segunda-feira, 21 de maio de 2012

Cristianofobia e catolicofobia.


Os cristãos são hoje, o grupo religioso mais perseguido em todo o mundo.

Vários estudiosos da Cristianofobia, nomeadamente o sociólogo Italiano, membro da OSCE, Maximo Introvigne, elencam quatro áreas: Hostilidade, Discriminação, Violência e Perseguição.

1. Em alguns países islâmicos, dominados por radicais intolerantes, há verdadeira intolerância, discriminação, violência e perseguição. Na Coreia do Norte, onde impera um totalitarismo comunista feroz, os cristãos sofrem de modo igual.

2. Na Índia (em algumas regiões) e no Sri Lanka, entre outros países o chamado Etnonacionalismo dominante promove verdadeira perseguição a quem não professar o Hinduísmo. Tal como nos países referidos em 1, também aqui as conversões são objecto de feroz perseguição, chegando a morte dos convertidos ao cristianismo e a destruições do templos e dos equipamentos sociais e culturais cristãos.

3. No Ocidente, dito cristão (p. ex. Espanha, EUA, Inglaterra, etc) verificam-se gravíssimos casos, com grande frequência, de intolerância e fortíssima discriminação contra os cristãos e os seus símbolos, nomeadamente contra a cruz. Em muitos países (ex.: Espanha) têm ocorrido graves atentados contra a liberdade religiosa dos católicos, proibidos ou impedidos de exporem publicamente alguns aspectos relevantes da Doutrina Social da Igreja, como a natureza e função da família ou do direito a vida desde a concepção até a morte natural.

Face a este cenário, o Circulo “Shahbaz Bhatti” convoca e convida os cristãos a rezarem pelos seus irmãos perseguidos, particularmente no dia 7 de cada mês.

“Hoje, como ontem, profética e libertadora, a mensagem de Cristo não se pode submeter á lógica do mundo. É a semente de uma nova humanidade a caminho, que só atingirá a sua plenitude no fim dos tempos.” (Bento XI, 11-05-2012)

Um exemplo recente:

Cruz de 1600, Incendiada em 10/05/2012 na Eslovénia, por Andrej Medved e Dean Verzel – “a cruz é o símbolo da hierarquia, do servilismo e do embrutecimento”. A Conferencia Episcopal Eslovena respondeu: “… um acto público de incitamento à promoção do ódio e da intolerância religiosas através da difamação dos símbolos religiosos da cristandade, como uma tentativa de estigmatizar os cristãos na nossa sociedade (a cristianofobia) e como um insulto deliberado aos sentimentos religiosos. (fonte: www.christianophobie.fr/)

Fonte: Militia Sanctae Mariae, Portugal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Infelizmente, devido ao alto grau de estupidez, hostilidade e de ignorância de tantos "comentaristas" (e nossa falta de tempo para refutar tantas imbecilidades), os comentários estão temporariamente suspensos.

Contribuições positivas com boas informações via formulário serão benvindas!

Regras para postagem de comentários:
-
1) Comentários com conteúdo e linguagem ofensivos não serão postados.
-
2) Polêmicas desnecessárias, soberba desmedida e extremos de ignorância serão solenemente ignorados.
-
3) Ataque a mensagem, não o mensageiro - utilize argumentos lógicos (observe o item 1 acima).
-
4) Aguarde a moderação quando houver (pode demorar dias ou semanas). Não espere uma resposta imediata.
-
5) Seu comentário pode ser apagado discricionariamente a qualquer momento.
-
6) Lembre-se da Caridade ao postar comentários.
-
7) Grato por sua visita!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Ocorreu um erro neste gadget

Pesquisar: