, 7 de maio de 2009

Lectio Divina: leitura orante.

Leitura Orante da Bíblia
Estamos em setembro: mês da Bíblia. Com certeza, em nossas liturgias, muita coisa se fará ressaltando a importância da Palavra de Deus em nossas vidas. Contudo, observo como tantos cristãos-católicos possuem tão pouca intimidade com a Bíblia! Em muitos casos, a leitura e a reflexão da Palavra ficam restritas ao que o Padre diz na missa de domingo, não fazendo parte do cotidiano de nossas casas. Assusta-me o fato de que a Bíblia, em muitas residências, não passa de mero adereço nos espaços comuns, como, por exemplo, na estante da sala de estar, sobre a televisão.
O Concílio Vaticano II nos ensina que “só pela luz da fé e meditação da Palavra de Deus, pode alguém, sempre e por toda a parte, reconhecer Deus, em quem vivemos e nos movemos e somos (At 17,28), procurar em todo o acontecimento a Sua vontade, ver Cristo em todos os homens”.(Vat. II, Apostolicam Actuositatem, 4). Disto podemos apreender que a Palavra de Deus não é letra morta em um passado longínquo, mas “Palavra Viva” de um presente salvífico, onde Deus se nos revela no cotidiano de nossa existência. É palavra a ser sempre lida e atualizada em nosso cotidiano.
Por isso, convido a você, caro leitor, a conhecer e passar a utilizar de um método de leitura da Bíblia muito antigo, mas extremamente atual: a Leitura Orante da Bíblia (também conhecida como Lectio Divina).
O que é a Leitura Orante?
Inicialmente, a Leitura Orante não surge como um método de leitura organizado, mas sim, fazia parte do trato cotidiano que a comunidade tinha com a palavra de Deus. Portanto, originalmente, a Leitura Orante nada mais era do que a leitura da Bíblia que os fiéis faziam para alimentar sua caminhada, ou seja, iluminar sua vida a partir da fé.
Encontramos a expressão Lectio Divina já presente em Orígenes (séc. III d.C.). Contudo, sua forma sistematizada em quatro passos (forma como nós a conhecemos hoje) só aparecerá no início do século XII, com o prior da Grande Cartuxa, o monge Guigo.
Quais são os passos da Leitura Orante?
A estrutura clássica da Lectio Divina compreende quatro passos: Leitura, Meditação, Oração e Contemplação. Contudo, para quem está iniciando, proponho 10 passos que, na verdade, são os passos clássicos, desenvolvidos de maneira a simplificar uma primeira experiência com este método.
Os dez passos da Leitura Orante?

1 – Coloque-se em oração. Busque estar em um ambiente silencioso e em uma posição agradável. Inicie invocando o Espírito Santo. Ele que é a presença constante do Ressuscitado em nós, possa ampliar nosso horizonte de visão e, assim, perceber a vontade de Deus.

2 – Escolha um texto e leia de maneira atenta e lenta. Sem pressa! Saboreie!

A título de exemplo, já que nos encontramos em pleno Ano Paulino, proponho o texto de Ef 4,7-16. Quando for necessário, darei algumas informações para ajudar no exercício.
“7 Mas a cada um de nós foi dada a graça, segundo a medida do dom de Cristo, 8 pelo que diz: Quando subiu ao alto, levou muitos cativos, cumulou de dons os homens (Sl 67,19).9 Ora, que quer dizer ele subiu, senão que antes havia descido a esta terra? 10 Aquele que desceu é também o que subiu acima de todos os céus, para encher todas as coisas.11 A uns ele constituiu apóstolos; a outros, profetas; a outros, evangelistas, pastores, doutores,12 para o aperfeiçoamento dos cristãos, para o desempenho da tarefa que visa à construção do corpo de Cristo,13 até que todos tenhamos chegado à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, até atingirmos o estado de homem feito, a estatura da maturidade de Cristo. 14 Para que não continuemos crianças ao sabor das ondas, agitados por qualquer sopro de doutrina, ao capricho da malignidade dos homens e de seus artifícios enganadores. 15 Mas, pela prática sincera da caridade, cresçamos em todos os sentidos, naquele que é a cabeça, Cristo. 16 É por ele que todo o corpo - coordenado e unido por conexões que estão ao seu dispor, trabalhando cada um conforme a atividade que lhe é própria - efetua esse crescimento, visando a sua plena edificação na caridade.”

3 – Terminada a leitura, faça um momento de silêncio. Sem voltar ao texto escrito ainda, traga à memória aquilo que você acabou de ler.

4 – Volte ao texto e faça mais uma leitura atenta; frase por frase. Procure apreender bem o sentido de cada versículo. Perceba elementos que você não tinha percebido na primeira leitura. Escute o que o texto diz!

No texto que temos para nossa meditação, Paulo nos lembra que, como Igreja, estamos unidos, formando um só corpo em Jesus. Na diversidade de nossos dons, todos concorremos para o nosso próprio crescimento e para o desenvolvimento deste corpo. No exercício da caridade, que é amor fraterno, vamos amadurecendo até chegar à estatura da maturidade de Cristo, deixando de lado as inconsistências próprias de alguém infantilizado, buscando a constância que só vem da maturidade humana e da fé.

5 – Agora é hora de trazer o texto para o seu contexto vital. Atualize! Em que o texto me ajuda a viver a vida?
Inspirado pelo texto que estamos meditando, pergunte-se como andam suas posturas diante da fé e da vida. Você realmente tem buscado crescer, de modo a se tornar cada vez mais humano?
6 – Amplie seu campo de visão! Veja com quais outros textos bíblicos o texto escolhido se relaciona.
Por exemplo, com relação ao texto de Ef 4,7-16 encontramos ressonâncias em Col 2,19.

7 – Leia de novo, rezando o texto e respondendo a Deus.

8 – Faça um compromisso de vida. Transforme a sua oração em atos concretos
.
9 – Escolha e reze um salmo apropriado.

10 – Escolha uma frase do texto que você leu para memorizar como resumo de sua oração.

Espero que este método possa ajudá-lo a introduzir a leitura e meditação da Palavra de Deus em seu cotidiano. Como se trata de oração, você não precisa seguir a risca os dez passos. Comece por eles, para ganhar certa segurança no caminho. Depois de alguns dias, adapte e crie você mesmo um método de meditação e oração.
Diácono Maikel, C.Ss.R

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar: