sábado, 11 de setembro de 2010

Consagração a Cristo por Maria.


Consagração de si mesmo a Jesus Cristo, Sabedoria Encarnada, pelas mãos de Maria

Deus, sendo Todo-Poderoso, criou o mundo em seis dias. Nos seis dias da criação, com seus “Fiats” fez as coisas maravilhosas que nós temos: Fiat Lux! E a luz foi feita; Fiat Firmamentum!; e assim se fez. Nos seis dias de criação, Deus criou todo o Universo e as coisas que nele existem, ou seja, com seus muitos “Fiats” criou todas as coisas, mas somente criaturas. Ora, Nossa Senhora, na ocasião da embaixada do Anjo Gabriel, com um só “Fiat” criou não apenas uma criatura, mas o Verdadeiro Homem-Deus. Então quem é mais poderoso: Deus, ou Nossa Senhora?

Esse questionamento foi feito por Santo Tomás de Aquino – obviamente, não se tratou de uma séria dúvida do santo, mas um argumento retórico para mostrar a grandeza de Nossa Senhora. Conheci este eloquente raciocínio em uma palestra dada pelo Sr Gugelmin, membro do IPCO. Como gostaríamos de ter uma alma tão devota que questionasse a grandeza de Nossa Santa Mãe! E na verdade, precisamos ter, se desejamos entrar no mais seguro caminho de salvação, se desejamos receber incontáveis graças – tão incontáveis que nenhuma outra prática, qualquer que seja, chega aos seus pés. Trata-se de conhecer verdadeiramente a Santíssima Virgem e entregar nas suas mãos toda a nossa vida, vontade, obras, e méritos. Como fazemos isso? Explica-se:

Quem nos revela este caminho seguro para chegar ao Céu é São Luis Maria Grignion de Montfort, no seu Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem. É preciso, portanto, ler o Tratado (na impossibilidade de se saber ler, alguém deve fazê-lo para a pessoa). Ele explicará no que consiste esta devoção, a necessidade dela para salvar a alma, e tantas outras coisas impossíveis de serem descritas aqui. Quando eu li o tratado fiquei realmente impressionada! Reconhecemos que Nossa Senhora é medianeira de todas as graças – mas com que falsa devoção se faz isso! Esta é também a oportunidade que temos de reconhecer as diversas falsas devoções que se tem à Santíssima Virgem, pois São Luis as descreve como grandes ilusões, capazes de nos colocar em estado de sacrilégio para com esta Santa Mãe! Infelizmente, e principalmente nos dias de hoje, é praticamente impossível não enxergar a si mesmo como um dos falsos devotos descritos pelo santo (eu era a “escrupulosa”).

Antes de comprar o Tratado, e apesar de ser razão suficiente o saber ser esta a mais perfeita devoção à Nossa Senhora, a pessoa deseja conhecer mais sobre o tema. Certamente me pedirá esclarecimentos: Certo, é o caminho mais rápido e seguri para o Céu, mas que se faz concretamente consagrando-se a si mesmo pelo método de São Luis?

Primeiro - Conhecemos Nossa Senhora mais perfeitamente do que por qualquer outro meio. Esse conhecimento passa pelas palavras elucidativas do santo, pelas graças que recebemos com a preparação para a consagração, e continua diariamente com a prática em si.

Segundo - Esta devoção consiste em entregar-se inteiramente à Santíssima Virgem, a fim de, por Ela, pertencer inteiramente a Jesus Cristo. Com isso, damos nosso corpo, com todos os seus membros e sentidos; nossa alma com todas as suas potências; nossos bens exteriores e nossos bens interiores – que são nossos méritos, virtudes e nossas boas obras passadas, presentes e futuras. Isto significa que já não teremos mais vontade, mas todas as nossas ações e pensamentos serão com Maria, por Maria e em Maria. Todas as satisfações, méritos para o Céu, indulgências, etc. , que ganhamos cada vez que realizamos uma boa obra, são dadas a Maria para que Ela decida como fazer uso. Já não teremos direito nem mesmo aos méritos das boas obras feitas antes da Consagração, e entregamos todas as que faremos, até o fim da vida. Tudo, absolutamente tudo, e sem esperar qualquer coisa em troca, é dado a Maria.

Essas satisfações, que nós renunciamos, damos a Maria para que Ela comunique a quem lhe pareça e para a maior glória de Deus. Tudo o que pensa, diz e faz de bem pertence a Maria. Quem se consagra, então, fica verdadeiramente reduzido ao nada que é.

Terceiro – Com isto faz-se uma perfeita renovação dos votos do Santo Batismo. Não apenas do ato da consagração, mas diariamente, constantemente, sem cessar. Toda pessoa, antes do Batismo, era escrava do demônio, razão pela qual diz Santo Agostinho ser o voto mais importante o “Renunciar a Satanás, suas pompas e suas obras”. Ora, Maria é Aquela que esmaga a Serpente; entregar-se a Maria é renovar de modo perfeitíssimo os votos do batismo!

Quarto – Apesar de dar absolutamente tudo a Maria, engana-se quem acha que terá de sofrer muito no Purgatório, uma vez que já não poderá contar com absolutamente nada que tenha dito, feito ou pensado de bom. Muito ao contrário! A alma que se escraviza a Jesus Cristo pelas mãos de Maria, com tanta entrega e liberalidade, receberá de Nosso Senhor e Sua Mãe a mais alta generosidade nesta vida e na próxima, na ordem da natureza, da graça e da glória.

Fazendo a Consagração Propriamente Dita

Sendo definitivamente impossível dizer em poucas linhas todas as maravilhas contidas no Tratado e não podendo registrar aqui senão uma ínfima parte do que ele traz de extraordinário, imaginamos que o leitor já se convenceu de que precisa ser consagrado mariano por este método. E deseja igualmente ter uma idéia de como fará isso, se precisará de um padre, que obrigações terá depois, etc.

Pois muito bem: uma vez que se tenha lido o Tratado com bastante atenção e meditação, se faz os 33 dias preparatórios para a consagração. Os exercícios vem descritos no final do tratado, juntamente com as orações que deverão ser feitas em cada período. Os 33 dias estão assim divididos:

12 dias preliminares – Para se desapegar do espírito do mundo.

Primeira Semana - Empregada para adquirir o conhecimento de si mesmo

Segunda Semana - Empregada em adquirir o conhecimento da Santíssima Virgem

Terceira Semana – Empregada em adquirir o conhecimento de Jesus Cristo

Lendo o Tratado, o Santo indica como fazer cada uma destas coisas – como por exemplo,ter o conhecimento e o desprezo de si mesmo ao imaginar-se como uma lesma, um sapo ou uma cobra traiçoeira. É realmente muito valioso esse período: todo o tratado, e mais as orações indicadas, explicam muito bem como fazer. Eu li também os textos de Dr. Plínio Correa de Oliveira sobre a Consagração e não posso descrever as exortações de tais palavras. Em nota, para aqueles que se interessarem, indico a leitura.

Após estes dias de preparação, a Consagração! É feita da seguinte maneira: tendo confessado (se possível no mesmo dia, ou no anterior, ou pelo menos muito perto, tendo a intenção da consagração), comungarão na intenção de se darem a Jesus Cristo pelas mãos de Maria. Esta comunhão é feita de modo especial, por um método descrito pelo santo, que consiste em tomar emprestado o coração de Maria para receber Jesus (é dessa forma também que o consagrado procurará comungar sempre). Após a comunhão, a pessoa recita a fórmula de consagração (está tudo no tratado) e, tendo uma versão impressa, deve assiná-la no mesmo dia.

Está feito! Como vê – e talvez tenha deduzido pelo nome – não é preciso um sacerdote, mas a pessoa sozinha se consagra e firma o compromisso de escravidão a Nossa Senhora. Neste dia, dão também um presente a Maria – que pode ser flores, jejum, ou qualquer outra prática. Eu escrevi uma carta! Meu noivo também, e muitos amigos meus lhe deram rosas. Como consagrados, nós também poderemos ter algumas devoções exteriores para selar o nosso compromisso, como usar uma correntinha de ferro em alguma parte do corpo. Recitamos, diariamente, a Coroinha da Santíssima Virgem, além do rosário ou terço, e o Magnificat – e qualquer das belíssimas orações de São Luis! São palavras tão fortes, tão cheias de amor por Maria!!! Também há de se renovar diariamente esta consagração, nem que seja apenas por uma frase. Eu recito, todos os dias, a fórmula de consagração – a mesma que assinamos.

Todos anos, deve-se renovar esta consagração, isto é, na mesma data (de preferência, uma data de alguma festa de Nossa Senhora) fará tudo conforme o dia em que se consagrou. Se possível, repetirá os 33 dias preparatórios.

Como o próprio São Luis Maria Grignion de Montfort diz, esta consagração é a mais perfeita que há, e será especialmente útil para os últimos dias. Põe-nos inteiramente ao serviço de Deus, posto que Maria embeleza nossas obras e as entrega a Seu Filho, tornando-as assim aceitáveis, apesar de nossas misérias. A Rainha, portanto, tudo procura tornar agradável ao Rei; este, por sua vez, ainda que veja nas ofertas alguns defeitos, não repelirá o que veio das mãos Dela. E disto quis a misericórdia divina que tirássemos algum proveito! De fato, Deus é amor.

Nota:

Ver textos de Dr. Plínio Correa de Oliveira sobre o tema em:

Primeira Semana Preparatória:

http://www.pliniocorreadeoliveira.info/DIS_19730423_1asemanapreparatoriaconsagracaonasra.htm

Consagração: Liberdade Suprema

http://www.pliniocorreadeoliveira.info/FSP%2074-12-29%20Consagra%C3%A7%C3%A3o.htm

Fazer todas as coisas com Maria, em Maria e por Maria:

http://www.pliniocorreadeoliveira.info/DIS_SD_720526_Fazer_tudo_com_Maria.htm

http://lucianalachance.wordpress.com/2010/09/10/consagracao-de-si-mesmo-pelo-metodo-de-sao-luis-maria-grignion-de-montfort/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Infelizmente, devido ao alto grau de estupidez, hostilidade e de ignorância de tantos "comentaristas" (e nossa falta de tempo para refutar tantas imbecilidades), os comentários estão temporariamente suspensos.

Contribuições positivas com boas informações via formulário serão benvindas!

Regras para postagem de comentários:
-
1) Comentários com conteúdo e linguagem ofensivos não serão postados.
-
2) Polêmicas desnecessárias, soberba desmedida e extremos de ignorância serão solenemente ignorados.
-
3) Ataque a mensagem, não o mensageiro - utilize argumentos lógicos (observe o item 1 acima).
-
4) Aguarde a moderação quando houver (pode demorar dias ou semanas). Não espere uma resposta imediata.
-
5) Seu comentário pode ser apagado discricionariamente a qualquer momento.
-
6) Lembre-se da Caridade ao postar comentários.
-
7) Grato por sua visita!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Ocorreu um erro neste gadget

Pesquisar: