sexta-feira, 4 de abril de 2014

Quem é Jesus Cristo?

Santo Agostinho (354-430), bispo de Hipona (Norte de África), doutor da Igreja
Sermões sobre o Evangelho de João, n°31, 3-4; CCL 36, 294-295
Vós conheceis-Me e não Me conheceis

«Quando ensinava no Templo, Jesus exclamou: “Sabeis quem Eu sou e sabeis donde venho. Pois Eu não venho de mim mesmo; há um outro, verdadeiro, que Me enviou, e que vós não conheceis.”» Que é o mesmo que dizer: «Vós conheceis-Me e não Me conheceis», ou ainda: «Sabeis de onde venho e não o sabeis. Sabeis de onde sou: Jesus de Nazaré; também conheceis a minha família.» A única coisa que lhes estava oculta neste campo era o seu nascimento virginal. […] Eles conheciam acerca de Jesus tudo o que estava relacionado com a sua natureza humana: a sua aparência, a sua pátria, a sua família e o local do seu nascimento. Portanto, o Senhor tinha razão ao dizer-lhes: «Sabeis quem sou e de onde venho», segundo o corpo e a aparência humana que tinha assumido.

Enquanto, segundo a divindade, diz: «Pois Eu não venho de mim mesmo; há um outro, verdadeiro, que Me enviou e que vós não conheceis.» Ora, se quereis conhecê-Lo, crede naquele que Ele enviou e conhecê-Lo-eis. Porque «ninguém jamais viu a Deus: o Filho único, que está no seio do Pai, é que O deu a conhecer» (Jo 1,18). E ainda: «Ninguém conhece quem é o Pai senão o Filho e aquele a quem o Filho houver por bem revelar-lhe» (Lc 10,22). […] «Eu conheço-O: pedi-Me pois que vo-Lo dê a conhecer. […] Venho de junto dele e foi Ele que Me enviou.» Magnífica afirmação de uma dupla verdade: o Filho vem do Pai, e tudo o que é, tem-no daquele de quem é Filho. É por isso que dizemos que Jesus é «Deus de Deus» (Credo), enquanto chamamos ao Pai […] simplesmente Deus. Também dizemos que Jesus é «Luz da Luz», enquanto chamamos ao Pai […] simplesmente Luz. Eis o que significam estas palavras: «Venho de junto dele.»
Ocorreu um erro neste gadget

Pesquisar: