segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Renovação Carismática Católica e outras práticas que demolem a Igreja.


Impressionante: o próprio Reinaldo, um dos que compõem o conselho nacional da RCC adimite na Revista Brasil Cristão que A Renovação Carismática Católica no Brasil buscou fortemente nos livros de autores protestantes a formação inicial dos novos líderes.

Está ali para quem quiser ler.

Ora, como pode o Espírito Santo buscar nesse autores que desdenham a Eucaristia, a Virgem Maria, os Santos, o Papa a inspiração para fundar a RCC?

Está mais que provado que a RCC é de origem puramente protestante.

Tem-se a impressão de que antes deste movimento, a Igreja estava morta.

Agora dizem que é a primavera da Igreja. Isso é impossível.

Vejamos as ordens religiosas, São Franscisco de Assis, Santa Teresinha e tantos outros que eram fervororos, sem contar os mártires. Quantos morreram em terras de missão?
Isso sim, é Igreja e não essa que os carismáticos pregam.

Faça a experiencia e participe de um culto protestante e depois vá a um grupo de oração da RCC. Não existe a menor diferença. Foi-se a identidade católica.

Um abraço

Marcos

Grato por sua contribuição, Marcos!

Realmente, não há diferença entre o protestantismo e a RCC.

Para melhor disfarçar tais influências protestantes e melhor seduzir os incautos, os líderes da RCC fomentam (em meios mais moderados)alguma tentativa de retorno a certas práticas orantes e devocionais da Igreja, mas sempre empesteadas com o maldito protestantismo "pentecostal".

A RCC atrai aqueles que estão insatisfeitos com o modo morno, aguado e rosado do Catolicismo atual (e que gostariam de bandear para o lado dos protestantes mas não têm coragem) e ainda o torna açucarado como o protestantismo e seus antidepressivos de muitas emoções eufóricas.

Quando vamos a um riacho matar a sede e descobrimos que as águas estão poluídas, é uma atitude inteligente subir contra a corrente em direção às fontes, o ponto de partida, para bebermos água limpa: o Catolicismo tradicional antes do Concílio Vaticano II.

Se os católicos voltassem às suas origens catequéticas, litúrgicas, devocionais e orantes, teríamos também melhores práticas: mais misericórdia, melhores famílias, mais fiéis de volta à Igreja, menos crimes, menos violência, menos drogas, menos hipocrisia, menos exploração do ser humano por outro, menos maus exemplos de pessoas que se dizem cristãs (as que não se dizem cristãs ganham em sinceridade, pelo menos) e menos caridade usurpada das mãos católicas pelos governos totalitários para finalidades demagógicas.

Tudo isso sem "teologia da libertação" ou qualquer bandeira revolucionária, e sem os desvairios da RCC, que chantageia padres e bispos com o argumento de que "sem nós, vocês perdem mais fiéis ainda".

Se o clero e os religiosos retornassem às suas fontes, essa seria a primavera da Igreja, a Ressurreição !

Por que não abandonam essas práticas ineficientes, ineficazes e de maus frutos modernistas e protestantes pós-CV-II? Por que insistem em ver a roupa do rei quando qualquer criancinha percebe que o rei está nu? Por que acreditam em discursos que não correspondem à realidade que podem ver?

É por isso que aqueles que conheceram A Igreja não se satisfazem com essa “igreja” que nos querem empurrar: essa coisa aguada, rosada, açucarada, farrista (muita agitação eufórica e antidepressiva na Missa, muitas festinhas, muitos bingos e arrecadação de fundos, muitas obras materiais desconectadas da misericórdia e poucas obras espirituais), relativista, ativista (“enxugando gelo”) buscando o céu na terra (quando Cristo afirmava seu Reino não ser deste mundo), sem morte-julgamento-inferno-purgatório-céu (novíssimos), sem moral, sem devoção, sem oração, sem apologética, sem denunciar os inimigos da Igreja e da civilização, sem respeito pelo sagrado, sem catequese (hoje em dia é “evangelização”, algo mais protestante e próximo do livre exame luterano), sem caridade, sem sacramento (batismo, casamento, primeira eucaristia e crisma viraram festas sociais e ritos vazios de iniciação ; eucaristia virou encontro de amigos; confissão individual, só na Quaresma, e ai de você se aparecer diante do mesmo padre para confessar-se de novo em menos de 1 mês – S. Afonso recomendava confissão semanal! – recomendo alternar padres e paróquias para isso).

A Igreja perdeu sua identidade católica. E as novas gerações nem sabem o que é o verdadeiro Catolicismo e se acham mais à vontade com os protestantes do que em meios realmente católicos.

Só Deus para reverter isso, pois o povo segue os religiosos e o clero, e estes estão sendo (de)formados em escolas heréticas e apóstatas por mestres ateus - cegos conduzindo cegos!

Mas também façamos a nossa parte. Não sejamos comodistas porque Cristo disse que o inferno não prevalecerá contra a Igreja. Descubramos uma maneira de contribuir segundo nossos talentos divulgando os verdadeiros tesouros da Igreja e praticando seus ensinamentos: os discípulos de Cristo, os filhos de Deus, serão conhecidos por muito amarem cada um dos membros desse Corpo Místico de Cristo e, assim, por amarem também a Deus como um todo.

Participem e contribuam! Nossos diálogos (desde que não sejam discussões estéreis nem questões pessoais) serão sempre publicados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Infelizmente, devido ao alto grau de estupidez, hostilidade e de ignorância de tantos "comentaristas" (e nossa falta de tempo para refutar tantas imbecilidades), os comentários estão temporariamente suspensos.

Contribuições positivas com boas informações via formulário serão benvindas!

Regras para postagem de comentários:
-
1) Comentários com conteúdo e linguagem ofensivos não serão postados.
-
2) Polêmicas desnecessárias, soberba desmedida e extremos de ignorância serão solenemente ignorados.
-
3) Ataque a mensagem, não o mensageiro - utilize argumentos lógicos (observe o item 1 acima).
-
4) Aguarde a moderação quando houver (pode demorar dias ou semanas). Não espere uma resposta imediata.
-
5) Seu comentário pode ser apagado discricionariamente a qualquer momento.
-
6) Lembre-se da Caridade ao postar comentários.
-
7) Grato por sua visita!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Ocorreu um erro neste gadget

Pesquisar: