quinta-feira, 24 de maio de 2012

João XXIII: maçom e excomungado?

Papa João XXIII: um provável Franco-maçom
Diário de Notícias de Portugal
(11 de Novembro de 2002)


Fátima International (FI), uma organização de revisão histórica com escritórios na Austrália, EUA, Paraguai e Portugal, publicou um comunicado à imprensa alegando que o Cardeal Angelo Roncalli, que foi eleito Papa João XXlll em 1958, foi um Franco-maçom. Em 1994, os jornais portugueses “O Dia” e “Correio de Domingo” publicaram um sumário das investigações da FI sobre o caso, que declaravam que o Papa João XXlll [Roncalli] havia sido iniciado em uma sociedade secreta, a Ordem dos Rosacruzes, enquanto servia como diplomata do Vaticano em Paris, durante 1935.

Um porta-voz do FI contou as notícias que Virgilio Guito, ex-chefe do Grande Oriented as Lojas Maçônicas Italianas, em um relato publicado pelo jornal francês “30 Dias”, disse: “Parece que o Papa João XXIII foi iniciado em Paris, e participou nos trabalhos das Lojas em Istanbul”. O porta-voz disse que, como líder da maçonaria italiana, Guito estaria em uma posição a ponto de saber com certeza se Angelo Roncalli fora iniciado na Ordem em Paris. “Seria incrivelmente precipitado para ele dar uma tal opinião se ela não fosse verdadeira”, disse ele.

De acordo com o livro de Carpi, durante sua Nunciatura na Turquia, Roncalli foi admitido "em uma seita do Templo" recebendo o nome de "Irmão João" – Profecias de João XXIII, Pier Carpi, p. 52.

As implicações das revelações da FI são de uma importância tremenda aos católicos de todo mundo. Sob a Lei Canônica, qualquer católico que [...] se torna um Maçom é excomungado ipso facto da Igreja. A conseqüência com respeito a Angelo Roncalli, teria sido que como um excomungado teria sido impossível para ele ser eleito papa. FI também acentua que quaisquer decretos publicados por Roncalli sob o manto do Papado seriam, portanto, nulos e sem valor, incluindo a convocação ao Concílio Vaticano II, em 1962.

Suspeições de longa data a respeito de vínculos de João XXIII à maçonaria foram estimulados mais além em 1977, catorze anos depois de sua morte. De particular interesse foi um anúncio publicado nos EUA, no Boston Pilot Magazine, que oferecia à venda réplicas da cruz peitoral de João XXIII. A cruz era decorada com vários símbolos maçônicos e foi autorizada à venda pelo Arcebispo de Loreto, Itália, com o apoio do Vaticano.

O australiano Robert Bergin, um membro-fundador do FI, que morreu em 1996, gastou os últimos anos de sua vida em Portugal, onde financiou várias publicações detalhando os fatos vinculado o empenho de Roncalli às profecias dadas pela Virgem Maria em Fátima, em 1917. Seus esforços para persuadir o Vaticano a investigar as conexões maçônicas de Roncalli não foram bem-sucedidas. Isso foi de pequena surpresa, na medida em que em 1976 o Vaticano faltou em responder ao jornal Italiano, Burghese, que havia publicado uma lista de mais de uma centena de bispos e cardeais que alegava ser Franco-maçons. A lista foi proposta ter sido extraída do Registro Maçônico Italiano e incluia as datas de iniciação e nomes secretos designados a cada um dos clérigos envolvidos.

Siri é um Papa?


Alguns católicos tradicionalistas acreditam que o Cardeal Giuseppe Siri foi de facto eleito Papa no conclave de 1958, mas que teve que dar o seu lugar a Roncalli (Papa João XXIII) devido às ameaças dos comunistas (nomedamente dos soviéticos). Os apoiantes desta teoria afirmam também que esta suposta resignação do Cardeal Siri era ilegal, por isso eles acreditam que Siri é que era o verdadeiro e legítimo Papa (eles até acreditam que Siri escolheu o nome papal de Gregório XVII). Eles acham por isso que João XXIII era só um mero usurpador ilegal da cátedra de São Pedro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Infelizmente, devido ao alto grau de estupidez, hostilidade e de ignorância de tantos "comentaristas" (e nossa falta de tempo para refutar tantas imbecilidades), os comentários estão temporariamente suspensos.

Contribuições positivas com boas informações via formulário serão benvindas!

Regras para postagem de comentários:
-
1) Comentários com conteúdo e linguagem ofensivos não serão postados.
-
2) Polêmicas desnecessárias, soberba desmedida e extremos de ignorância serão solenemente ignorados.
-
3) Ataque a mensagem, não o mensageiro - utilize argumentos lógicos (observe o item 1 acima).
-
4) Aguarde a moderação quando houver (pode demorar dias ou semanas). Não espere uma resposta imediata.
-
5) Seu comentário pode ser apagado discricionariamente a qualquer momento.
-
6) Lembre-se da Caridade ao postar comentários.
-
7) Grato por sua visita!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Ocorreu um erro neste gadget

Pesquisar: