quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Sofismas do movimento homossexual.

Respondendo sofismas gays

Por Fernando Nascimento

O site ateu “Sociedade da Terra Redonda” publicou um texto onde afirma que um suposto “cidadão americano”, escreveu à pastora também americana Laura Schlessinger concordando que o homossexualismo é uma aberração, como diz Levítico 18,22.

Este é o endereço onde se pode ler o referido texto que é amplamente difundido na internet:http://ateus.net/artigos/critica/esclarecendo-a-biblia/

A seguir, no mesmo texto, o suposto “cidadão americano” resolve fazer algumas perguntas maliciosas para assim tentar ridicularizar as Escrituras e a pastora.

Logo fica claro que a verdadeira intenção desta investida homossexual e atéia, escondida por trás desta suposta carta, era aliviar a consciência pesada de muitos homossexuais que poderiam acreditar nisso e julgar que as Escrituras estão erradas e continuar em franco pecado.

Antes de tudo, digo que a pastora Laura não seria a pessoa ideal para responder ao suposto “cidadão americano”. Nenhum protestante tem autoridade moral para interpretar as Escrituras, visto que cada igreja protestante pensa diferente da outra e muitas dessas igrejas, “casam” gays e muitíssimos de seus pastores o são declaradamente. Só isso tornaria vã qualquer resposta que a pastora desse, pois essas práticas não estão de acordo com as Escrituras..

Por isso, desde já, como membro da Igreja Católica Apostólica Romana, “coluna e firmeza da verdade”(1Tim 3,15), e única autoridade na interpretação das Escrituras porque a gerou e na qual me fundamento, responderei as questões (em vermelho) do suposto indagante.

Perguntava aquele, sem saber que a lei judaica já foi abolida por Cristo:

a) Quando eu queimo um touro no altar como sacrifício, eu sei que isso cria um odor agradável para o Senhor (Levítico 1:9). O problema são os meus vizinhos. Eles reclamam que o odor não é agradável para eles. Devo matá-los por heresia?

Resposta: não, não deve matá-los. Devia saber que Deus proibiu os sacrifícios de animais, mas não liberou a aberração que é o homossexualismo. Deus disse aos judeus sobre sacrifícios: “De que me serve a multidão dos vossos sacrifícios? — diz o SENHOR. Estou farto de holocaustos de bodes, de gordura de touros. Detesto sangue de novilhos, de cordeiros, de cabritos.” (Is 1,11). Hoje os judeus não fazem mais sacrifícios. Maimônides, um dos famosos judeus medievais, concluiu que a decisão de Deus de permitir sacrifícios era uma concessão às limitações psicológicas do homem. Você não sabia disto e logo na primeira pergunta já se demonstrou um completo desconhecedor do que se atreve a falar.

S. Paulo, discípulo de Jesus, no Novo Testamento, ensina sobre os efeminados, devassos e etc.:“Acaso não sabeis que os injustos não hão de possuir o Reino de Deus? Não vos enganeis: nem os impuros, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os devassos.” (1Cor 6,9)

b) Eu gostaria de vender minha filha como escrava, como é permitido em Êxodo 21:7. Na época atual, qual você acha que seria um preço justo por ela?

Resposta: no primeiro versículo do capítulo 21 de Êxodo, está escrito: “Estes são os estatutos que lhes proporás.” (aos israelitas de quem Moisés era líder). Os israelitas são aqueles a quem Deus havia feito uma aliança que foi quebrada. Continuar a usar hoje a lei mosaica feita para outro povo e contexto histórico é um erro grave, ainda que por ignorância, pois as próprias Escrituras esclarecem após o advento da vinda de Jesus: “A lei e os profetas duraram até João Batista.” (S.Lc 16,16). “Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João.” (Mt 11,13). “Porque o precedente mandamento é ab-rogado (anulado) por causa da sua fraqueza e inutilidade... ( a lei nenhuma coisa aperfeiçoou) (Hb 7,18), (Gl 3,23-26). “Ninguém é justificado pela lei diante de Deus” (Gl 3,11). ...”Estamos livres da lei, morremos para aquilo em que estávamos retidos;” (Rm 7,6).
Se você fosse de fato um “cidadão americano” identificado, as autoridades americanas já o teriam detido pela confissão pública do crime que você diz que gostaria de praticar.

c) Eu sei que não é permitido ter contato com uma mulher enquanto ela está em seu período de impureza menstrual (Levítico 15:19-24). O problema é: como eu digo isso a ela ? Eu tenho tentado, mas a maioria das mulheres toma isso como ofensa.

Resposta: você está milhares de anos desinformado. Essa exigência também era ligada a lei de Moisés. Como já explicamos: “... Estamos livres da lei, morremos para aquilo em que estávamos retidos;” (Rm 7,6).

d) Levíticos 25:44 afirma que eu posso possuir escravos, tanto homens quanto mulheres, se eles forem comprados de nações vizinhas. Um amigo meu diz que isso se aplica a mexicanos, mas não a canadenses. Você pode esclarecer isso? Por que eu não posso possuir canadenses?

Resposta: novamente aqui, erroneamente, você está fazendo uso da lei mosaica dada para o povo israelita inserido naquele contexto histórico, lei esta já abolida por Deus, como já mostramos nas respostas acima. Isto não serve para justificar o homossexualismo que continua condenado como “aberração”, tanto no Velho, como no Novo Testamento. Ainda se no tempo da lei você fosse um americano, não poderia possuir escravo algum, visto que quem se diz “americano” não é israelita.

e) Eu tenho um vizinho que insiste em trabalhar aos sábados. Êxodo 35:2 claramente afirma que ele deve ser morto. Eu sou moralmente obrigado a matá-lo eu mesmo?

Resposta: não! Você não deve matar ninguém, muito menos seu vizinho por causa de sua própria ignorância, pois a guarda do sábado já foi abolida, era um preceito da velha lei dada ao povo de Israel. S. João 5,16 diz que os judeus perseguiam Jesus e procuravam matá-lo porque não guardava o sábado. Jesus respondeu: “Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.” (S.Jo 5,17).
Observe que após a vinda de Cristo nem os doutores da lei ousavam mais matar os “infratores”: “Disse-lhes, pois, Pilatos: Levai-o vós, e julgai-o segundo a vossa lei. Disseram-lhe então os judeus: A nós não nos é lícito matar pessoa alguma.” (João 18,31)

f) Um amigo meu acha que mesmo que comer moluscos seja uma abominação (Levítico 11:10), é uma abominação menor que a homossexualidade. Eu não concordo. Você pode esclarecer esse ponto?

Resposta: o não comer molusco era uma observância da lei de Moisés que já foi abolida. Em Colossenses (2,16), S. Paulo ensina: "Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida , ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados." e ainda “Um crê poder comer de tudo; outro, que é fraco, só come legumes. Quem come de tudo não despreze aquele que não come. Quem não come não julgue aquele que come, porque Deus o acolhe do mesmo modo.” (Rom 14,2-3)

g) Levíticos 21:20 afirma que eu não posso me aproximar do altar de Deus, ou seja, da igreja, se eu tiver algum defeito na visão. Eu admito que uso óculos para ler. A minha visão tem mesmo que ser 100%, ou pode-se dar um jeitinho ?

Resposta: o capítulo 21 de Levítico, é uma observância para os sacerdotes israelitas que estavam sob a lei que já foi abolida, e a lei não falava de pessoas que usassem óculos, mas com uma “mancha” nos olhos (belida). Não engane a si mesmo.

h) A maioria dos meus amigos homens apara a barba, inclusive o cabelo das têmporas, mesmo que isso seja expressamente proibido em Levíticos 19:27. Como eles devem morrer?

Resposta: devem morrer de velhice, porque você já sabe que a lei para os israelitas foi abolida e S. Paulo que condenou o homossexualismo fez uma promessa raspando sua cabeça. Em At 18,18, lemos: "Mas Paulo, havendo permanecido ali ainda muitos dias, por fim, despedindo-se dos irmãos, navegou para a Síria, levando em sua companhia Priscila e Áqüila, depois de ter raspado a cabeça em Cencréia, porque tomara voto".

i) Eu sei que tocar a pele de um porco morto me faz impuro (Levítico 11:6-8), mas eu posso jogar futebol americano sem usar luvas? (as bolas de futebol americano são feitas com pele de porco)

Resposta: Levítico 11, citado, faz parte da lei já abolida. Será que sua bíblia não tem Novo Testamento? E mais, bola de futebol americano é feita de couro bovino ou sintético costurada à mão. Essa é mais uma demonstração de sua falta de conhecimento sobre as Escrituras e bola de futebol americano .

j) Meu tio tem uma fazenda. Ele viola Levítico 19:19 plantando dois tipos diferentes de vegetais no mesmo campo. Sua esposa também viola Levítico 19:19, porque usa roupas feitas de dois tipos diferentes de tecido (algodão e poliester). Ele também tende a xingar e blasfemar muito. É realmente necessário que eu chame toda a cidade para apedrejá-los (Levítico 24:10-16)?
Nós não poderíamos simplesmente queimá-los em uma cerimônia privada, como deve ser feito com as pessoas que mantêm relações sexuais com seus sogros (Levítico 20:14)?

Resposta: Seu tio e a esposa dele, não violam coisa alguma com relação ao plantar e vestir-se, devido a lei que era para os israelitas já ter sido abolida. Jesus veio “abolindo na própria carne a lei, os preceitos e as prescrições.” (Ef 2,13-16)
Se seu tio blasfema contra Deus, é Deus quem o julgará, logo não é preciso que ninguém apedreje ninguém, mas nada você poderá fazer contra a condenação de pé, expressada por Deus aos devassos que se entregam a homossexualismo.

Como vemos, a lei foi abolida, mas a condenação a aberração homossexual continuou no Novo Testamento: “Por isso, Deus os entregou a paixões vergonhosas: as suas mulheres mudaram as relações naturais em relações contra a natureza. Do mesmo modo também os homens, deixando o uso natural da mulher, arderam em desejos uns para com os outros, cometendo homens com homens a torpeza, e recebendo em seus corpos a paga devida ao seu desvario. Como não se preocupassem em adquirir o conhecimento de Deus, Deus entregou-os aos sentimentos depravados, e daí o seu procedimento indigno.” (Rm 1,26-28)

No texto acima, está a frase: “e recebendo em seus corpos a paga devida ao seu desvario.”, pois bem, só cresce o número de soropositivos entre os desta classe: de 1996 para 2006, houve um crescimento de 24% para 41% no percentual de casos de AIDS entre homossexuais e bissexuais de 13 a 24 anos. Na faixa etária de 25 a 29 anos, a variação foi de 26% para 37%. Segundo a Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas Sexuais (PCAP), a taxa de incidência da AIDS nesse segmento é de 226 casos por grupo de 100 mil habitantes – onze vezes maior que a taxa da população em geral.

Eu sei que você estudou essas coisas a fundo, então estou confiante que possa ajudar. Obrigado novamente por nos lembrar que a palavra de Deus é eterna e imutável. Seu discípulo e fã ardoroso.

Resposta: não tivemos notícia se a pastora respondeu ao suposto “cidadão americano”, isto é, se de fato recebeu tal carta. Provavelmente não recebeu e não responderia, pois se contradiria diante da babel que é o protestantismo. Respondamos então:

A palavra de Deus é eterna, já a lei dada aos israelitas era temporal em sua quase totalidade, como vimos.

Jesus, como disse, veio cumprir a lei, de fato a cumpriu por mais de três décadas e removeu aquela nos dando uma Nova e Eterna Aliança. Mesmo os cristãos judeus, que estavam sujeitos à lei, foram libertados dela:

“Agora, porém, mortos para aquilo que nos aprisionava, fomos libertados da Lei, de modo a servirmos no novo regime do Espírito e não mais no regime antiquado da letra.” (Romanos 7,6).

“Porque Cristo é o fim da lei, para justificar todo aquele que crê. Ora, Moisés escreve da justiça que vem da lei: O homem que a praticar viverá por ela (Lv 18,5)”. (Rom 10,4-5).

A lei existiu para administrar a infância desordenada da humanidade em seu berço oriental.

Particularmente em nossa infância, também cometemos atos como: berrar a noite toda, defecar nas vestes, atirar pedras no que bem quiser e cuspir o remédio tomado; coisas que nossos pais toleravam docemente, ou às palmadas. Na idade adulta tais atitudes são inaceitáveis, tanto para nós quanto para nossos pais, que como Deus tanto nos educa.

A prática homossexual nunca foi admitida por Deus, nem é um preceito da antiga lei já abolida, por isso ela continua de pé. Deus se opõe à homossexualidade em todas as épocas. Na época dos patriarcas (Gn 19,5-7), na época da Lei de Moisés (Lv 18,22; 20,13), na época dos Profetas (Ez 16,46-50), no Novo Testamento (Rm 1,18-27; 1 Co 6,9-10; S.Jd 7-8)

Que durmam mais sábios os ateus e homossexuais e se arrependam do engano a que os submeteram.

--------------------------------------------------
Nesta refutação utilizei a bíblia protestante “Almeida Corrigida e Revisada Fiel”, já que o articulista indagante e seus promotores ateus também usaram uma protestante.
http://fimdafarsa.blogspot.com.br/2012/03/respondendo-sofismas-gays.html

Ocorreu um erro neste gadget

Pesquisar: