quinta-feira, 7 de maio de 2009

Apocalipse e nossos dias.

EXTRACTO DAS PASSAGENS PROFÉTICAS,
DAS MENSAGENS DA VIRGEM MARIA DADAS AO
PADRE GOBBI
Extraído do volume 2 do GPS
Foi com base neste resumo que a Mônica Abeid fez o índice temático sobre o Padre Gobbi.
Padre Gobbi 7 de Julho de1973
"Renova, neste dia, a tua consagração ao meu Imaculado Coração! És meu, és propriedade minha. Deves, em cada momento, ser aquilo que Eu quero. Deves, em cada momento, fazer tudo quanto te pedir. Não temas. Eu estarei sempre contigo. Estou agora a preparar-te para grandes coisas, mas pouco a pouco, como faz a mãe, com o filho pequenino (...)".
Padre Gobbi 16 de Julho de 1973
Serei a vossa Comandante — "Perguntas-Me por que te escolhi para propagar o meu Movimento, sendo tu tão inapto e incapaz?
Precisamente porque conheces o teu nada e miséria, perguntas: "Por que não escolheis outro mais apto e capaz?
Meu filho, escolhi-te por seres o instrumento menos apto. Assim, ninguém dirá que esta Obra é tua!
Não haja um chefe entre vós: Eu própria serei a vossa Comandante. Vós sereis todos irmãos no amor, na compreensão e na ajuda mútua.
Formá-los-ei num grande amor ao Papa e à Igreja a ele unida. Prepará-los-ei para um heróico testemunho do Evangelho, que irá para alguns até ao derramamento de sangue.
Padre Gobbi 29 de Julho de 1973
Vigiai e orai
— "Muitos são os meus filhos Sacerdotes, que atraiçoaram o Evangelho para se tornarem coniventes do grande erro diabólico do marxismo.
Padre Gobbi 28 de Agosto de 1973
Desceu a noite sobre o mundo —"Meu filho, a noite já desceu sobre o mundo. Esta é a hora das trevas, a hora de Satã, a hora do seu maior triunfo.
Agora ataca-se a sua pureza e propaga-se uma blasfémia tão horrível e satânica que o próprio Céu fica espantado e incrédulo.
A vós competirá a tarefa de defender a honra conculcada do meu Filho, com a vossa vida, palavra e sangue. A vós compete julgar e condenar o mundo, que agora, mais do que nunca, está nas garras do maligno (...)".
Padre Gobbi 1 de Novembro de 1973
O meu exército fiel —"Quero que cada Sacerdote do meu Movimento, que Me é consagrado, reze, sofra e procure também levar-Me novamente para o meio dos meus fiéis.
Hoje, mais do que nunca, quem Me encontrar, encontrará a vida e receberá, do Senhor, a salvação.
Isto só faz temer o meu adversário que se esforçará por afastar-Me ainda mais do coração dos meus fiéis, tornando-Me ainda mais eclipsada na Igreja. Travou comigo a sua maior batalha. a decisiva, na qual um de nós dois sairá derrotado para sempre.
Agora por muitos sinais parece que o vencedor será o meu adversário; estão, porém, próximos os tempos do meu regresso e da minha completa vitória.
Comigo, na luta decisiva, quero os meus filhos Sacerdotes, guiados por Mim, dóceis às minhas ordens, obedientes aos meus desejos, sensíveis aos meus pedidos (...).
Eu mesma hei-de Me manifestar neles, e, por meio deles, procurarei ferir, no coração, o meu inimigo, e esmagar-lhe a cabeça com o meu calcanhar (Cf. Gen. 3,15). Mas estes meus Sacerdotes devem, desde já, começar a agir. Por eles quero voltar para o meio dos meus fiéis, porque é com eles, em torno dos meus Sacerdotes, que Eu quero formar o meu exército invencível.
Peço aos fiéis que se unam ao meu Movimento.
— Que se consagrem, de modo especial, a Mim e ao meu Coração Imaculado, não cuidando dos laços externos ou jurídicos, mas só de se entregarem totalmente a Mim, para que Eu possa dispor, livremente, da sua existência e ordenar toda a sua vida segundo os meus desígnios.
Devem deixar-se guiar por Mim como crianças. Devem voltar a rezar mais, a amar mais Jesus, a adorá-Lo mais no seu Mistério Eucarístico, para que se torne o Sol que ilumine toda a sua vida. Que alegria e que dom de amor comunicará Jesus na Eucaristia a estes fiéis a Mim consagrados!
Rezem, todos os dias, o santo Terço para que se apresse o meu grande regresso.
— Que sejam fiéis ao Papa e à Igreja a ele unida, com total obediência às suas ordens, prevenindo e secundando os seus desejos, propagando os seus ensinamentos, defendendo-o de todo o ataque, prontos a combater até ao derramamento do sangue, para estarem sempre unidos ao Santo Padre e serem fiéis ao Evangelho. Em breve virá o tempo em que só quem estiver bem unido ao Papa conseguirá permanecer na fé de meu Filho e salvar-se da grande apostasia que se propagará por toda a parte.
— Que observem os Mandamentos de Deus e pratiquem tudo quanto o meu Filho Jesus ensinou, a fim de serem seus verdadeiros seguidores.
Assim darão a todos bom exemplo.
Que o dêem, especialmente, com austero modo de viver, com o repúdio da moda cada vez mais provocante e obscena, combatendo, de todos os modos, a difusão de impressos e espectáculos imorais e a contínua expansão do mar de lodo que tudo submerge.
Dêem bom exemplo a todos com a sua pureza, com a sua sobriedade, com a sua modéstia.
Fujam dos lugares onde é profanada a dignidade sagrada do cristão. Formem, em torno dos Sacerdotes, o meu exército fiel, o meu grande Exército Branco. Por meio deles, voltará a minha Luz para o meio da grande treva e o meu candor imaculado para o meio de tanta podridão e morte.
Estes meus filhos serão chamados por Mim e formados para esta grande tarefa: preparar este mundo para a grande purificação que o espera, para que possa finalmente nascer um mundo novo, todo renovado pela luz e pelo amor de meu Filho Jesus, que reinará sobre tudo".
Padre Gobbi 19 de Dezembro de 1973
Para vencer a batalha que se aproxima, quero dar-vos uma arma: a oração.
Esquecei qualquer outra coisa e habituai-vos a usar só esta arma. Os momentos decisivos chegaram e já não há tempo para coisas vãs e supérfluas.
Já não há tempo para discussões inúteis, já não há tempo para conversas e projectos: só há tempo para a oração!
Padre Gobbi 5 de Janeiro de 1974
A cada dia que passa, este mundo ir-se-á precipitando cada vez mais no gelo do egoísmo, da sensualidade, do ódio, da violência, da infelicidade.
Padre Gobbi 30 de Novembro de 1974
O sinal que Deus dá — Não se perturbe, filhos predilectos, o vosso coração. Por que duvidais? Por que olhais ansiosos para o presente e para o futuro, procurando o sinal que Eu vos predisse?
Um só é o sinal que Deus dá ao mundo e à Igreja de hoje: Eu mesma.
Só Eu sou anunciada como o grande sinal no céu: a Mulher vestida de sol, com a lua como escabelo dos seus pés e doze estrelas como coroa luminosa à volta da sua cabeça (Apoc. 12,1).
É em antevisão, anunciada a minha vitória sobre o dragão vermelho, sobre o ateísmo hoje triunfante e aparentemente vitorioso. Esta vitória será alcançada por meio do triunfo do meu Coração Imaculado no mundo e esta minha vitória alcançá-la-ei com os Sacerdotes do meu Movimento.
Não procureis, por ora, prodígios no céu. Este será o único prodígio!
Padre Gobbi 15 de Março de 1975
Sem pensar no amanhã— Vive cada momento em Mim, sem pensar no amanhã, sem jamais te preocupares com o que hás-de fazer. Levar-te-ei a cada momento pela mão.
Tendes mais um pouco de tempo para caminhar na luz. Em breve cairá tudo na obscuridade. Então, Eu serei a vossa única luz e hei-de levar-vos a cumprir o que deseja o meu Imaculado Coração.
Para atingir essa meta peço-vos o que custa mais à vossa natureza humana: peço-vos que vivais sempre sem pensar no amanhã, sem vos preocupardes com o futuro.
Não vos pergunteis a vós próprios: que havemos de fazer? Como nos havemos de comportar? Estará iminente a grande purificação? Qual será a sorte que nos está reservada?
Aproxima-se a hora das trevas, a hora em que vós mesmos tereis de beber o cálice que o meu Filho preparou para cada um de vós.
Padre Gobbi 15 de Setembro de 1975
Sucede muitas vezes perguntardes-vos: "Então quando virá a purificação"?
Há até quem, em meu nome, pensa poder indicar datas e determinadas coincidências e esquece que a hora e o momento são segredo oculto no Coração misericordioso e paterno de Deus (Mateus 24,36).
A Mãe não pode pôr limites de tempo à sua acção de materno apelo e de misericordiosa expectativa.
Por isso, vos digo: Meus filhos predilectos, não olheis para o futuro. Assim não vos afligirão nem a ânsia, nem o desânimo!
Padre Gobbi 30 de Outubro de 1975
Tudo o que oferecerdes ao meu Coração tornar-se-á nas minhas mãos arma terrível para combater e vencer esta batalha.
Padre Gobbi 9 de Novembro de1975
Em Fátima, indiquei o meu Imaculado Coração como meio de salvação para toda a humanidade. Tracei o caminho do retorno para Deus. Não fui ouvida.
O marxista contaminará todas as coisas. Como neblina venenosa penetrará todos os ambientes e levará muitos dos meus filhos à morte na fé.
Subverterá as verdades contidas no Evangelho. Há-de negar a natureza divina do meu Filho e a origem divina da Igreja. Há-de, sobretudo. ameaçar a sua estrutura hierárquica e há-de tentar abalar a Pedra sobre a qual está construído o edifício da Igreja (Cf. Mt. 16,18).
Padre Gobbi 8 de Dezembro de 1975
A minha missão é combater e vencer Satanás, esmagar-lhe a cabeça com o meu calcanhar.
Mas quando, no século passado, o meu adversário quis lançar o repto de desafio e iniciar a luta que, por meio do erro do ateísmo, teria por fim seduzir e enganar a humanidade inteira, do Céu mostrei-Me na terra como Imaculada para vos animar, porque a minha missão é sobretudo lutar e vencer o maligno.
Padre Gobbi31 de Dezembro de 1975
Satanás está a tramar de modo cada vez mais claro contra a minha Igreja. Ajuntou muitos dos meus filhos Sacerdotes, iludindo-os com a falsa miragem do ideal marxista: o interesse exclusivo dos pobres; um cristianismo empenhado unicamente na construção duma sociedade humana mais justa; uma Igreja que se pretende mais evangélica e por isso subtraída à sua instituição hierárquica.
Padre Gobbi 13 de Abril de 1976
Não é só com a inteligência humana que é lida a Palavra do meu Filho. Ele agradeceu ao Pai ter escondido os mistérios do seu Reino aos sábios e aos prudentes deste mundo para os revelar aos pequenos (Mt. 11,25-26). É sobretudo com a humildade interior, com a plena docilidade da alma, que a sua Palavra deve ser lida e compreendida. Por isso o meu Filho só confiou a sua autêntica interpretação ao Magistério da Igreja. Isto para vos habituar à atitude difícil, mas necessária, de humildade e de docilidade interior.
Padre Gobbi 13 de Maio de 1976
Desde aquele dia já passou tanto tempo—cinquenta e nove anos! Houve também a segunda guerra mundial, predita por Mim como castigo permitido por Deus para a humanidade que infelizmente não se arrependeu.
Agora viveis os momentos em que o dragão vermelho, isto é, o ateísmo marxista se espalhou por todo o mundo causando estragos cada vez maiores nas almas. Conseguiu verdadeiramente seduzir e precipitar um terço das estrelas do céu.
Estas estrelas, no firmamento da Igreja, são os Pastores. Sois vós meus pobres filhos Sacerdotes.
Não servirão de confirmação destas palavras o que disse o Vigário do meu Filho, ao afirmar que hoje são os amigos mais queridos, até os convivas da mesma mesa, os sacerdotes e os religiosos que atraiçoam e se revoltam contra a Igreja?
Esta é, pois, a hora de recorrer ao grande remédio que o Pai vos oferece para resistir às seduções do maligno e para vos opordes à verdadeira apostasia que se propaga cada vez mais entre os meus pobres filhos: Consagrai-vos ao meu Coração Imaculado.
Padre Gobbi 7 de Agosto de 1976
Quem não está com o Papa não conseguirá permanecer na Verdade.
As seduções do maligno tornam-se tão insidiosas e perigosas que conseguem enganar a qualquer um.
Até os bons podem cair.
Até os mestres e os sábios podem cair.
Até os Sacerdotes e também os Bispos podem cair.
Só não cairão os que estiverem sempre com o Papa. Eis porque quero fazer de vós uma falange ordenada, atenta, obediente e dócil até aos desejos deste meu primeiro filho predilecto, do Vigário do meu Jesus.
Padre Gobbi 25 de Setembro de 1976
Estais submersos num mar de palavras que aumenta cada vez mais e envolve todas as coisas. Repete-se o facto descrito na Bíblia com a torre de Babel. Viveis hoje também o drama da confusão das línguas (Gen. 11,1-9).
O plano do Pai, em relação ao que vos aguarda, está muito vinculado ao facto de aceitardes ou rejeitardes as suas palavras.
A purificação ainda pode ser afastada e abreviada e muita dor pode ser ainda poupada.
Padre Gobbi 24 de Agosto de 1977
Vede como o meu inimigo se apoderou de todas as coisas. Agora, como nunca, o mundo tornou-se o seu reino, e nele exerce, como dominador, o seu poder. As almas, vítimas dos seus enganos, perdem-se todos os dias em número cada vez maior.
Padre Gobbi 13 de Outubro de 1977
O milagre do sol—"Filhos predilectos, caminhai com confiança.
Recordais hoje com alegria o sinal que, há sessenta anos, dei nesta terra escolhida por Mim para Me manifestar. Chamai-lo o milagre do sol.
Com este milagre quis indicar que a minha vitória consistirá em reconduzir os homens à obediência dócil à vontade do nosso Deus.
O milagre do sol que aqui se realizou não foi senão um sinal. Esse fenómeno extraordinário foi visto pelos presentes e levou muitos a crer na acção da vossa Mãe que tem por objectivo acender nos corações dos homens a luz de Jesus, verdadeiro Sol do mundo".
Padre Gobbi 29 de Outubro de 1977
Dúvidas e perplexidades—"Não vos deixeis surpreender, filhos predilectos, pois o meu adversário faz tudo para impedir a minha Obra.
A arma por ele preferida é insinuar dúvidas e perplexidades acerca do que Eu estou a operar na Igreja. Procura fundamentar estas dúvidas sobre razões que, na aparência, parecem sólidas e justas. …
A minha palavra só pode ser compreendida e aceita por quem tem a inteligência humilde e disposta, por quem tem o coração simples, por quem tem olhos límpidos e puros. Quando a Mãe fala, os filhinhos ouvem-na, porque a amam e fazem quanto diz e deste modo crescem no conhecimento e na vida.
Não podem ser seus filhos os que a criticam ainda antes de a ouvir, os que rejeitam quanto diz, antes de pô-lo em prática. Estes, mesmo que aumentem na ciência, não podem crescer na sabedoria e na vida.
Padre Gobbi 12 de Junho de 1978
Confirmo-te que já se realizou verdadeiramente tudo o que predisse em Fátima.
A Rússia espalhou os seus erros por todo o mundo. O Senhor serviu-se das nações sem Deus para castigar os povos cristãos que se afastaram do caminho traçado pelo meu Filho Jesus.
Agora que estais a viver tudo o que vos predisse, que deveis fazer, meus pobres filhos, para correr para o abrigo?
Antes de tudo recorrei à oração. Rezai mais, rezai com confiança, rezai com humildade e com completo abandono.
Sobretudo rezai todos os dias o santo Terço.
Por meio deste holocausto, podeis salvar os que procuram a vossa perdição e fazer bem àqueles que são para vós um flagelo.
Assim, poderão finalmente ser também salvas estas grandes nações que se revoltaram abertamente contra Deus e se tornaram verdadeiro flagelo para a humanidade inteira".
Padre Gobbi 28 de Janeiro de 1979
Primeiro sinal: a confusão
O Reino glorioso de Cristo será precedido de um grande sofrimento para purificar a Igreja e o mundo, a fim de levá-los a uma completa renovação.
Jesus já começou a sua obra misericordiosa de renovação da Igreja, sua Esposa.
São vários os sinais que vos advertem que já começou o tempo da purificação: o primeiro é a grande confusão reinante. Ela se alastrou no seio da Igreja, subvertendo o dogma, a liturgia e a disciplina.
As verdades reveladas por meu Filho e definidas pela Igreja com sua infalível autoridade são imutáveis, assim como é imutável a mesma Verdade de Deus. Muitas delas dizem respeito a verdadeiros mistérios que jamais poderão ser acessíveis à inteligência humana.
Agora, porém, difunde-se a perigosa tentativa de se querer penetrar e compreender tudo, inclusive o mistério, chegando a aceitar somente a parte da Verdade que é compreensível à inteligência humana. Pretende-se desvendar o mesmo mistério de Deus. Refuta-se a Verdade que não é racionalmente entendida. Na ilusão de torná-las aceitas por todos, pretende-se explicar as verdades reveladas pela razão.
NÃO ACREDITAM MAIS.
Assim a Verdade é contaminada pelo erro; e este vem sendo propagado perigosamente, como sendo um modo novo e actual de entender a Verdade; destarte acaba-se por subverter as mesmas verdades que constituem o fundamento da fé católica.
Padre Gobbi 25 de Março de 1979
De facto, o meu adversário consegue seduzir também os bons com falsas manifestações sobrenaturais, para conduzidos ao erro e à confusão. Conseguirá operar muitos prodígios, que hão-de seduzir muitas almas boas.
Padre Gobbi 26 de Setembro de 1979
Os Anjos do Senhor estão convosco; Eu sou a Rainha deles e estão atentos às minhas ordens porque a Santíssima Trindade confiou ao meu Coração Imaculado a obra de renovação da Igreja e do mundo.
São Miguei está à testa de todo este meu exército celeste e terrestre, já em ordem de batalha. São Gabriel está junto de vós para dar a todos a força invencível do próprio Deus, e São Rafael vos cura das muitas feridas que frequentemente recebeis por causa da luta insana que sustentais.
Conscientizai-vos da contínua presença dos Anjos de Deus junto a vós e invocai-lhes frequentemente o auxílio e a protecção. Eles têm grande força para vos defender e subtrair-vos às emboscadas, que o meu e vosso adversário, Satanás, vos prepara.
Padre Gobbi 28 de Novembro de 1979
Está prestes a realizar-se um grande prodígio em vosso tempo, mesmo se por enquanto acontece no silêncio e no mistério.
Na luta entre o Dragão vermelho e a Mulher vestida de Sol, em que se defrontam o Céu e a terra, as potências do alto e as infernais, a vossa Mãe e Rainha avança todo dia um passo importante na actuação do seu plano vitorioso.
Por isso vos digo: em breve o deserto florescerá e a criação inteira voltará a ser aquele jardim maravilhoso, que fora criado para o homem para reflectir de maneira perfeita a maior glória de Deus".
Padre Gobbi 1 de Janeiro de 1980
Neste novo ano, muito do que vos predisse em Fátima será cumprido.
A humanidade já está à beira da destruição que ela mesma poderia provocar pelas próprias mãos. Já começou o que Eu vos predisse em Fátima para o último quartel deste vosso século.
Padre Gobbi 1 de Março de 1980
Foi concedido ao meu adversário um período de tempo para vos tentar. Por isso ele vos insidiará de todos os modos com o orgulho, com a concupiscência, com a dúvida, com o desânimo, com a curiosidade. Havereis de ser joeirados como o trigo e muitos serão atraídos pelas suas perigosas emboscadas.
Imitai a Jesus no repelir incansavelmente as suas seduções: vigiai sobretudo visto que hoje são muitos os falsos cristos e os falsos profetas, a seduzirem e levar tantas almas à perdição.
Padre Gobbi 22 de Outubro de 1981
No momento em que tudo parecerá perdido, aí vereis o prodígio extraordinário da Mulher vestida de sol, que se manifestará em todo o seu poder.
Padre Gobbi 29 de Junho de 1983
A luta entre a vossa Mãe Celeste e o seu adversário entrou na fase decisiva. A Senhora vestida de sol combate abertamente com seu exército contra o exército às ordens do Dragão vermelho, a cujo serviço se colocou a Besta negra vinda do mar. O Dragão vermelho é o ateísmo marxista, que já conquistou o mundo inteiro, e levou a humanidade a construir uma nova civilização sem Deus. Por isso, o mundo se tornou um deserto árido e frio, submerso no gelo do ódio e nas trevas do pecado e da impureza.
A Besta negra é também a Maçonaria que se infiltrou na Igreja, e a hostiliza, fere-a procurando demoli-la com sua táctica enganadora. O seu espírito qual nuvem tóxica se difunde por toda a parte e leva à paralisia da fé, extingue o ardor apostólico e afasta sempre mais de Jesus e do seu Evangelho.
Padre Gobbi 29 de Setembro de 1983
As funções dos Anjos
Eis as suas funções: sob as minhas ordens travam uma terrível batalha contra Satanás e todos os maus espíritos. É uma luta que se desenrola, sobretudo a nível de espírito, com inteligência e completa adesão aos planos estabelecidos pelos dois chefes antagonistas: a Mulher vestida de sol e o Dragão vermelho.
É tarefa de São Gabriel revestir-vos com a própria fortaleza de Deus. Combate contra a insídia mais perigosa de satanás, isto é, enfraquecer-vos para vos levar ao desânimo e ao cansaço. Quantos de vós ficaram paralisados a meio caminho da consagração que Me fizestes, por causa desta vossa fraqueza humana.
A fraqueza vos leva à dúvida, à incerteza, ao medo e à perturbação.
O arcanjo Gabriel tem a missão de ajudar-vos a crescer na confiança, revestindo-vos da fortaleza de Deus. E assim, dia a dia, vos leva pelo caminho da coragem, da firmeza e da fé heróica e pura.
São Rafael tem o encargo de derramar bálsamo sobre vossas feridas. Quantas vezes Satanás consegue ferir-vos com o pecado, golpear com suas seduções enganadoras! Faz com que sintais o peso de vossa miséria, incapacidade, fragilidade e, assim, vos paralisa no caminho da perfeita doação. Então, a função de São Rafael é de acompanhar-vos no caminho que vos tracei, ministrando-vos o remédio que vos cura de todas as doenças espirituais.
É tarefa de São Miguel defender-vos dos terríveis ataques que Satanás desencadeia contra vós.

São Miguel Arcanjo, Padroeiro da Igreja Universal intervém com seu grande poder e passa a combater para libertar-vos do Maligno e de suas perigosas ciladas. Por causa disto, convido-vos a invocar a sua protecção com a recitação diária da oração de exorcismo, composta pelo Papa Leão XIII, oração breve, mas muito eficaz.
Padre Gobbi 7 de Outubro de 1983,
Além da ajuda especial dos Anjos do Senhor vós tendes necessidade de empregar uma arma eficaz e invencível: a vossa oração.
Por meio da oração, podeis sempre arrancar de novo ao inimigo o terreno por ele conquistado; podeis fazer despontar germens de bem no deserto do mal e do pecado; mas sobretudo, por meio dela, podeis libertar um grande número de almas, que Satanás conseguiu aprisionar. A oração possui força poderosa, capaz de suscitar reacções em cadeia para o bem, até mais fortes do que as reacções atómicas.
Por que o Santo Rosário é tão eficaz? Porque é uma oração simples e humilde, que vos forma espiritualmente na pequenez, na mansidão e na simplicidade do coração
A soberba de Satanás será vencida mais uma vez pela humildade dos pequenos.
Padre Gobbi 24 de Dezembro de 1983
Está próximo o seu segundo natal. Comigo vivei as horas finais deste segundo advento na fé, na oração no sofrimento aceite e compreendido, na expectativa de que chegue logo o grande dia do Senhor.
Padre Gobbi 1 de Janeiro de 1984
Nas vésperas das grandes provas que vos esperam, com a ameaça de uma nova guerra pavorosa, já temida por todos, tende como certo que a minha presença entre vós, actualmente confirmada por tantos modos e prodígios, é um sinal a vos dizer que, no fim do grande sofrimento só o meu Coração Imaculado triunfará. Em todo o mundo, Ele será a vitória do amor e da paz!"
Padre Gobbi 19 de Março de 1984
Jamais participeis de espectáculos profanos, fechai os olhos para as fáceis seduções do mundo. Tende cuidado em subtrair-vos à táctica subtil de perversão moral, hoje difundida de modo perigoso e traiçoeiro pela imprensa e pela televisão.
Não desperdiceis o tempo diante do televisor, roubando deste modo os momentos preciosos para a oração e a escuta da minha palavra.
Padre Gobbi 13 de Maio de 1984
Praticai a mortificação com a penitência e o jejum. O jejum que prefiro é o da abstinência do mal e do pecado, da renúncia ao cigarro, ao álcool, da privação do cinema e da televisão. Não assistais espectáculos de televisão que corrompem a vossa castidade interior e produzem na alma tanta dissipação, depositando no coração sementes de mal.
Também vos peço o jejum corporal, ao menos de vez em quando, como foi pedido no Evangelho por meu Filho Jesus, quando disse: "Certos géneros de demónios só podem ser expulsos por meio da oração e do jejum".
Padre Gobbi 24 de Dezembro de 1984
O tempo dos planeamentos e das discussões já terminou.
A quem quiser escutar e entender, agora tudo está revelado.
Padre Gobbi 9 de Fevereiro de 1985,
Quanto a mim, por um privilégio singular, fui preservada do pecado original e fui cumulada de graça.
Assim o meu corpo foi todo aureolado da luz de uma pureza inviolada.
Eu sou pura de corpo, não somente por tê-lo conservado isento do mais pequenino pecado de impureza, mas também porque o Senhor quis fazer resplandecer nele, de uma maneira prodigiosa, sua divina obra-prima. Meu corpo que, em razão de sua função materna, devia se abrir no momento que o Filho era dado, e ter assim destruída a sua maravilhosa integridade, permaneceu intacto por um privilégio extraordinário. Pude assim dar-vos meu Filho, preservando intacto meu escrínio virginal, de tal modo que mesmo no momento de meu dom virginal permaneci sempre Virgem.
Padre Gobbi 8 de Setembro de 1985
Resta ainda pouco de tempo favorável concedido à humanidade para a sua conversão. Olhai para a vossa.
A causa desta tão vasta difusão de erros, e desta grande apostasia são os Pastores infiéis. Eles silenciam, quando pelo contrário devem falar com coragem, condenando o erro e defendendo a Verdade. Não intervêm, quando devem desmascarar os lobos vorazes, que se introduzem no rebanho de Cristo, camuflados com vestes de cordeiro. São cães mudos que deixam os lobos dilacerarem o seu rebanho. Vós, porém, deveis falar com energia e coragem para condenar o erro e espalhar tão somente a Verdade. Chegou a hora do vosso testemunho público e corajoso. Igualmente ofusca o esplendor da Igreja a divisão profunda que penetrou no seu interior, e que a cada dia se torna mais extensa. Então, deveis dar testemunho de união por meio de uma forte adesão ao Papa e aos Bispos a ele unidos. Não sigais os Bispos que se opõem ao Papa. Sede corajosos defensores do Sumo Pontífice, e denunciai abertamente os que são contra o seu Magistério e ensinam o contrário do que ele diz.
Voltai a confessar-vos com frequência e rezai mais. Rezai comigo; rezai o santo Rosário. Tudo o que o meu Papa disse neste lugar corresponde à verdade.
Estais próximos do maior castigo! Então vos digo: entregai-vos a mim e sabei que a arma que se deve usar nesses terríveis momentos é o santo Rosário. Deste modo cerrais fileiras no meu exército, que nestes tempos estou conduzindo à sua máxima vitória.
Padre Gobbi 13 de Outubro de 1985
Os dois exércitos — "Deste lugar onde apareci como a Senhora vestida de sol, vos convoco a vos reunirdes ao redor de vossa celeste Comandante.
Estes são os tempos da grande batalha entre mim e o poderoso exército dirigido pelo Dragão vermelho e a besta negra. O ateísmo marxista e a maçonaria, de mãos dadas, guiam esse exército para levar toda a humanidade à negação e à rebelião contra Deus.
O próprio Lúcifer é seu comandante geral, o qual hoje repete o seu desafio de opôr-se contra Deus para fazer-se adorar a si mesmo como se fosse Deus.
Junto a ele combatem todos os demónios saídos do inferno e nestes tempos se espalharam pela terra para levar o maior número possível de almas à perdição.
A esses demónios se unem todos os espíritos condenados e também os que nesta vida seguem o caminho do repúdio contra Deus e que O ofendem, blasfemam contra Ele e abraçam o egoísmo, o ódio, a maldade e a impureza.
Estes têm como única finalidade a procura dos prazeres, a satisfação de todas as paixões; lutam pelo triunfo do ódio, do mal e da impiedade.
Padre Gobbi 24 de Dezembro de 1985
Assim também deve ser a sua segunda vinda, quando vier no esplendor de sua divindade, vindo sobre as nuvens do céu para instaurar seu Reino na glória.
É necessário ainda hoje um grande silêncio para compreender o misterioso desígnio de Deus e saber ler os sinais dos tempos que viveis e que anunciam seu próximo retorno.
Padre Gobbi 7 de Junho de 1986
Se viveis habitualmente em pecado mortal, estais espiritualmente mortos; e, se chegardes ao fim da vida neste estado, espera-vos a morte eterna no inferno.
O inferno existe, é eterno, e, hoje, muitos correm o risco de cair nele, porque estão contagiados por esta doença mortal.
Há males de ordem física, como: doenças, desgraças, acidentes, seca, terramotos, males incuráveis que se espalham.
Procurai descobrir um sinal de aviso também nos acontecimentos de ordem natural. Deveis ver um sinal da Justiça divina, que não pode deixar impunes os inumeráveis crimes que, diariamente, se praticam.
Há males de ordem social, como a divisão e o ódio, a fome e a pobreza, a exploração e a escravidão, a violência, o terrorismo e a guerra.
Para serdes protegidos de todos estes males, convido-vos a se abrigarem no refúgio seguro do meu Coração Imaculado.
Actualmente, porém, vós necessitais sobretudo de defesa contra as terríveis ciladas do meu adversário, que conseguiu instaurar seu reino no mundo.
É o reino que se opõe a Cristo; é o reino do anticristo.
Nesta última parte do vosso século, o reino do anticristo alcançará o vértice da sua força, do seu poder, da sua grande sedução. Prepara-se o momento em que o homem iníquo, que quer se colocar no lugar de Deus, para se fazer ele mesmo adorar como Deus, está para se manifestar em toda sua força.
Padre Gobbi 6 de Setembro de 1986
Uma vez que esta humanidade não acolheu o meu repetido apelo à conversão, ao arrependimento, ao retorno a Deus, está para se abater sobre ela o maior castigo que a história humana jamais conheceu.
É um castigo muito maior que o do dilúvio. Cairá fogo do céu e grande parte da humanidade será destruída.
A Igreja de Jesus é chagada, pelo contágio maléfico da infidelidade e da apostasia.
As forças do ateísmo e da maçonaria, infiltradas no seu interior, conseguiram romper sua unidade interna e obscurecer o esplendor da sua santidade.
Estes são os tempos preditos por Mim, em que Cardeais se opõem a Cardeais, Bispos a Bispos, Sacerdotes a Sacerdotes, e o rebanho de Cristo é dilacerado por lobos vorazes, que se introduziram sob as vestes de inermes e mansos cordeiros.
Entre estes, há, também, alguns que ocupam lugares de grande responsabilidade e, por meio deles, satanás conseguiu penetrar e actuar no próprio vértice da Igreja.
Padre Gobbi 7 de Outubro de 1986
Por isso, quero revelar-vos três insídias, que fazem parte de uma estratégia particular, usada pelo meu Adversário, nesta grande batalha.
— A primeira: consiste em espalhar a certeza de que já conseguiu conquistar o mundo inteiro, que instaurou nele o seu reino e aí exercita plenamente seu poder.
— A segunda: de ter conseguido colocar a Igreja numa situação de grave dificuldade, sacudindo-a desde os fundamentos, com o vento da contestação, da divisão, da infidelidade e de apostasia.
— A terceira insídia: ter conseguido espalhar por toda parte, através de todos os meios de comunicação social, suas obras más de destruição e morte.
Padre Gobbi 3 de Dezembro de 1986
Com frequência são justificados também, os mais graves pecados contra a natureza. como o aborto e o homossexualismo.
Os pecados não são mais confessados.
A que estado de grave enfermidade já chegastes!
Padre Gobbi 31 de Dezembro de 1986
Rezai para invocar o Espírito Santo, a fim de que possa realizar, quanto antes, o prodígio de um segundo Pentecostes de santidade e graça, capaz de mudar verdadeiramente a face da terra.
Rezai e fazei penitência.
Rezai o santo Rosário com amor e confiança. Com esta oração, feita comigo, podeis influir sobre todos os acontecimentos humanos, inclusive sobre os acontecimentos futuros que vos aguardam.
Com esta oração podeis receber a graça de transformar os corações e alcançar o tão desejado dom da Paz.
A Paz virá, depois do grande sofrimento a que a Igreja e toda a humanidade já são chamadas, para sua interior e sangrenta purificação.
A Paz virá depois do terrível castigo, que Eu já vos pré-anunciei no alvorecer deste vosso século.
A Paz virá, como dom do Amor Misericordioso de Jesus, que está para derramar sobre o mundo torrentes de fogo e de graça que farão novas todas as coisas.
A Paz virá, como fruto de uma particular efusão do Espírito Santo, que será dado pelo Pai e pelo Filho, para transformar o mundo na Jerusalém celeste, para conduzir a Igreja ao cume da sua santidade e do seu esplendor divino.
E a Paz virá a vós através do triunfo do meu Coração Imaculado, enquanto está para findar o espaço de tempo que Deus concedeu à humanidade para se arrepender e se converter.
Os grandes acontecimentos já chegaram e tudo se realizará num ritmo mais veloz de tempo, a fim de que, quanto antes, possa aparecer sobre o mundo o novo Arco-íris de Paz, que, em Fátima, há muitos anos, Eu vos pré anunciei.
Padre Gobbi 18 de Abril de 1987
A Igreja recebeu este dom como primeiro fruto da Paixão e Morte de meu Filho Jesus. Por isso, desde os tempos mais antigos, difundiu-se a tradição de consagrar o sábado à minha particular veneração.
Peço-vos ainda hoje: consagrai-Me este dia.
É o dia que assinala o tempo que transcorre entre a morte e a ressurreição de Jesus.
Padre Gobbi 10 de Junho de 1987
Neste ano. Eu manifestarei à Igreja e ao mundo o meu grande Poder. A minha luz se tornará mais intensa e os grandes acontecimentos começarão a se realizar.
Padre Gobbi 3 de Julho de 1987
Porque os meus tempos chegaram.
A partir deste ano, de maneira forte e oficial, começarão os tempos da vossa Mãe do Céu.
Estes são os tempos do meu veemente apelo.
Estes são os tempos do grande castigo.
A taça da justiça divina está repleta, super cheia, transbordante.
Estão prestes a chegar para vós os momentos mais dolorosos, mais sangrentos. Estes tempos estão mais próximos do que podeis imaginar! Ainda no decurso deste Ano Mariano se realizarão alguns grandes acontecimentos, dos que Eu predisse em Fátima(...).
Padre Gobbi 13 de Agosto de 1987
O Papa da minha luz — "Filhos predilectos, hoje vos chamo todos a erguer uma poderosa barreira de oração e de defesa em torno do meu Papa.
O Papa, João Paulo II, é a maior dádiva que o meu Coração Imaculado obteve do Coração de Jesus, para estes vossos tempos da dolorosa purificação.
É o meu Papa.
Foi formado por Mim. É conduzido por Mim, a cada instante, no caminho da sua consagração pessoal à vossa Mãe do Céu, que ele percorre com docilidade, com abandono filial e grande confiança.
Ele é parte importante do meu desígnio.
É o Papa da minha Luz, que, nestes anos, conseguiu difundir na Igreja e em todos os lugares desta humanidade tão ameaçada.
Eu mesma o conduzo por todas as estradas do mundo.
Ele Me segue com a docilidade de uma criança, com a coragem de um apóstolo, com o sacrifício de um mártir, com o abandono de um filho.
Este Papa é a obra-prima da minha predilecção e tem a grande tarefa de dar a todos o carisma da minha ternura materna.
Padre Gobbi 9 de Outubro de 1987
Olho hoje, com olhos misericordiosos, para esta grande nação da China, onde domina o meu adversário, o Dragão Vermelho, que instaurou aqui o seu reino, obrigando a todos, à força, repetir o gesto satânico da negação e da rebelião a Deus.
Padre Gobbi 13 de Outubro de 1987
Eu porei fim à vossa escravidão
Faz setenta anos que Eu desci do céu até vós como a Mulher vestida de sol.
Faz setenta anos que o meu adversário satanás subiu do abismo até vós para manifestar-se como o Dragão Vermelho com todo o seu terrível poder.
Vivestes setenta anos escravos do meu adversário, que conseguiu transformar o mundo na cidade da Babilónia, perversa e pecadora, que, com a taça dos prazeres e da luxúria, seduziu todas as nações da terra.
Agora, porém, o período desta escravidão babilónica está para terminar.
Por isso, vereis, em breve, os sinais extraordinários que Eu darei, a fim de que possais preparar-vos para o maior milagre que já está para se cumprir. O milagre do sol, que ocorreu durante a minha última aparição, foi apenas um sinal profético para chamar-vos todos a olhar para o livro ainda selado.
Padre Gobbi 31 de Dezembro de 1987
A grande tribulação
Nos Evangelhos, nas Cartas dos Apóstolos, no livro do Apocalipse vos foram claramente descritos os indícios seguros, para fazer-vos compreender qual é o período da grande tribulação.
Todos estes sinais estão se realizando neste vosso tempo.
— Antes de tudo uma grande apostasia está difundindo-se por toda parte na Igreja, pela falta de fé que se alastra também entre os seus próprios pastores.
— Depois, no vosso tempo, multiplicam-se catástrofes de ordem natural, como terramotos, secas, inundações, desastres que causam morte repentina de milhares de pessoas, seguidas de epidemias e de males incuráveis que se difundem por toda parte.
— Além disso, os vossos dias estão assinalados por contínuos rumores de guerras, que se multiplicam e fazem, cada dia, inúmeras vítimas.
— Enfim, no vosso tempo, ocorrem grandes sinais no sol, na lua e nas estrelas. O milagre do sol ocorrido em Fátima foi um sinal, que vos dei, para advertir-vos de que já estão próximos os tempos destes extraordinários fenómenos que acontecem no céu.
Como os brotos que despontam nas árvores vos dizem que chegou a Primavera, assim estes grandes sinais que se realizam, no vosso tempo, dizem-vos que já está próxima de vós a grande tribulação, que vos prepara para a nova era, que Eu vos prometi com o triunfo do meu Coração Imaculado no mundo.
Padre Gobbi 17 de Fevereiro de 1988
Convertei-vos e voltai ao Senhor
Está para chegar o término do período de tempo, concedido pelo Senhor à humanidade para a sua conversão.

Não participeis de espectáculos profanos.
Não percais tempo diante da televisão, que é o instrumento mais forte nas mãos do meu adversário, para difundir, por toda a parte, as trevas do pecado e da impureza.
A televisão é o ídolo de que se fala no Apocalipse, construída para ser adorada por todas as nações da terra, à qual o Maligno transmite forma e movimento, para que se torne, nas suas mãos, um terrível meio de sedução e de perversão.
Padre Gobbi 11 de Junho de 1988
A hora da grande apostasia chegou.

Existe uma subtil e diabólica táctica, tramada secretamente pela maçonaria, que é usada hoje nas confrontações ao Santo Padre para colocar em ridículo a sua Pessoa e a sua obra e para tornar em vão o seu Magistério.
Vítimas da grande apostasia são os meus filhos que muitas vezes sem estarem conscientes disso, deixam-se arrastar por esta grande onda de erros e de males.
Vítimas da grande apostasia são muitos Bispos, Sacerdotes, Religiosos e Fiéis.

na Igreja Católica permanecerá um pequeno resto, que será fiel a Cristo, ao Evangelho e a toda sua Verdade.
O pequeno resto formará um pequeno rebanho, todo ele guardado no fundo do meu Coração Imaculado.
Este pequeno rebanho será formado pelos Bispos, Sacerdotes, Religiosos e Fiéis que se conservarão fortemente unidos ao Papa, todos recolhidos no Cenáculo do meu Coração Imaculado, em acto de oração incessante, de imolação perene, de oferta total para preparar o caminho doloroso à segunda e gloriosa vinda de meu filho Jesus.
Padre Gobbi 29 de Junho de 1988
Com a Fé de Pedro
O coração do Papa, hoje, sangra por causa de um Bispo da santa Igreja de Deus que, com uma arbitrária ordenação episcopal feita contra a sua vontade abre, na Igreja Católica, um doloroso cisma. Mas isso é apenas o início.
Padre Gobbi 31 de Agosto de 1988
Com a Áustria e Alemanha, daqui abençôo os países vizinhos que estão ainda sob o jugo de uma grande escravidão e hoje vos anuncio que está próximo o momento da sua libertação.
Padre Gobbi 18 de Setembro de 1988
É um período de dez anos.
São dez anos muito importantes. São dez anos decisivos.
Peço-vos que os passeis Comigo, pois entrastes no período final do segundo advento, que vos conduz ao triunfo do meu Coração Imaculado, na gloriosa vinda do meu filho Jesus.
Neste período de dez anos completar-se-á a plenitude do tempo, que vos foi indicada por Mim, a começar em La Salette até as minhas últimas e actuais aparições.
Neste período de dez anos terá o seu apogeu a purificação, que há anos estais vivendo e por isso, para todos serão maiores os sofrimentos.
Neste período de dez anos, completar-se-á o tempo da grande tribulação, que vos foi predita na divina Escritura, antes da segunda vinda de Jesus.
Neste período de dez anos manifestar-se-á o mistério de iniquidade, preparado pela difusão sempre maior da apostasia.
Neste período de dez anos realizar-se-ão todos os segredos que Eu tenho revelado a alguns de meus filhos e cumprir-se-ão todos os acontecimentos que vos foram preditos por Mim.
Abri-me as portas dos vossos corações e deixai-me operar em vós.
Padre Gobbi 26 de Março de 1989
À espera do seu glorioso retorno
Cristo ressuscitado retornará a vós sobre as nuvens do céu, no pleno fulgor da sua glória.
Vivei hoje à espera do seu glorioso retorno.
Padre Gobbi 6 de Maio de 1989
As duas asas da grande águia
Assim eu posso exercer, nestes vossos tempos, o grande poder que me foi dado pela Santíssima Trindade, para tornar inofensivo o ataque que o meu adversário, o dragão vermelho, desencadeou contra Mim, vomitando da sua boca um rio de águas para me submergir.
O rio de águas é formado pelo conjunto de todas as novas doutrinas teológicas, que tentaram obscurecer a figura da vossa Mãe Celeste, negar os meus privilégios, redimensionar a devoção para comigo, e pôr em ridículo todos os meus devotos.
Por causa destes ataques do dragão, nestes anos, a piedade para comigo foi diminuindo entre muitos fiéis e, em alguns lugares, desapareceu completamente.
Mas em socorro da vossa Mãe Celeste vieram as duas asas da grande Águia.
A grande águia é a palavra de Deus, sobretudo a palavra contida no Evangelho do meu filho Jesus.
Entre os quatro Evangelhos, a águia indica o de S. João, porque é o que voa mais alto de todos, entra no coração da própria Santíssima Trindade, afirmando, com força, a divindade, a eternidade e a consubstancialidade do Verbo e a divindade de Jesus Cristo.
As duas asas da águia são a palavra de Deus acolhida, amada e guardada com a fé e a palavra de Deus vivida com a Graça e a caridade.
As duas asas da fé e da caridade - isto é, da Palavra de Deus por mim acolhida e vivida - permitiram-me voar acima do Rio de águas de todos os ataques movidos contra Mim, porque manifestaram ao mundo a minha verdadeira grandeza.
Padre Gobbi 14 de Maio de 1989
O enorme dragão vermelho
Só o Espírito Santo pode vencer a potência e a força vitoriosa do enorme dragão vermelho, que, neste vosso século, se desencadeou por toda a parte, de maneira terrível, para seduzir e enganar toda a humanidade.
O enorme dragão vermelho é o comunismo ateu que difundiu em toda a parte o erro da negação e da obstinada recusa de Deus.
O enorme dragão vermelho é o ateísmo marxista, que se apresenta com dez chifres, isto é, com a potência de seus meios de comunicação, para conduzir a humanidade a desobedecer aos dez mandamentos de Deus, e com sete cabeças. tendo sobre cada uma delas um diadema, sinal de poder e realeza. As cabeças coroadas indicam as nações nas quais o comunismo ateu se estabeleceu e domina com a força do seu poder ideológico, político e militar.
A enormidade do dragão manifesta claramente a vastidão das terras ocupadas pelo domínio incontrastado do ateísmo comunista.
A sua cor é vermelha, porque usa a guerra e o sangue como instrumento das suas numerosas conquistas.
O enorme dragão vermelho, conseguiu, nestes anos, conquistar a humanidade com o erro do ateísmo teórico ou prático que já seduziu todas as nações da terra. Conseguiu-se assim construir uma nova civilização sem Deus, materialista, egoísta, hedonista, árida e fria, que traz em si os germes da corrupção e da morte.
O enorme dragão vermelho tem a missão diabólica de subtrair toda a humanidade do domínio de Deus, da glorificação da Santíssima Trindade, da plena actuação do desígnio do Pai que, por meio do Filho a criou para sua glória.
O Senhor me revestiu da sua luz e o Espírito Santo me revestiu da sua potência, assim Eu apareço como um grande sinal no céu, Mulher vestida de sol, porque tenho a missão de subtrair a humanidade do domínio do enorme dragão vermelho e reconduzi-la toda à perfeita glorificação da Santíssima Trindade.
Padre Gobbi 3 de Junho de 1989,
A besta semelhante a uma pantera
Sobretudo, o meu Coração Imaculado torna-se hoje o sinal da minha segura vitória, na grande luta que se combate entre os sequazes do enorme dragão vermelho e os sequazes da Mulher vestida de sol.
Nesta terrível luta sai do mar, para ajudar o dragão, uma besta semelhante a uma pantera.
Se o dragão vermelho é o ateísmo marxista, a besta negra é a maçonaria.
O dragão se manifesta no vigor da sua potência; a besta negra ao contrário, age na sombra, se esconde, se oculta, de modo a entrar em toda a parte.
Ela tem as patas de um urso e a boca de um leão, porque opera em toda a parte com astúcia e com os meios de comunicação social, isto é, da propaganda.
As sete cabeças indicam as várias lojas maçónicas, que agem em toda a parte de maneira traiçoeira e perigosa.
Esta besta negra tem dez chifres e sobre os chifres dez diademas, que são sinais de domínio e de realeza. A maçonaria domina e governa todo o mundo por meio dos dez chifres.
O chifre, no mundo bíblico, foi sempre um instrumento de amplificação, um modo de fazer a própria voz ser ouvida mais alto, um forte meio de comunicação.
Por isso, Deus comunicou a sua vontade ao seu povo por meio de dez chifres que tornaram a sua lei conhecida: os dez mandamentos.
Quem os acolhe e os observa caminha na vida sobre a estrada da divina Vontade, da alegria e da paz.
Quem faz a vontade do Pai. acolhe a palavra do Filho e participa da redenção consumada por Ele. Jesus dá às almas, a própria vida divina, através da graça que Ele nos mereceu com o seu sacrifício consumado no Calvário.
A graça da redenção é comunicada por meio dos sete sacramentos.
Com a graça inserem-se na alma germes de vida sobrenatural que são as virtudes. Entre essas as mais importantes são as três virtudes teologais e as quatro cardiais: fé, esperança, caridade, prudência, fortaleza, justiça e temperança.
Ao sol divino dos sete dons do Espírito Santo, estas virtudes germinam, crescem, se desenvolvem cada vez mais e assim conduzem as almas pelo caminho luminoso do amor e da santidade.
A tarefa da besta negra, isto é, da maçonaria, é a de combater de maneira traiçoeira, mas tenaz, para impedir as almas de percorrer esta estrada, indicada pelo Pai e pelo Filho e iluminada pelos dons do Espírito.
De facto, se o dragão vermelho age para levar toda a humanidade a desprezar a Deus, à negação de Deus e portanto difunde o erro do ateísmo, o intuito da maçonaria não é o de negar a Deus, mas de blasfemá-lo.
A maçonaria, a cada um dos mandamentos de Deus, meticulosamente opõe um seu substituto.
A besta abre a boca para proferir blasfémias contra Deus, para blasfemar o seu nome e a sua morada, contra todos os que habitam no céu.
A blasfémia maior de todas é a de negar o culto devido só a Deus para dá-lo às criaturas e ao próprio Satanás.
Eis porque, nestes tempos, por trás da perversa acção da maçonaria, difundem-se, por toda a parte, as missas negras e o culto satânico.
Além disso, a maçonaria age, com todos os meios, para impedir que as almas se salvem e assim quer tornar vã a obra da redenção consumada por Cristo.
Se o Senhor comunicou a sua lei com os dez mandamentos, a maçonaria difunde por toda a parte, com a potência dos seus dez chifres, uma lei que é completamente oposta à de Deus.
Ao mandamento do Senhor: -- "Não terás outro Deus além de mim" -- ela constrói outros falsos ídolos, diante dos quais hoje muitos se prostram em adoração.
Ao mandamento: -- "Não proferir o nome de Deus em vão" -- ela se opõe blasfemando Deus e o seu Cristo, de tantos modos enganosos e diabólicos, até reduzir o seu nome a uma marca comercial indecorosa e a fazer filmes sacrílegos sobre a sua vida e sua divina pessoa.
Ao mandamento: -- "Lembra-te de santificar as festas" -- ela transforma o domingo em "week-end", no dia do desporto, das corridas, dos divertimentos.
Ao mandamento: -- "Honrar pai e mãe" -- ela contrapõe um modelo novo de família fundado sobre a convivência, até mesmo entre homosexuais.
Ao mandamento: -- "Não cometer actos impuros" -- ela justifica, exalta e faz propaganda de todas as formas de impureza, até à justificação dos actos contra a natureza.
Ao mandamento: -- "Não matar" -- ela conseguiu legitimar, em toda a parte, o aborto, a fazer acolher a eutanásia, fazer quase desaparecer o respeito devido ao valor da vida humana.
Ao mandamento: -- "Não roubar" -- ela trabalha para que cada vez mais se difundam os furtos, a violência, os sequestros e os roubos.
Ao mandamento: --"Não levantar falso testemunho" -- ela age para que se propague cada vez mais a lei do engano, da mentira, da falsidade.
Ao mandamento: -- "Não desejar as coisas e a mulher do próximo" -- ela age para corromper profundamente a consciência, enganando a mente e o coração do homem.
Desta maneira as almas são incitadas no caminho perverso e mau da desobediência à lei do Senhor, são submersas no pecado e assim são impedidas de receber o dom da graça e da vida de Deus.
As sete virtudes teologais e cardeais, que são o fruto do viver na graça de Deus, a maçonaria opõe a difusão dos sete vícios capitais, que são o fruto do viver habitualmente em estado de pecado.
À Fé ela opõe a soberba; à Esperança a luxúria; à Caridade a avareza; à Prudência a ira; à fortaleza a preguiça; à Justiça a inveja; à Temperança a gula.
Aquele que se torna vítima dos 7 vícios capitais é gradualmente conduzido a tirar de Deus o culto que somente a Ele é devido, para dá-lo a falsas divindades, que são a própria personificação de todos esses vícios.
E nisto consiste a maior e mais horrível blasfémia.
Eis porque sobre cada cabeça da besta está escrito um título blasfemo.
Cada loja maçónica tem a tarefa de fazer adorar uma divindade diferente.
A primeira cabeça leva o título blasfemo da soberba, que se opõe à virtude da Fé, e conduz a prestar o culto ao deus da razão humana e do orgulho, da técnica e do progresso.
A segunda cabeça leva o título blasfemo da luxúria, que se opõe à virtude da Esperança, e conduz a prestar o culto ao deus da sensualidade e da impureza.
A terceira cabeça leva o título blasfemo da avareza, que se opõe à virtude da caridade, difundindo em toda a parte o culto ao deus do dinheiro.
A quarta cabeça leva o título blasfemo da ira, que se opõe à virtude da Prudência, e conduz a prestar o culto ao deus da discórdia e da divisão.
A quinta cabeça leva o título blasfemo da preguiça, que se opõe à virtude da Fortaleza, difundindo o culto ao ídolo do medo, da opinião pública e da exploração.
A sexta cabeça leva o título blasfemo da inveja, que se opõe à virtude da Justiça, e leva a prestar o culto ao ídolo da violência e da guerra.
A sétima cabeça leva o título blasfemo da gula, que se opõe à virtude da Temperança, e conduz a prestar o culto ao ídolo tão exaltado do hedonismo e do prazer.
A tarefa das lojas maçónicas é a de operar hoje, com grande astúcia, para levar por toda a parte a humanidade a desprezar a santa lei de Deus, a operar em aberta oposição aos dez mandamentos, a subtrair o culto devido ao único Deus, para dá-lo a falsos ídolos, que são exaltados e adorados por um número cada vez maior de homens: a razão; a carne; o dinheiro; a discórdia; o domínio; a violência; o prazer.
Assim as almas são precipitadas na tenebrosa escravidão do mal, do vício e do pecado, e, no momento da morte e do juízo de Deus, no pântano do fogo eterno que é o inferno.
Agora compreendeis como, nestes tempos, contra o terrível e insidioso ataque da besta negra, isto é, da maçonaria, o meu Coração Imaculado se torna o refúgio e a estrada segura que vos leva a Deus.
No meu Coração Imaculado se delineia a táctica usada pela vossa Mãe Celeste para contra atacar e vencer a enganosa trama usada pela besta negra.
Por isso formo todos os meus filhos a observar os mandamentos de Deus; a viver à letra os Evangelhos; a usar com frequência os sacramentos, especialmente os da penitência e comunhão eucarística, como ajuda necessária para conservar-se na graça de Deus; a exercitar de maneira forte as virtudes, caminhar sempre na estrada do bem, do amor, da pureza e da santidade.
Padre Gobbi 13 de Junho de 1989
A besta semelhante a um cordeiro
Para conseguir este fim , à besta negra que sobe do mar, vem da terra em auxílio, uma besta com 2 chifres semelhantes aos de um cordeiro.
O cordeiro, na divina Escritura, sempre foi o símbolo do sacrifício.
Na noite do êxodo, foi sacrificado o cordeiro e, com o seu sangue, foram aspergidos os umbrais das casas dos hebreus para subtraí-los ao castigo, que ao contrário, golpeou todos os egípcios.
A Páscoa hebraica recorda este facto todos os anos, com a imolação de um cordeiro, que é sacrificado e consumido.
Sobre o Calvário Jesus Cristo se imola para a redenção da humanidade, se faz Ele próprio nossa Páscoa e se torna o verdadeiro Cordeiro de Deus que tira todos os pecados do mundo.
A besta traz sobre a cabeça dois chifres semelhantes aos de um cordeiro.
Ao símbolo do sacrifício está intimamente unido o do sacerdócio: os dois chifres.
Um chapéu com dois chifres era usado pelo Sumo Sacerdote no Velho Testamento.
A mitra - com dois chifres - usam os bispos na Igreja, para indicar a plenitude de seu Sacerdócio.
A besta negra, semelhante a uma pantera, indica a maçonaria; a besta com dois chifres, semelhante a um cordeiro, indica a maçonaria infiltrada no interior da Igreja, isto é, a maçonaria eclesiástica, que se difundiu, sobretudo, entre os membros da hierarquia.
Esta infiltração maçónica, no interior da Igreja, já vos foi predita por mim em Fátima, quando vos anunciei que satanás se introduziria até o vértice da Igreja.
Se o objectivo da maçonaria é de conduzir as almas à perdição, levando-as ao culto de falsas divindades, o objectivo da maçonaria eclesiástica é, por outro lado, de destruir Cristo e a sua Igreja, construindo um novo ídolo, isto é, um falso Cristo e uma falsa Igreja.
Jesus no Evangelho, deu de si próprio a sua definição mais completa, dizendo ser a Verdade, a Vida e o Caminho.
Jesus é a Verdade, porque nos revela o Pai, nos diz a sua Palavra definitiva, leva toda a divina Revelação ao seu perfeito cumprimento.
Jesus é a Vida, porque nos dá a própria vida divina, com a graça por Ele merecida coma Redenção, e institui os Sacramentos como meios eficazes que comunicam a graça.
Jesus é o Caminho, que conduz ao Pai, por meio do Evangelho, que nos deu, como caminho a percorrer, para chegar à salvação
Jesus é a Verdade, porque é Ele - Palavra viva - fonte e sinete de toda a divina revelação.
Então, a maçonaria eclesiástica age para obscurecer a Sua divina Palavra, por meio de interpretações naturais e racionais, na tentativa de torná-la mais compreensiva e acolhida, a esvazia de todo o seu conteúdo sobrenatural.
Assim se difundem os erros, em todas as partes da própria Igreja Católica.
Por causa da difusão destes erros, hoje muitos se afastam da verdadeira fé, realizando-se a profecia que eu vos fiz em Fátima: Virão tempos em que muitos perderão a verdadeira fé. - A perda da fé é Apostasia.
A maçonaria eclesiástica age, de modo enganoso e diabólico, para conduzir todos à apostasia.
Jesus é Vida porque dá a Graça.
O objectivo da maçonaria eclesiástica é o de justificar o pecado, de apresentá-lo não mais como um mal, mas como um valor e um bem.
Assim se aconselha a cometê-lo, como um modo de satisfazer as exigências da própria natureza, destruindo a raiz da qual pode nascer o arrependimento e se diz que não é mais necessário confessá-lo.
Fruto pernicioso deste maldito câncer, que se difundiu em toda a Igreja, é o desaparecimento da confissão individual em toda a parte.
As almas são levadas a viver no pecado, recusando o dom da Vida, que Jesus nos ofereceu.
Jesus é o Caminho, que conduz ao Pai, por meio do Evangelho.
A maçonaria eclesiástica favorece as explicações, que dão dele interpretações racionalistas e naturais, por aplicação dos vários géneros literários, e assim, o Evangelho é dilacerado em todas as suas partes.
Chega-se finalmente, a negar a realidade histórica dos milagres e da ressureição e se põe em dúvida a própria divindade de Jesus e a sua missão salvífica.
Depois de ter destruído o Cristo histórico, a besta com dois chifres semelhantes a um cordeiro procura destruir o Cristo místico que é a Igreja.
A Igreja instituída por Cristo é uma só: é a Igreja santa, católica, apostólica, una, fundada sobre Pedro.
Como Jesus, também a Igreja fundada por Ele, que forma o seu corpo místico, é Verdade, Vida e Caminho.
A Igreja é Verdade , porque só a Ela Jesus confiou à guarda, na sua integridade, todo o depósito da fé. Confiou-o à Igreja hierárquica, isto é, ao Papa e aos Bispos unidos a Ele.
A maçonaria eclesiástica procura destruir esta realidade com o falso ecumenismo, que leva à aceitação de todas as Igrejas Cristãs, afirmando que cada uma delas possui uma parte de verdade.
Ela cultiva o projecto de fundar uma Igreja Ecuménica Universal, formada pela fusão de todos os credos cristãos, entre os quais a Igreja Católica.
A Igreja é a Vida porque dá a Graça e só Ela possui os meios eficazes da graça, que são os sete sacramentos.
É Vida, especialmente porque só a Ela foi dado o poder de gerar a Eucaristia, por meio do Sacerdócio ministerial e hierárquico.
Na Eucaristia, Jesus Cristo está realmente presente com o seu Corpo glorioso e a sua Divindade.
Então a maçonaria eclesiástica, de tantas e enganosas maneiras, procura atacar a piedade eclesial para com o Sacramento da Eucaristia. Desta valoriza só o aspecto da Ceia, tende a minimizar o seu valor de sacrifício, procura negar a presença real e pessoal de Jesus nas Hóstias consagradas.
Por isso, foram gradualmente suprimidos todos os sinais externos, que são indicativos da fé na presença real de Jesus na Eucaristia, como as genuflexões, as horas de adoração pública, o santo costume de circundar o tabernáculo com luzes e flores.
A Igreja é o Caminho porque conduz ao Pai, por meio do Filho, no Espírito Santo, sobre a estrada da perfeita unidade.
Como o Pai e o Filho são um, assim deveis ser uma só coisa entre vós.
Jesus quis que a sua Igreja seja sinal e instrumento da unidade de todo o género humano.
A Igreja consegue ser unida, porque foi fundada sobre a pedra angular da sua unidade: Pedro e o Papa que sucede ao carisma de Pedro.
Então a maçonaria eclesiástica procura destruir o fundamento da unidade da Igreja, com o ataque traiçoeiro e insidioso ao Papa.
Ela urde as tramas da dissenção e da contestação ao Papa; sustenta e premia aqueles que o vilipendiam e lhe desobedecem; propaga as críticas e as oposições de Bispos e teólogos.
Desta maneira é demolido o próprio fundamento da sua unidade e assim a Igreja é cada vez mais dilacerada e dividida.
Padre Gobbi 17 de Junho de 1989
O número da besta: 666 — "Filhos predilectos, compreendei agora o plano da vossa Mãe Celeste, a Mulher vestida de sol, que combate, com o seu exército, na grande luta contra todas as forças do mal, para obter a sua vitória, na perfeita glorificação da Santíssima Trindade.
Combatei comigo, filhos pequeninos, contra o dragão, que procura levar toda a humanidade contra Deus.
Combatei comigo, filhos pequeninos, contra a besta negra, a maçonaria, que quer conduzir as almas à perdição.
Combatei comigo, pequenos filhos, contra a besta semelhante a um cordeiro, a maçonaria infiltrada no interior da vida eclesiástica para destruir Cristo e a sua Igreja.
Para alcançar este objectivo quer construir um novo ídolo, isto é, um falso Cristo e uma falsa Igreja
A maçonaria eclesiástica recebe ordens e poder das lojas maçónicas e trabalha para conduzir secretamente todos a fazer parte destas seitas secretas.
Assim, impele os ambiciosos com a perspectiva de uma carreira fácil; enche de bens os sedentos por dinheiro; ajuda os seus membros a se projectarem e a ocuparem os postos mais importantes, enquanto marginaliza, de maneira traiçoeira, mas decidida, todos os que se recusam a participar do seu desígnio.
De facto , a besta semelhante a um cordeiro exerce todo o poder da primeira besta, em sua presença, e constringe a terra e os seus habitantes a adorar a primeira besta.
A maçonaria eclesiástica chega até mesmo a construir uma estátua em honra da besta e constringe todos a adorar esta estátua.
Mas, segundo o primeiro mandamento da santa lei do Senhor, só a Deus se deve adorar e só a Ele deve ser dada qualquer forma de culto.
Então se substitui DEUS por um ídolo, poderoso, forte, dominador, um ídolo tão poderoso, que pode mandar matar todos os que não adoram a estátua da besta.
Um ídolo tão forte e dominador, que faz com que todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos recebam uma marca sobre a mão direita e sobre a fronte, e que ninguém possa comprar ou vender sem que tenha tal marca, ou seja, o nome da besta ou o número do seu nome, este grande ídolo, construído para ser adorado e servido por todos, como já vos revelei na mensagem precedente, é um falso Cristo e uma falsa Igreja.
Mas qual é o seu nome?
No capítulo 13 do Apocalipse está escrito: Aqui está a sabedoria. Quem tem inteligência calcule o número da besta: ele representa um nome de homem. E tal número é 666. - Com inteligência, iluminada pela luz divina da sabedoria, consegue-se decifrar no número 666 o nome de um homem e este nome, indicado por tal número, é o do anticristo.
Lúcifer, a antiga serpente, o diabo ou satanás, o dragão vermelho, torna-se nestes últimos tempos, o anticristo.
Já o apóstolo João afirmava que quem nega que Jesus Cristo é Deus, este é o anticristo.
A estátua ou o ídolo, construído em honra da besta, para ser adorado por todos os homens é o anticristo.
Calculai agora o seu número 666, para compreender como ele indica o nome de um homem.
O número 333 indica a divindade.
Lúcifer rebela-se contra Deus por soberba, porque quer colocar-se acima de Deus.
O 333 é o número que indica o mistério de Deus, aquele que quer se colocar acima de Deus leva o sinal de 666, portanto este número indica o nome de lúcifer, satanás, isto é, daquele que se coloca contra Cristo, do anticristo.
O 333 indicado uma vez, isto é, por 1, exprime o mistério da unidade de Deus.
O 333 indicado duas vezes, isto é, por 2, indica as duas naturezas, a divina e a humana, unidas na Pessoa divina de Jesus Cristo.
O 333 indicado três vezes, isto é, por 3 indica o mistério das três pessoas divinas, isto é, exprime o mistério da Santíssima Trindade.
Portanto o número 333, expresso uma, dua e três vezes, exprime os mistérios principais da fé católica, que são: 1º: a Unidade e a Trindade de Deus; 2º: a encarnação, a paixão, a morte e a ressureição de nosso Senhor Jesus Cristo.
Se o número 333 indica a Divindade, aquele que se quer colocar acima do próprio Deus é indicado pelo número 666.
O número 666, indicado uma vez, isto é, por 1, exprime o ano 666.
Seiscentos e sessenta e seis.
Neste período histórico, o anticristo se manifesta através do Islão, que nega directamente o mistério da divina Trindade e a Divindade de nosso Senhor Jesus Cristo.
O islamismo, com a sua força militar, se desencadeia por toda a parte, destruindo todas as antigas comunidades cristãs, invade a Europa e só por minha materna e extraordinária intercessão, solicitada fortemente pelo Santo Padre, não consegue destruir completamente a cristandade.
O 666 indicado duas vezes, isto é, por 2, exprime o ano de 1332, mil trezentos e trinta e dois.
Neste período histórico, o anticristo se manifesta com um ataque radical à fé na Palavra de Deus.
Através dos filósofos, que começam a dar um valor exclusivo à ciência e depois à razão, tende-se gradualmente a construir como único critério de verdade somente a inteligência humana. Nascem os grandes erros filosóficos, que continuam nos séculos até os vossos dias.
A importância exagerada dada à razão, como critério exclusivo de verdade, leva necessariamente à destruição da fé na Palavra de Deus.
De facto, com a reforma protestante, se rejeita a Tradição como fonte da Divina Revelação, e se aceita somente a Sagrada Escritura.
Mas, também esta deve ser interpretada por meio da razão, e se rejeita obstinadamente o Magistério autêntico da Igreja hierárquica, à qual Cristo confiou a guarda do depósito da fé.
Cada um é livre para ler e para compreender a Sagrada Escritura, segundo a sua interpretação pessoal.
Desta maneira é destruída a fé na Palavra de Deus.
Obra do anticristo, neste período histórico, é a divisão da Igreja, a consequente formação de numerosas confissões cristãs, que são gradualmente impelidas a uma perda cada vez mais extensa da verdadeira fé na Palavra de Deus.
O número 666 indicado três vezes, isto é, por 3, exprime o ano de 1998, mil novecentos e noventa e oito.
Neste período histórico, a maçonaria ajudada pela maçonaria eclesiástica, conseguirá o seu grande intento: construir um ídolo para colocar no lugar de Cristo e da sua Igreja.
Um falso Cristo e uma falsa Igreja. Portanto, a estátua construída em honra da primeira besta, para ser adorada por todos os habitantes da terra e que assinalará com a sua marca todos aqueles que queiram comprar ou vender, é a do anticristo.
Chegaste assim ao vértice da purificação, da grande tribulação e da apostasia.
A apostasia será então generalizada porque quase todos seguirão o falso Cristo e a falsa Igreja.
Então, será aberta a porta para o aparecimento do homem ou da própria pessoa do anticristo!
Eis, filhos predilectos, porque vos quis iluminar sobre as páginas do Apocalipse, que se referem aos tempos em que viveis.
Padre Gobbi 15 de Agosto de 1989.
Aqui se deve mostrar a constância dos Santos
Aqui se deve mostrar a constância daqueles que não adoram a besta e não se deixarão assinalar com a sua diabólica marca.
Aqueles que, ao contrário, adorarão a besta e a sua estátua e receberão a sua marca sobre a fonte e sobre a mão, beberão o vinho da ira de Deus, derramado no cálice do seu terrível castigo, e serão torturados na presença do Cordeiro e dos santos Anjos com fogo e enxofre.
Aqui se deve mostrar a constância daqueles que levam escrito sobre a fronte o nome do Cordeiro e o nome do seu Pai, porque não traíram o seu Deus, no seu falar nunca esteve a mentira e seguem o Cordeiro onde quer que vá.
Padre Gobbi 8 de Setembro de 1989
A marca sobre a fronte e sobre a mão
Estes são os tempos nos quais os partidários daqueles que se opõe a Cristo são assinalados com a sua marca sobre a fronte e sobre a mão.
A marca sobre a fronte e sobre a mão é a expressão de total dependência daquele que é significado por este sinal.
O sinal indica que aquele que é o inimigo de Cristo, isto é, o anticristo, e a sua marca que vem impressa, significa o completo pertencer da pessoa assinalada ao exército daquele que se opõe a Cristo e luta contra o seu divino e real domínio.
A marca é impressa sobre a fronte e sobre a mão.
A fronte indica a inteligência, porque a mente é a sede da razão humana.
A mão exprime a actividade humana, porque é com as suas mãos que o homem opera e trabalha.
Portanto, é a pessoa que está assinalada com a marca do anticristo na sua inteligência e na sua vontade.
Quem se deixa assinalar com a marca sobre a fronte é levado a acolher a doutrina da negação de Deus, da recusa da sua lei, do ateísmo que, nestes tempos, é cada vez mais difundido e propagandeado.
É assim impelido a seguir as ideologias hoje em moda e fazer-se propagador de todos os erros.
Quem se deixa assinalar com a marca sobre a mão é obrigado a agir de maneira autónoma e independente de Deus, ordenando a própria actividade à procura de um bem só material e terreno.
Assim subtrai a sua acção ao desígnio do Pai, que quer iluminá-la e sustentá-la com a sua divina providência; ao amor do Filho que torna a fadiga humana um meio precioso para a sua própria redenção e santificação; ao poder do Espírito Santo que age em toda a parte para renovar interiormente cada criatura.
Aquele que é assinalado com a marca sobre a mão trabalha só para si próprio, para acumular
bens materiais, faz do dinheiro o seu deus e torna-se a vítima do materialismo.
Quem é assinalado com a marca sobre a mão faz do próprio eu o centro de todo o seu agir, olha os outros como objecto para usar e para desfrutar para o proveito próprio e torna-se vítima do egoísmo desenfreado e da falta de amor.
Se o meu adversário assinala, com a sua marca, todos os seus sequazes, chegou o tempo no qual também Eu, vossa Celeste Comandante, assinalo com o meu sinete materno, todos aqueles que são consagrados ao meu Coração Imaculado e fazem parte do meu exército.
Imprimo sobre a vossa fronte o meu sinete com o sinal santíssimo da Cruz de meu Filho Jesus.
Assim abro a inteligência humana a acolher a Sua divina Palavra, a amá-la, a vivê-la, vos levo a entregar-vos completamente a Jesus que vo-la revelou, e vos tornou hoje corajosas testemunhas de fé.
Aos assinalados sobre a fronte com a marca blasfema, Eu contraponho os meus filhos assinalados com a Cruz de Jesus Cristo.
Depois ordeno toda vossa actividade à perfeita glorificação da Santíssima Trindade.
Para isso imprimo sobre a vossa mão o meu sinete que é o sinal do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Com o sinal do Pai, a vossa actividade humana é ordenada para uma perfeita cooperação ao desígnio da sua divina providência, que ainda hoje dispõe todas as coisas para o vosso bem.
Com o sinal do Filho, toda vossa acção é inserida profundamente no mistério da sua divina redenção.
Com o sinal do Espírito Santo, todo o vosso agir se abre à sua poderosa força de santificação, que sopra em toda a parte como um fogo potente, para renovar todo o mundo desde os fundamentos.
Meus filhos predilectos, deixai-vos todos ser assinalados sobre a fronte e sobre a mão com o meu materno sinete, neste dia em que, recolhidos com amor ao redor de meu berço, celebrais a festa do nascimento terreno da vossa Mãe Celeste."
Padre Gobbi 13 de Outubro de 1989
O Anjo do Primeiro flagelo
Os tempos da batalha decisiva chegaram.
Desceu sobre o mundo a hora da grande tribulação, porque os Anjos do Senhor foram enviados, com os seus flagelos, para castigarem a terra.
Quantas vezes vos convidei a caminhardes pela estrada da mortificação dos sentidos, do domínio das paixões, da modéstia, do bom exemplo, da pureza e da santidade.
Mas a humanidade não acolheu o meu convite e continuou a desobedecer ao sexto mandamento da Lei do Senhor que prescreve a não cometer actos impuros.
Pelo contrário, se quis exaltar tais transgressões e propô-las como a conquista de um valor humano e de um modo novo de exercitar a própria liberdade pessoal.
Assim hoje se chegou a legitimar como bons todos os pecados de impureza.
Começou-se a corromper as consciências das crianças e dos jovens, levando-os à convicção de que os actos impuros cometidos sozinhos não são mais pecados; que as relações tidas antes do matrimónio entre noivos são lícitas e boas; que as famílias podem comportar-se liberalmente e também recorrerem aos meios para impedir o nascimento.
Chega-se à justificação e à exaltação dos actos impuros contra à natureza e até a propor leis que equiparam à família a convivência de homossexuais.
Jamais como hoje a imoralidade, a impureza, e a obscenidade foram continuamente propagadas; através da imprensa e todos os meios de comunicação social.
Sobretudo a televisão tornou-se o perverso instrumento de um quotidiano bombardeamento de imagens obscenas, dirigidas a corromper a pureza da mente e do coração de todos.
Os locais de divertimento, particularmente os cinemas e as discotecas, tornaram-se lugares de profanação pública da própria dignidade humana e cristã.
É o tempo no qual o Senhor nosso Deus é continuamente e publicamente ofendido com os pecados da carne.
Já a divina Escritura vos advertiu que quem peca por meio da carne, na própria carne encontra a sua justa punição.
Assim chegou o tempo no qual o anjo do primeiro flagelo passa sobre o mundo, para que ele seja castigado segundo a vontade de Deus.
O Anjo do primeiro flagelo incide na carne daqueles que se deixaram assinalar pela marca do monstro sobre a fronte e sobre a mão e adoraram a sua imagem, uma chaga dolorosa e maligna, que faz gritar de desespero aquele que foi ferido.
Esta chaga representa as dores físicas que golpeiam o corpo devido às doenças graves e incuráveis.
A chaga dolorosa e maligna é um flagelo para toda a humanidade, hoje tão pervertida, que construiu uma civilização ateia, materialista e faz da busca do prazer a finalidade suprema do viver humano.
Alguns dos meus pobres filhos foram feridos por causa dos seus pecados impuros e das suas desordens morais e carregam em si mesmos o peso do mal que fizeram.
Outros, ao contrário, são feridos, mesmo sendo bons e inocentes; então, o sofrimento deles serve para a salvação de muitos maus, por motivo da solidariedade que a todos vos une.
O primeiro flagelo são os tumores malignos e toda a espécie de câncer, contra o qual a ciência nada pode fazer, não obstante o seu progresso em todos os sectores, doenças que cada vez mais se difundem e golpeiam o corpo humano, devastando-o de chagas dolorosíssimas e malignas.
Filhos predilectos, pensai na difusão destas doenças incuráveis em toda a parte do mundo e nas milhões de mortes que elas fazem.
O primeiro flagelo é a nova doença da S.I.D.A., que fere sobretudo os meus pobres filhos vítimas da droga, dos vícios e dos pecados impuros contra a natureza.
A vossa Mãe Celeste quer ser para todos ajuda, sustento, conforto e esperança, nestes tempos nos quais a humanidade é ferida por este primeiro flagelo.
Por isso vos convido a caminhar pela estrada do jejum, da mortificação e da penitência.
Às crianças peço que cresçam na virtude da pureza e neste difícil caminho sejam ajudadas pelos pais e pelos educadores.
Aos jovens peço que se formem no domínio das paixões com a oração e a vida de união comigo, e que renunciem a ir ao cinema e às discotecas, onde existe o grave e contínuo perigo de ofender esta virtude que é tão querida ao meu Coração Imaculado.
Aos noivos peço que se abstenham de qualquer relação antes do matrimónio.
Às famílias cristãs peço que se formem no exercício da castidade conjugal e não usem nunca meios artificiais para impedir a vida, segundo o ensinamento de Cristo, que a Igreja ainda hoje propõe com iluminada sabedoria.
Quanto desejo dos Sacerdotes a escrupulosa observância do celibato e dos religiosos a prática fiel e austera do seu voto de castidade!
Aos meus pobres filhos feridos pelo primeiro flagelo da chaga dolorosa e maligna, Eu me apresento como Mãe misericordiosa, que alivia e conforta, que leva à esperança e à paz.
A eles peço que ofereçam os seus sofrimentos em espírito de reparação, de purificação e de santificação.
Sobretudo para estes o meu Coração Imaculado torna-se o mais acolhedor refúgio e a estrada segura que os leva ao Deus da salvação e da alegria.
Neste meu jardim Celeste todos serão consolados e encorajados, enquanto Eu mesma cuido amorosamente para dar-lhes alívio no sofrimento e, se for vontade do Senhor, oferecer o dom da cura. Portanto, nestes tempos em que a humanidade está sendo golpeada pelo primeiro castigo, vos convido todos a olhardes para Mim, vossa Mãe Celeste, para serdes confortados e ajudados.
Padre Gobbi 8 de Dezembro de 1989
Uma coroa de doze estrelas
Eis-me então apresentada pela Sagrada Escritura no fulgor da minha materna realeza: e um outro sinal aparece no céu: uma Mulher, vestida de sol, com uma lua a seus pés e sobre a cabeça uma coroa de doze estrelas.
Em torno da minha cabeça há portanto uma coroa de doze estrelas.
A coroa é o sinal da realeza.
Ela é composta de doze estrelas, porque o símbolo vem da minha presença régia e materna no próprio coração do povo de Deus.
As doze estrelas indicam as doze tribos de Israel, que formam o povo eleito, escolhido e chamado pelo Senhor para preparar a vinda ao mundo do Filho de Deus e do Redentor.
Por isto as tribos de Israel formam doze pedras preciosas do diadema que circunda a minha cabeça, para indicar a função da minha realeza materna.
As doze estrelas significam também os doze Apóstolos, que são o fundamento sobre o qual Cristo fundou a sua Igreja.
As doze estrelas significam também uma nova realidade.
O Apocalipse me vê de facto como um grande sinal no céu: Mulher vestida de sol, que combate o dragão e o seu poderoso exército do mal.
Então as estrelas em torno da minha cabeça indicam aqueles que se consagram ao meu Coração Imaculado, fazem parte do meu exército vitorioso, deixam-se guiar por mim para combater esta batalha e para no final obter a nossa maior vitória. Desta forma todos os meus predilectos e os filhos consagrados ao meu Coração Imaculado, chamados a serem hoje os Apóstolos dos últimos tempos, são as estrelas mais luminosas da minha coroa real.
As doze estrelas, que formam a coroa luminosa da minha materna realeza, são constituídas pelas 12 tribos de Israel, e pelos Apóstolos destes vossos últimos tempos.
Padre Gobbi 1 de Janeiro de 1990
Mãe do segundo Advento
É um decénio muito importante.
É um período de tempo particularmente assinalado por uma forte presença do Senhor entre vós.
No último decénio do vosso século serão cumpridos os acontecimentos que Eu vos predisse.
Padre Gobbi 8 de Fevereiro de 1990
Agora que entrais no último decénio deste século, no qual se cumprirão os acontecimentos decisivos que vos levarão ao triunfo do meu Imaculado Coração, hoje vos peço que se difundam cada vez mais os Cenáculos com os Sacerdotes, os Cenáculos com os fiéis e os Cenáculos familiares.
Padre Gobbi 13 de Maio de 1990
Eu desço do Céu — "Desci do céu, faz setenta e três anos, nesta Cova da Iria, para indicar-vos o caminho a percorrer no decurso deste vosso difícil século. Os acontecimentos tão dolorosos, que se sucederam, desenrolaram-se dando plena realização às palavras da minha profecia.
— A humanidade não acolheu o meu materno convite para retomar ao Senhor, pela estrada da conversão do coração e da vida, da oração e da penitência.
Assim, conheceu os anos terríveis da segunda guerra mundial, que acarretou dezenas de milhões de mortes, vastas destruições de povos e nações.
— A Rússia não Me foi consagrada pelo Papa, com todos os Bispos, e assim não recebeu a graça da conversão e difundiu os seus erros por todas as partes do mundo, provocando guerras, violências, revoluções sangrentas, perseguições à Igreja e ao Santo Padre.
— Satanás foi o dominador incontestado dos acontecimentos deste vosso século, levando a humanidade inteira à rejeição de Deus e de sua Lei de amor, difundindo por toda parte divisão e ódio, imoralidade e maldade, e fazendo legitimar em toda parte o divórcio, o aborto, a obscenidade e a homossexualidade, o recurso a todos os meios para impedir a vida.
O meu terceiro segredo, que aqui dei a conhecer às três crianças a quem apareci, e que até agora ainda não vos foi revelado, tornar-se-á manifesto a todos pelo próprio desenrolar dos acontecimentos.
A humanidade viverá o momento do seu grande castigo e será assim preparada a receber o Senhor Jesus que voltará a vós na glória.
Por isso, sobretudo hoje, Eu desço ainda do céu, por meio das minhas numerosas aparições, das mensagens que vos dou e desta extraordinária obra do meu Movimento Sacerdotal Mariano, para dispor-vos a viver os acontecimentos que já estão por cumprir-se, conduzir-vos pela mão para percorrer a parte mais difícil e dolorosa deste vosso segundo advento, e preparar as mentes e os corações de todos para receber Jesus no momento já próximo do seu glorioso retorno.
Padre Gobbi 3 de Junho de 1990
O Tempo do Espírito Santo
—"Vinde Espírito Santo, vinde pela poderosa intercessão do Imaculado Coração de Maria, vossa amadíssima Esposa".
Repeti frequentemente esta invocação.
Que ela se torne a vossa oração habitual durante estes anos que ainda vos separam do grande jubileu ao ano 2000, enquanto viveis os tempos conclusivos deste segundo advento.
Vós vos aproximais do grande momento no qual se cumprirá o grande prodígio do segundo Pentecostes.
Somente o Espírito de Amor pode renovar o mundo todo.
Somente o Espírito de Amor pode formar os novos céus e a nova terra.
Somente o Espírito de Amor pode preparar os corações, as almas, a Igreja e toda a humanidade para receber Jesus, que retornará a vós na glória.
Assim, o Espírito Santo cumpre a sua divina missão de dar pleno testemunho do Filho e conduzir-vos-á à compreensão de toda a Verdade.
O Espírito Santo tem a tarefa de tornar-vos hoje corajosas testemunhas da Verdade e de levar-vos a um testemunho heróico de fé em Jesus.
O Espírito Santo tem a tarefa de iluminar as vossas almas com a Luz da Graça divina e de conduzir-vos pelo caminho da santidade.
Por isso derrama sobre vós os seus sete santos Dons, dando assim vigor e crescimento às virtudes teologais e morais, que transformam a vossa vida num jardim florido, no qual a Santíssima Trindade estabelece a sua morada.
O Espírito Santo tem a tarefa de formar os vossos corações na perfeição do amor, e assim queima em vós toda forma de egoísmo e vos purifica no caminho de inumeráveis sofrimentos.
O Espírito Santo tem a tarefa de levar a Igreja ao seu maior esplendor, para que assim se torne toda bela, sem mancha e sem ruga, à imitação de vossa Mãe Celeste, e possa difundir a Luz de Cristo para todas as nações da terra.
O Espírito Santo tem a tarefa de transformar toda a humanidade e de renovar a face da terra, para que ela se torne um novo Paraíso terrestre, no qual Deus seja por todos desfrutado, amado e glorificado.
O Espírito Santo abre e fecha as portas do segundo Advento.
Por isso, todo período do segundo Advento, que estais vivendo, é o tempo do Espírito Santo.
Viveis no seu tempo.
Padre Gobbi 28 de Junho de 1990
O Segundo Pentecostes
Entrais no último decénio deste vosso século, no qual se cumprirão os acontecimentos que Eu vos predisse e os meus segredos vos serão revelados. Estais já próximos do segundo Pentecostes.
Padre Gobbi 9 de Setembro de 1990
A grande batalha que agora se está travando é sobretudo ao nível dos Espíritos: os Espíritos maus contra os Espíritos angélicos.
Sois envolvidos nesta luta que se desenrola entre céu e terra, entre os Anjos e os demónios, entre São Miguel Arcanjo e Lúcifer.
Aos Anjos do Senhor é confiada a missão de defender a vossa pessoa, a vida da Igreja, o bem de toda a humanidade.
Esta é a Hora das Potências Angélicas.
Padre Gobbi 13 de Outubro de 1990
Eu revelo o meu segredo
Está próximo o reino glorioso de Cristo, que se estabelecerá entre vós com a segunda vinda de Jesus ao mundo.
O que se prepara é coisa tão grande, que nunca houve desde a criação do mundo.
Padre Gobbi 13 de Maio de 1991
O Papa do meu segredo
Hoje vos confirmo que este é o Papa do meu segredo; o Papa de quem falei às crianças durante as aparições; o Papa do meu amor e da minha dor.
Quando este Papa tiver cumprido a missão que Jesus lhe confiou e Eu descer do céu para acolher o seu sacrifício, todos sereis envoltos por uma densa treva da apostasia, que terá se tornado então generalizada.
Permanecerá fiel só aquele pequeno resto que, nestes anos, acolhendo o meu convite materno se deixou guardar no refúgio seguro do meu Coração Imaculado.
E será este pequeno resto fiel, por Mim preparado e formado, que terá a missão de receber o Cristo que voltará a vós na glória, dando assim inicio à nova era que vos espera.
Padre Gobbi 8 de Junho de 1991
Apóstolos dos últimos tempos
Mostrai-vos a todos como os meus consagrados. como os Apóstolos destes últimos tempos.
Como Apóstolos dos últimos tempos, deveis anunciar com coragem todas as verdades da fé católica proclamar com força o Evangelho, desmascarar com decisão as perigosas heresias, que se travestem de verdade para melhor enganar as mentes e assim afastar um grande numero de meus filhos da verdadeira fé.
Como Apóstolos dos últimos tempos, deveis agora iluminar a terra com a Luz de Cristo.
Padre Gobbi 15 de Agosto de 1991
A nova era, que Eu vos preparo coincide com a derrota de satanás e de seu domínio universal.
Será destruído todo o seu poder; será amarrado, com todos os espíritos maus, e encerrado no inferno, do qual não poderá sair para prejudicar o mundo.
Padre Gobbi 3 de Setembro de 1991
Apóstolos da nova era
Agora vos peço para vos tomardes os Apóstolos da nova era, que vos espera.
Espera-vos a tarefa de reconstruir a Igreja, aqui onde foi tão perseguida e violada pelo meu adversário.
Espera-vos a tarefa de evangelizar esta pobre humanidade, que foi enganada e seduzida pelo Espírito do mal.
Espera-vos a tarefa de fazer descer o bálsamo suave da minha ternura materna sobre tantas chagas abertas e sangrentas.
Sede vós expressão do meu amor e da minha preocupação materna. Se cumprirdes esta tarefa que hoje vos confio, tornar-vos-eis verdadeira-mente os Apóstolos da nova era, que aqui Eu já iniciei.
Padre Gobbi 13 de Outubro de 1991
O Grande sinal no céu.
Sou a Mulher vestida de sol.
Padre Gobbi 2 de Outubro de 1992
O anúncio dos três anjos
Entrastes na fase mais dolorosa e difícil da batalha entre os Espíritos do bem e os espíritos do mal, entre os Anjos e os demónios. É uma luta terrível que se desenvolve ao vosso redor e acima de vós. Vós, pobres criaturas terrenas, estais envolvidos nessa luta e assim sentis particularmente fortes as insídias lançadas contra vós pelos espíritos malignos, para conduzir-vos pelo caminho do pecado e do mal.
Por isso, estes são os tempos em que deve se fazer ainda mais forte e contínua a acção dos vossos Anjos da Guarda.
Invocai-os frequentemente, escutai-os com docilidade, segui-os a cada momento. Na Igreja deve tornar-se mais extenso e mais solene o culto de veneração e de louvor aos Anjos do Senhor.
De facto, a eles está reservada a tarefa de dar-vos o anúncio dos esperado da vossa próxima libertação.
O anúncio dos três Anjos seja por vós esperado com confiança, acolhido com alegria e seguido com amor.
—A vossa libertação coincidirá com o fim da iniquidade, com a completa libertação de toda a criação da escravidão do pecado e do mal.
O que acontecerá será uma coisa tão grande, que jamais houve desde o princípio do mundo. Será como um pequeno juízo e cada um verá a própria vida e todas as suas obras na própria Luz de Deus.
Ao primeiro Anjo cabe a tarefa de proclamar a todos este anúncio: "Dai a Deus glória e obediência, louvai-o porque chegou o momento em que Ele julgará o mundo. Ajoelhai-vos diante d'Aquele que fez o céu, a terra, as fontes e o mar."
—A vossa libertação coincidirá com a derrota de satanás e de todo espírito diabólico.
Todos os demónios e espíritos dos condenados que nestes anos se espalharam em toda parte do mundo, para a ruína e condenação das almas, serão precipitados no inferno, de onde saíram, e não mais poderão causar dano.
Todo o poder de satanás será destruído.
Ao segundo Anjo cabe a tarefa de dar este anúncio: "Caiu, caiu a grande Babilónia, aquela que fez beber a todos os povos o vinho inebriante da sua prostituição."
— A vossa libertação coincidirá sobretudo com o prémio concedido a todos aqueles que, na grande prova, se mantiveram fiéis e com o grande castigo dado àqueles que se deixaram arrastar pelo pecado e o mal, pela incredulidade e impiedade, pelo dinheiro e o prazer, pelo egoísmo e pela impureza.
Ao terceiro Anjo cabe a tarefa de anunciar o grande castigo: "Se alguém adora o monstro e a sua imagem, e recebe a sua marca sobre a fronte ou na mão, beberá o vinho da ira de Deus, derramado puro no cálice do seu terrível juízo, e será torturado na presença do Cordeiro e dos santos Anjos com fogo e enxofre. A fumaça do seu tormento não termina jamais. Quem adora o monstro e a sua imagem e todo aquele que recebe a marca do seu nome não tem descanso, nem de dia nem de noite.
Padre Gobbi 7 de Outubro de 1992
O anjo com a chave e a corrente
A minha vitória se cumprirá quando satanás, com o seu poderoso exército de todos os espíritos infernais, for preso dentro do seu reino de trevas e de morte, de onde não poderá mais sair para causar dano ao mundo.
Para isso deve descer do céu um Anjo, a quem é dada a chave do abismo e uma corrente com a qual amarrará o grande dragão, a antiga serpente, satanás, com todos os seus seguidores.
O Anjo é um espírito que é enviado por Deus para executar uma missão particular.
Eu sou a Rainha dos Anjos porque faz parte do meu próprio desígnio ser enviada pelo Senhor para executar a maior e mais importante missão de vencer satanás.
A chave é o símbolo do poder que tem aquele que é senhor e dono de um lugar que lhe pertence.
Neste sentido aquele que possui a chave de toda a criação é somente o Verbo Encarnado, porque tudo foi feito por meio d'Ele e por isso Jesus Cristo é o Senhor e Rei de todo o universo, isto é, do céu, da terra e do abismo.
Somente o meu filho Jesus possui a chave do abismo, porque Ele próprio é a Chave de David, que abre e ninguém fecha, que fecha e ninguém abre.
Jesus entrega esta, chave que representa o seu divino poder, nas minhas mãos porque a Mim, como sua Mãe, medianeira entre vós e meu Filho, foi confiada a tarefa de vencer satanás e todo o seu poderoso exército do mal.
É com esta chave que Eu posso abrir e fechar a porta do abismo.
A corrente, com a qual o grande dragão deve ser amarrado é formada pela oração feita comigo e por meio de Mim.
Esta oração é a do Santo Rosário.
Uma corrente, de facto, tem a função de primeiro limitar a acção, em seguida de aprisionar e, por fim, de tornar vã toda a acção daquele que é amarrado por ela.
— A corrente do Santo Rosário tem antes de tudo a função de limitar a acção do meu adversário.
Cada Rosário que recitais comigo tem como efeito restringir a acção do maligno, subtrair as almas do seu influxo maléfico e dar maior força à expansão do bem na vida de muitos de meus filhos.
— A corrente do Santo Rosário tem também o efeito de aprisionar satanás, isto é, tornar impotente a sua acção e diminuir e enfraquecer sempre mais a força do seu diabólico poder.
Por isso, cada Rosário bem rezado é um duro golpe dado contra as forças do mal, é uma parte do seu reino que é demolida.
— A corrente do Santo Rosário obtém, enfim, o resultado de tornar satanás completamente inofensivo.
O seu grande poder é destruído.
Padre Gobbi 13 de Outubro de 1992
Levantai os olhos para o céu
— Levantai os olhos para o céu porque a vossa libertação está próxima. Do céu virá para vós a plena vitória do bem, a paz e a salvação.
Padre Gobbi 22 de Novembro de 1992
Oráculo do Senhor
Meus predilectos e filhos consagrados ao meu Coração Imaculado, escutai as palavras da vossa Mãe Celeste, que docemente vos prepara e vos conduz a viver esses acontecimentos, porque já chegaram os tempos que vos foram preditos pelo profeta Zacarias.
"Oráculo do Senhor. Ferirei o pastor e o rebanho se dispersará; então voltarei minha mão sobre os fracos."
"Oráculo do Senhor. Em todo o país, dois terços serão exterminados e perecerão; um terço será conservado.
Farei passar esse terço pelo fogo; purificá-lo-ei como se purifica a prata, prová-lo-ei como se prova o ouro.
A Ele a glória e o poder para sempre. Amen.
Estai atentos! Jesus Cristo virá entre as nuvens, e todos O verão, inclusive aqueles que O mataram; os povos da terra serão abalados. Sim Amen.
Padre Gobbi 31 de Dezembro de 1992
O fim dos tempos
Tenho-vos anunciado repetidas vezes que se aproxima o fim dos tempos e a vinda de Jesus na glória. Agora quero ajudar-vos a compreender os sinais descritos na Sagrada Escritura, que indicam estar já próximo o seu glorioso retorno.
Esses sinais são claramente indicados no Evangelho, nas Cartas de S. Pedro e de S. Paulo, e estão se realizando nestes anos.
— O primeiro sinal é a difusão dos erros, que levam à perda da fé e à apostasia.
Esses erros são propagados por falsos mestres, por célebres teólogos que não ensinam mais as verdades do Evangelho, mas perniciosas heresias, baseadas em raciocínios humanos e errados.
É por causa do ensino dos erros que se perde a verdadeira fé e se difunde por toda parte a grande apostasia.
"Prestai atenção e não vos deixeis iludir, porque muitos procurarão enganar um grande número. Virão falsos profetas e enganarão muitíssimos." (Mt 24, 4-5.11).
"O Dia do Senhor não virá sem que primeiro venha a grande apostasia." (2Ts 2,3)
"Virão entre vós falsos mestres, que procurarão difundir heresias desastrosas e por fim se voltarão contra o Senhor que os salvou. Muitos os escutarão e levarão, como eles, uma vida imoral e, por sua culpa, a fé cristã será desprezada. Por desejo de riqueza, eles vos iludirão com raciocínios errados." (2Pd 2, 1-3).
— O segundo sinal é o estourar de guerras e de lutas fraticidas, que levam ao predomínio da violência e do ódio e a um esfriamento geral da caridade, enquanto são sempre mais frequentes as catástrofes naturais, como epidemia, fomes, inundações e terramotos.
"Quando ouvirdes falar de guerras, próximas ou longínquas, não tenhais medo: é necessário que isso aconteça.
Os povos combaterão um contra o outro, um reino contra outro reino. Haverá fome e terramotos em muitas regiões. Tudo isso será apenas o início de sofrimentos maiores.
A iniquidade será tão difundida que o amor de muitos esfriará. Mas Deus salvará aquele que resistir até o fim." (Mt 24, 6-12)
— O terceiro sinal é a sangrenta perseguição daqueles que se mantêm fiéis a Jesus e ao seu Evangelho e permanecem firmes na verdadeira fé. Durante esse tempo o Evangelho será pregado em todas as partes do mundo. Pensai, filhos predilectos, nas grandes perseguições que sofre a Igreja e no zelo apostólico dos últimos Papas, sobretudo do meu Papa João Paulo II, ao levar a todas as nações da terra o anúncio do Evangelho. "Vós sereis presos, perseguidos e mortos. Sereis odiados por todos por causa de mim; então muitos abandonarão a fé, se odiarão uns aos outros e se trairão mutuamente. Nesse tempo, a mensagem do reino de Deus será anunciada em todo o mundo; todos os povos deverão ouvi-la. E então virá o fim." (Mt 24, 9-10.14)
— O quarto sinal é o horrível sacrilégio cometido por aquele que se opõe a Cristo, isto é, pelo anticristo. Entrará no templo santo de Deus e sentar-se-á no seu trono, fazendo-se adorar ele mesmo como Deus.
"Levantar-se-á contra tudo aquilo que os homens adoram e chamam de Deus. O homem ímpio virá com o poder de satanás, com toda a força dos falsos milagres e falsos prodígios. Usará todo género de engano maligno para fazer o mal." (2Ts 2, 4-9)
"Um dia vereis no lugar santo aquele que comete o horrível sacrilégio. O profeta Daniel falou sobre isto. Quem lê procure compreender." (Mt. 24,15)
Filhos predilectos, para compreender em que consiste este horrível sacrilégio lede o que foi predito pelo profeta Daniel.
"Vai, Daniel, pois estas palavras estão escondidas e seladas até o tempo do fim. Muitos serão purificados, alvejados e tornados íntegros, mas os ímpios continuarão a agir impíamente e todos os ímpios ficarão sem compreender, mas os sábios compreenderão.
A contar do momento em que tiver sido abolido o sacrifício quotidiano e for instalada a abominação da desolação, haverá mil duzentos e noventa dias. Bem-aventurado aquele que esperar com paciência, chegando aos mil trezentos e trinta e cinco dias." (Dn 12, 9-12)
A Santa Missa é o sacrifício quotidiano a oblação pura que é oferecida ao Senhor em toda parte, do nascer ao pôr do sol.
O sacrifício da Missa renova o sacrifício consumado por Jesus sobre o Calvário.
Acolhendo a doutrina protestante se dirá que a Missa não é um sacrifício, mas somente a santa ceia, ou seja, a recordação do que Jesus fez na sua última ceia. E assim será suprimida a celebração da Santa Missa. Nessa abolição do sacrifício quotidiano consiste o horrível sacrilégio cometido pelo anticristo, cuja duração será de aproximada-mente três anos e meio, isto é, mil duzentos e noventa dias.
— O quinto sinal é constituído por fenómenos extraordinários que aparecem no firmamento do céu.
"O sol escurecerá, a lua perderá o seu esplendor, as estrelas cairão do céu e os poderes dos céus serão abalados." (Mt 24,29)
O milagre do sol ocorrido em Fátima, durante a minha última aparição, quer-vos indicar que já entrastes nos tempos em que se cumprirão esses acontecimentos, que vos preparam para o retorno de Jesus na glória.
"Então aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem e todos os povos da terra chorarão e os homens verão o Filho do Homem vir sobre as nuvens do céu com grande poder e esplendor." (Mt 24,30)
Meus predilectos e filhos consagrados ao meu Coração Imaculado, Eu quis vos esclarecer sobre esses sinais que Jesus em seu Evangelho vos indicou, para preparar-vos para o fim dos tempos, porque eles estão se realizando nos vossos dias.
O ano que termina e o que se inicia fazem parte do tempo da grande tribulação, durante a qual se difunde a apostasia, multiplicam-se as guerras, sucedem em tantos lugares catástrofes naturais, intensificam-se as perseguições, o anúncio do Evangelho é levado a todos os povos, fenómenos extraordinários ocorrem no céu e torna-se cada vez mais próximo o momento da plena manifestação do anticristo.
Então vos convido a permanecerdes fortes na fé, seguros na esperança e ardentes na caridade.
Deixai-vos levar por Mim e recolhei-vos todos no refúgio seguro do meu Coração Imaculado, que Eu vos preparei justamente para estes últimos tempos.
Lede comigo os sinais do vosso tempo e vivei na paz do Coração e na confiança.
Eu estou sempre convosco, para dizer-vos que a realização desses sinais vos indica com segurança que está próximo o fim dos tempos, com o retorno de Jesus na glória.
"Da figueira aprendei esta parábola: quando seus ramos tornam-se tenros e despontam as primeiras folhas, sabeis que estás próximo o Verão. Do mesmo modo, quando virdes acontecer estas coisas, sabei que a vossa libertação está próxima." (Mt 24, 32-33)
Padre Gobbi 30 de Maio de 1993
Este tempo conclusivo da purificação e da grande tribulação é o tempo do Espírito Santo.
Que se reunam nos Cenáculos as crianças, porque a sua oração inocente, unida à minha, tem hoje uma grande força de intercessão e de reparação. Quantos males vos são ainda hoje poupados, por causa desta oração destas minhas pequenas crianças.
Padre Gobbi 15 de Setembro de 1993
A causa da minha grande dor
Justamente nesta Nação vos dei um sinal extraordinário, fazendo descer, por mais de cem vezes, lágrimas copiosas dos olhos de uma estátua minha, na qual sou representada como Mãe das Dores aos pés da Cruz do meu filho Jesus.
A apostasia e o grande cisma na Igreja está para acontecer e o grande castigo que vos pré-anunciei neste lugar já está às portas. Descerá fogo do céu e grande parte da humanidade será destruída. Aqueles que sobreviverem invejarão os mortos porque em toda a parte haverá desolação, morte e ruína.
Padre Gobbi 2 Outubro 1993
A tarefa dos Anjos da Guarda
Eles tem uma particular e importante tarefa a cumprir para convosco, sobretudo nestes últimos tempos:
Os Anjos da Guarda tem primeiramente a tarefa de ser Luz no vosso caminho.
— Os Anjos da Guarda têm a tarefa de ser defesa para vossa vida.
É uma batalha que se trava sobretudo a nível de espíritos: os espíritos bons contra os espíritos maus; os Anjos contra os demónios; S. Miguel Arcanjo contra Lúcifer. Vós sois envolvidos nesta grande luta, que é imensamente superior a vós.
Padre Gobbi 21 de Novembro 1993
O Reino glorioso de Cristo se estabelecerá depois da derrota completa de satanás e de todos os espíritos do mal e com a destruição do seu poder diabólico.
Assim será amarrado e precipitado no inferno e será fechada a porta do abismo, para que não possa mais sair e fazer mal no mundo.
A Eucaristia desprenderá todo o seu divino poder e se tornará o novo Sol, que reflectirá os seus raios luminosos nos corações e nas almas e depois na vida de cada um, das famílias e dos povos, com todos formando um único rebanho dócil e manso de quem Jesus será o único Pastor.
Para estes novos céus e esta nova terra vos conduz a vossa Mãe Celeste, que hoje vos reúne de todas as partes do mundo para preparar-vos para receber o Senhor que vem.
Padre Gobbi 1 de Janeiro de 1994
No seu interior (da Igreja) entrará o homem iníquo, que levará ao cume a abominação da desolação, predita na Sagrada Escritura.
Preparai-vos todos para receber o meu filho Jesus, que está enfim retornando no meio de vós sobre as nuvens do céu, no esplendor da Sua Glória Divina.
Padre Gobbi 1 de Abril de 1994
A Cruz ensanguentada, que hoje contemplais no pranto, será a causa da vossa maior alegria, porque se transformará em uma grande Cruz luminosa.
A Cruz luminosa que se estenderá do Oriente ao Ocidente, e aparecerá no céu, será o sinal do retorno de Jesus na Glória.
A Cruz luminosa do patíbulo, transformar-se-à no trono do seu triunfo, porque Jesus virá sobre ele para instaurar o seu Reino glorioso no mundo.
A Cruz luminosa que aparecerá no céu no fim da purificação e da grande tribulação, será a porta que abre o longo e tenebroso sepulcro no qual jaz a humanidade. Para conduzi-la ao novo reino de vida, que Jesus trará com o seu glorioso retorno.
Padre Gobbi 1 de Maio de 1994
A hora do Calvário chegou para a Igreja, chamada a oferecers-e em holocausto e a ser imolada sobre a Cruz do seu sanguinolento martírio.
Padre Gobbi 13 de Maio de 1994
É uma mensagem apocalíptica.
Ela se refere ao Fim dos Tempos.
Ela anuncia e prepara o retorno do Meu filho Jesus na glória.
Padre Gobbi 22 de Maio de 1994
Descerá fogo do céu e purificará toda a humanidade que voltou a ser pagã.
Padre Gobbi 15 de Setembro de 1994
O Meu Papa é cada vez mais isolado, zombado, criticado e abandonado; muitos dentre os bispos e os sacerdotes percorrem a estrada da infidelidade e definham, como luzes já apagadas: tantos lobos vorazes, com vestes de cordeiros entram para fazer uma matança no redil do meu filho Jesus.
Padre Gobbi 5 de Dezembro de 1994
Confirmo-te que para o grande Jubileu do ano 2.000 haverá o triunfo do Meu Coração Imaculado, que eu vos predisse em Fátima, e ele se realizará com o retorno de Jesus na Glória, para instaurar o Seu Reino no mundo.
Padre Gobbi 24 de Dezembro de 1994
Este Seu Glorioso retorno, dará pleno cumprimento à plenitude do tempo, quando iniciará o tempo novo dos novos céus e da nova terra.
Padre Gobbi 31 de Dezembro de 1994
E abri vossos corações à esperança porque deste ano em diante, vereis fazer-se sempre mais luminosa e mais forte, mais frequente e mais advertida, a minha materna presença ente vós.
Padre Gobbi 11 de Março de 1995 - Em FÁTIMA
O meu segredo diz respeito à Igreja.
Será levado ao término a grande apostasia na Igreja, que se difundirá em todo o mundo, o cisma será consumado no afastamento geral do Evangelho e da verdadeira Fé.
Na Igreja entrará o homem iníquo, que se opõe a Cristo, e que levará ao seu interior o abomínio da desolação, assim dando cumprimento ao horrível sacrilégio do qual falou o profeta Daniel. (Mateus 24,15)
O meu segredo diz respeito à humanidade.
A humanidade chegará ao cume da corrupção e da impiedade, da rebelião a Deus e da aberta oposição à sua Lei de Amor. Ela conhecerá a hora do seu maior castigo, que já nos foi predito pelo profeta Zacarias. (Zacarias 13,7-9)
Então, este lugar (Fátima) aparecerá para todos como sinal luminoso da minha presença materna, na hora suprema da vossa grande tribulação.
Daqui a Minha Luz difundir-se-à em toda a parte e desta fonte jorrará a água da divina misericórdia, que descerá para orvalhar a aridez de um mundo, já reduzido a um imenso deserto.
Padre Gobbi 13 de Maio de 1995
Parte importante da minha mensagem e do meu segredo, que aqui revelei às três crianças, para quem apareci, refere-se exactamente à pessoa e à missão do Papa João Paulo II.
Depois do tempo da prova, que será de purificação para toda a Terra, surgirá sobre o mundo a nova era, por Ele predita e anunciada, e assim, nestes último tempos, convida todos vós, a atravessar a soleira luminosa da esperança.
Padre Gobbi 4 de Junho de 1995
E assim sereis iluminados por esta luz divina e vereis a vós mesmos no espelho da verdade e da santidade de Deus.
Será como um pequeno juizo que abrirá a porta do vosso coração para receber o grande dom da divina misericórdia
Padre Gobbi 5 de Agosto de 1995
Jamais, como nos vossos dias, tantos pastores tornaram-se "cães mudos", que não defendem o rebanho a eles confiado de ser ameaçado, seduzido e devorado por muitos lobos vorazes.
Padre Gobbi 14 de Setembro de 1995
A Sua Cruz luminosa, que se distenderá no céu, do oriente ao ocidente, indicará a todos vós o retorno de Jesus na Glória.
Padre Gobbi 29 de Setembro de 1995
Pela resposta que em toda a parte recebo destas minhas pequenas crianças, Eu intervenho para abreviar os tempos da grande prova tão dolorosa para todos vós.
Os tempos serão abreviados, porque a grande luta que se combate ente Deus e o seu adversário é sobretudo a nível de Espíritos e acontece acima de vós.
Esta terrível batalha desenvolve-se entre os Espíritos celestes e os espíritos infernais, entre os Anjos do Senhor e os demónios. Entre as Potências do Céu e as potências do inferno.
Padre Gobbi 31 de Dezembro de 1997
MENSAGEM FINAL DE NOSSA SENHORA AOS SEUS SACERDOTES,
FILHOS PREDILECTOS
TUDO VOS FOI REVELADO:
Filhos bem-amados, passai Comigo, em siêncio e oração, as ultimas horas deste ano que termina. Não as passeis na dissipação e divertimentos, como o fazem tantos dos meus filhos.
Este ano foi particularmente importante para o Meu plano. Agora, entrais no Meu tempo. Para ele tracei Eu um caminho cheio de Luz, ao longo do qual todos vós deveis caminhar, a fim de viverdes a Consagração que fizestes ao Meu Coração Imaculado. Tudo vos foi revelado.
TUDO VOS FOI REVELADO:
O Meu plano foi-vos anunciado numa profecia, em Fátima; e durante estes anos, Eu tenho-o levado ao seu cumprimento pelo Meu Movimento Sacerdotal Mariano. Este século, que é o vosso e que está em vias de terminar, foi colocado sob o signo de um grande poder concedido ao Meu adversário. E deste modo a humanidade foi seduzida pelo erro do ateísmo teórico e prático; ídolos adorados por cada um foram erguidos no lugar de Deus: o prazer, a saúde, os divertimentos, o poder, o orgulho e a impureza. Satanás conseguiu verdadeiramente, com a taça da luxúria, seduzir todas as nações da terra. Ele fez de forma a que o ódio tomasse o lugar do amor, a divisão o da comunhão; as muitas injustiças tomam o lugar da justiça e, no lugar da paz, uma guerra contínua. De facto, este século tem-se inteiramente desenrolado sob o signo de guerras cruéis e sangrentas que causaram milhões de vítimas inocentes.
E então, a Santíssima Trindade decretou que o vosso século fosse colocado sob o signo da Minha presença poderosa, materna e extraordinária. Desse modo, em Fátima, Eu Mesma indiquei o caminho que devia seguir a humanidade, a fim de fazer o seu regresso ao Senhor: o da conversão, da oração e da penitência. E Eu ofereci-vos, como seguro refúgio, o Meu Coração Imaculado.
TUDO VOS FOI REVELADO:
O Meu plano foi-vos também mostrado na sua dolorosa realização. A humanidade caiu nas mãos de Satanás e seu grande poder, que foi exercido pelas forças satânicas e maçónicas; a Minha Igreja foi obscurecida pelo fumo que nela entrou. Os erros são ensinados e publicados, levando um grande número a perder a verdadeira fé em Cristo e no Seu Evangelho; a santa Lei de Deus é abertamente violada, o pecado é cometido e tantas vezes justificado e, desse modo, a luz da graça e da Divina presença é perdida; a unidade profundamente prejudicada por uma forte oposição ao Magistério, especialmente contra o Papa, e as chagas de dolorosas divisões propagam-se cada vez mais.
A fim de dar o Meu auxílio materno e um seguro refúgio à Igreja que, neste vosso tempo, sofre e é crucificada, suscitei o Movimento Sacerdotal Mariano e espalhei-o em todas as partes do mundo, pelo Meu Livro, que vos indica a rota que deveis percorrer para espalhardes a Minha Luz. Por este livro, ensino-vos a viver a Consagração ao Meu Coração Imaculado, com a simplicidade das crianças, num espírito de humildade, de pobreza, de confiança e de abandono filial.
Durante vinte e cinco anos, guiei-vos por meio de palavras que ditei ao coração de Meu pequeno filho, que escolhi como instrumento para transmitir-vos o Meu Plano Materno. Nestes anos, Eu Mesma o levei muitas vezes a todas as partes do mundo, e ele deixou-se guiar com docilidade, pequeno e cheio de temor, mas inteiramente abandonado a Mim, como criança nos braços de sua mãe.
Agora, aquilo que tinha a dizer-vos foi dito, porque tudo vos foi revelado. Por isso, nesta noite, acabam-se as mensagens públicas que vos dei durante vinte e cinco anos. Agora deveis meditá-las, vivê-las e pô-las em prática. E então, as palavras que Eu fiz cair do Meu Coração Imaculado, como gotas de orvalho celeste, no deserto da vossa vida tantas vezes vítima de ciladas, produzirão frutos de graça e de santidade. A partir de agora, mostrar-Me-ei através das palavras, da pessoa e das acções de Meu pequeno filho, que escolhi para vos servir de guia e que Eu agora conduzo ao doloroso topo da sua missão.
TUDO VOS FOI REVELADO:
O Meu plano foi-vos predito, particularmente no seu maravilhoso e vitorioso cumprimento. Anunciei-vos o triunfo do Meu Coração Imaculado no mundo: Por fim, o Meu Imaculado Coração triunfará. Isto irá realizar-se no maior triunfo de Jesus, que ira trazer ao mundo o Seu glorioso reino de amor, de justice e de paz e fará novas todas as coisas. Abri os vossos corações à Esperança. Abri, de par em par, todas as portas a Cristo, que vem a vós em Glória. Passai o momento temível deste segundo Advento.
Deste modo, passareis a ser os corajosos arautos do Seu triunfo porque, filhinhos que Me sois consagrados, que viveis pelo Meu Espírito, vós sois os Apóstolos destes últimos tempos. Vivei como fiéis discípulos de Jesus, no desprezo do mundo e de vós mesmos, na pobreza, na humildade, no silêncio, na oração, na mortificação, na caridade e união com Deus, embora desconhecidos e desprezados pelo mundo.
Chegou o momento de sairdes da vossa discrição, a fim de irdes espalhar a Luz pela Terra. Mostrai-vos a todos como Meus filhos, porque Eu estou sempre convosco. Que a fé seja a Luz que vos ilumine, nestes dias de trevas, e que o zelo pela honra e glória de Meu Filho Jesus seja a única coisa que vos consuma. Batei-vos, filhos da Luz, porque a hora da Minha batalha já chegou. Nos rigores do Inverno, vós sois os rebentos que brotam do Meu Coração Imaculado e Eu Mesma vos coloco nos ramos da Igreja, para vos dizer que a sua mais bela Primavera está em vias de chegar. Será para Ela o Segundo Pentecostes. Por esta razão, convido-vos a repetir muitas vezes, nos Cenáculos, a oração que vos pedi: "Vinde, Espírito Santo, vinde pela poderosa intercessão do Imaculado Coração de Maria, Vossa Amadíssima Esposa".
Com o amor de uma Mãe que, nestes anos, foi ouvida, seguida e glorificada por vós, Eu vos abençoo em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.


http://pagina.de/amen.etm/
www.amen-etm.org
MensagensdaVirgemMariaaoPadreGobbi-ResumoProfetico.htm

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Pesquisar: